Ano em Revista: Os mais importantes desenvolvimentos do email marketing em 2016

Tempo de leitura: 4 Minutos Além do Email

Este ano foi um grande ano para os profissionais de email marketing. Tem sido um ano onde as plataformas de email marketing  crescem e simplesmente ao mesmo tempo. Por um lado, temos formas mais dinâmicas de ser profissionais de marketing e, ao mesmo tempo, não precisamos de tantos cozinheiros na cozinha para criar algo que será impactante e impressionante. Segue abaixo as duas principais mudanças que afetaram o panorama de email marketing. São também as duas coisas que pode fazer neste mês para começar 2017 em pleno vigor.

Desenvolvimento #1: Esqueça o “Olá a todos”

Por que é importante: Diversas vezes ao longo dos anos sugerimos abandonar os emails em massa de vez em quando e favorecer a personalização. De fato, no ano passado falei sobre o benefício de listas de email específicas, oferecendo quatro etapas fundamentais para passar por esse processo. Em anos anteriores recomendei criar um perfil de cliente para ajudar com o que mais tarde leva à segmentação. No entanto, alguns profissionais de marketing agora estão sugerindo abandonar completamente as campanhas de email em massa por nenhuma outra razão além de não capturar os sentimentos de um negócio focado no indivíduo. Existe agora um novo termo para isso: hiper-personalização.

Sobre a necessidade de personalização, Keval Padia, da Business 2 Community, escreve: “Os destinatários de emails estão agora interessados em mensagens dirigidas ao gosto pessoal, preferência e áreas de foco ao invés de apenas o seu primeiro nome.”

A razão para isso é maior interação. Quando você é capaz de personalizar, é capaz de se conectar melhor com um destinatário. Padia acrescenta: “Emails que dirigem a interação do usuário já colhem maior envolvimento do usuário. Ao garantir a interatividade do usuário dentro do email, profissionais de marketing podem garantir uma taxa de cliques muito mais alta, tráfego para o site correspondente e conversão de negócios.”

Como é aplicado: Então, como se faz isso? Você começa olhando para ambas as extremidades do telescópio, por assim dizer. Aproveite o fato de que é fim de ano. Olhe para todas as campanhas passadas que teve ao longo do ano e comece a traçá-las – sua audiência, seus temas, etc. Com isso terá uma idéia de quais os tipos de campanhas e temas em você se concentra mais. Em seguida, olhe para a sua lista de assinantes e execute o perfil do assinante, se ainda não o fez. Garanto que isso é exatamente o que seus concorrentes estão fazendo. Pergunte a si mesmo de onde são seus assinantes, como é seu estilo de vida, os setores em que trabalham, os seus interesses? Caso tenha tempo, execute uma análise mais aprofundada, se possível sobre onde eles se engajaram. Você começará a ver pontos de interseção que talvez não estivessem visíveis antes. E, no mínimo, começa a ver quais campanhas de email poderiam ter sido personalizadas e para quem. Mesmo se tiver emails em massa que ainda precisa enviar, você pode enviá-los com base em nada mais do que fusos horários, garantindo que tais campanhas cheguem em um momento oportuno para o leitor.

Insiders da indústria estão prevendo que dentro dos próximos cinco anos, a personalização será o padrão da indústria. Quando perguntado, “o que você acha que será a maior mudança dentro de email marketing, daqui a 5 anos”, uma pesquisa da Econsultancy mostrou que 76% dos entrevistadores viu a hiper-personalização como um atributo chave avançando nos próximos anos, enquanto que 74% deles ainda via email como relevante.

Para profissionais de marketing, isto significa reforçar a sua estratégia de email em 2017 e aplicar a personalização agora para manter e aumentar a base de assinantes.

Desenvolvimento #2: Profissionais de email marketing também querem a hiper-personalização

Por que é importante: A hiper-personalização não se limita apenas aos assinantes. Os clientes que usam software e plataformas de email esperam o mesmo das ferramentas que usam. A automação de marketing já evoluiu a partir do design de arrastar e soltar que atualmente é uma característica comum da maioria das plataformas, e está procurando algo mais avançado. O ano de 2016 foi marcado como o ano em que os profissionais de marketing começaram a perceber essa demanda, o que lhes permitiu serem mais personalizados. Mas também perceberam que esta é uma tarefa árdua para se acompanhar, e agora estão virando a cabeça procurando algo para ajudar com isso.

O usuário de marketing que entende que o email é mais do que apenas uma única campanha, sabe que precisará de algo como um guia em um ciclo de comunicação. Nós conversamos sobre isso antes, com campanhas de acompanhamento (drip campaigns), ou campanhas automatizadas acionadas por novos assinantes ou uma iniciação de carrinho que não foi concluída com um checkout. Mas, no passado, essas automações exigiram que a inteligência humana as acompanhasse e seguisse. Até agora este processo não foi automatizado.

Como é aplicado: Poucas plataformas de email marketing intensificaram o seu jogo. A Benchmark é uma delas, desenvolvendo um sistema de automação em 2016. Chamado de Automation Pro, o sistema está atualmente em seu período Beta de 1 de dezembro de 2016 a 31 de janeiro de 2017. Pense no Automation Pro como uma sistema capaz de transformar sua plataforma de email marketing, automatizando e alterando sua forma sem que tenha a necessidade de manualmente cavar e re-alinhar as peças para criar um novo formulário temporário capaz de algo diferente, de acordo com as suas necessidades do momento.

Por exemplo, caso tenha que enviar uma campanha de boas-vindas para um novo assinante, ou enviar uma campanha em uma data especial ou lembrete, você precisará procurar no back end e criar manualmente a campanha para enviá-la aos destinatários. O Automation Pro – um sistema compreensivo que entende as maiores mudanças da indústria de 2016 – faz isso para você.

Mais importante, o Automation Pro também antecipa para onde os profissionais de marketing estão indo em 2017. O sistema apresenta uma opção chamada de “automação de engajamento” (engagement automation), que envia automaticamente um email quando um assinante abre um email, ou clica em qualquer link.

Você pode aprender mais sobre o Automation Pro aqui.

 

Você está pronto para interagir com seus clientes de modo mais eficiente?

A Benchmark ajuda você a fazer email marketing de modo prático. Crie um relacionamento contínuo com seus assinantes que conduz a vendas e clientes mais felizes.