Publicações mais recentes

Qual é a taxa de cliques esperada nas campanhas de email?

Qual é a taxa de cliques esperada nas campanhas de email?

Marketing na Prática • 19 de maio de 2017

Taxa de cliques não é a mesma coisa que taxa de abertura e ambas podem significar coisas diferentes para diferentes empresas. Por exemplo, para as empresas de varejo que promovem produtos via email, uma boa taxa de cliques pode significar compras ou conversões. Mas o que é considerada uma boa taxa de cliques? De acordo com a Hubspot, ao enviar 16-30 campanhas por mês, conseguiram atingir um máximo de 6,5%, com uma excelente taxa de abertura de 32,4%. Sua estratégia foi descobrir com que frequência de envio de emails eles poderiam obter as melhores taxas de cliques e abertura. Como isso se relaciona com você? Bem, o estudo também mostra que o tamanho de sua empresa e a frequência de envio de seus emails devem refletir o mesmo: Pequenas empresas com 1-10 funcionários se beneficiam com o envio constante de 16 a 30 campanhas por mês, obtendo uma taxa de cliques de 6,3%. Empresas médias com 11-25 empregados se beneficiam com o envio frequente de mais de 31 campanhas por mês, com um resultado de 6,7%. Grandes empresas, entretanto, se beneficiam com o envio regular. Isso significa 6-15 campanhas por mês, com uma taxa de cliques de 7,0%. A partir disso, podemos dizer definitivamente que maior nem sempre significa mais. Significa apenas que os emails devem ser enviados de maneira mais inteligente, ou seja, segmentando sua lista para certificar-se de que está enviando o conteúdo apropriado para seus assinantes. Para aumentar sua taxa de cliques, pode considerar estas dicas: Teste seus e-mails. Realize testes AB com seus emails para ver qual gráfico, botão ou qualquer outro elemento do email terá um melhor desempenho. Segmente sua lista. O mesmo pode ser aplicado também à taxa de abertura. Segmentar a sua lista de assinantes e focar neles com conteúdo específico é sempre muito eficaz. Envie consistentemente. Certifique-se de enviar emails dentro de um cronograma recorrente, para que seus assinantes saibam quando ele vai chegar, para assim abrirem o email.


Ler Mais
Qual É a Taxa de Abertura Esperada para o Meu Mercado?

Qual É a Taxa de Abertura Esperada para o Meu Mercado?

Marketing na Prática • 9 de novembro de 2016

Uma taxa de abertura depende de diversas coisas quando se trata de email marketing. Nem todos vão abrir seu email, então você não deve esperar uma taxa de abertura de 100% ao lançar uma campanha. Não é impossível obter 100%, mas você precisaria ser praticamente um vidente. Então qual é a taxa de abertura esperada para uma campanha de e-mail? Alguns ficariam surpresos ao ver que a média, em todos os mercados, é de 15 a 20%. Já que a média é em todos os mercados, vamos analisar alguns deles, que foram avaliados durante o curso de um ano, de acordo com pesquisas feitas pela Smart Insights: Automóvel: 24,9% Engenharia da Computação: 22,1% Serviços de Alimentação: 22% Seguros: 29,7% Educação: 27,9% Podemos ver que a média, quando separada em diferentes mercados, é melhor. Não se preocupe se você não está atingindo esses números! Há algumas ferramentas e dicas que você pode colocar em prática para aumentar sua taxa de abertura, mesmo que seja só um pouquinho. Segmente sua lista. Criar uma lista segmentada, mais focalizada, vai melhorar sua taxa de abertura. No mercado de varejo, você pode tentar monitorar em quais produtos seus assinantes se interessam e então divulgar produtos similares. Higienize a lista. Quando as pessoas ouvem falar de higienização de listas, elas pensam: “Apagar contatos? NÃO!” Porém, apagar contatos que não leem ou abrem seu email é benéfico, se você parar para pensar. Você reduz o total de emails que você envia, economizando dinheiro. Você também reduz o número de greymail e de possíveis denúncias de abuso, aumentando sua capacidade de entrega. Pré-visualize o Texto. Esta é uma ferramenta que alguns consideram avançada. Ela permite aos usuários que controlem o que os assinantes veem antes mesmo de abrir o email, incentivando os usuários a abri-lo para enxergar além da linha do assunto. Lembre-se de não mentir ou enganar quanto a isso também.


Ler Mais
Como posso melhorar minha entrega de emails?

Como posso melhorar minha entrega de emails?

Marketing na Prática • 31 de outubro de 2016

Ao se inscrever em um serviço de email marketing, você acaba eliminando muitos aspectos técnicos de enviar emails para seus assinantes. A despeito do tipo de serviço a que se inscrever, ele não pode garantir que o email seja entregue com 100% de certeza. Devido à existência de inúmeras variáveis tanto no lado técnico quanto no lado do remetente, 100% de entrega é quase impossível de ser alcançada. Portanto, a grande questão é, como posso melhorar minha entrega de emails? A entrega de email é um processo complexo, que leva muitos testes e controles da parte do remetente. Quando se inscreve para um serviço como o Benchmark Email, ou serviços similares, os próprios serviços cuidam de alguns aspectos técnicos de envio, tais como pontuação de envio, autenticação, ciclo de feedback, entre outros. Existem muitas coisas no lado do remetente que podem ajudar a melhorar e entrega de email. Checar a pontuação de envio é importante. Sei que mencionei anteriormente que prestadores de serviço checam isso, o que permanece verdade. Serviços básicos fornecerão endereços de IP que poderão ser compartilhados com outros usuários do mesmo nível de serviço, e a pontuação é gerida pelo próprio serviço. Isto pode variar de diferentes maneiras dependendo do serviço. Endereços de IP dedicados, ou remetentes usando sua própria tecnologia, devem checar isto regularmente. Pode checar sua pontuação de envio com o programa Return Path, que mede as pontuações pelo seu histórico de email. O desempenho de seus emails é crucial para sua pontuação de envio, o que nos leva ao próximo tópico, que é sua lista. Sua lista de contatos é o recurso mais importante dentro do email marketing. Não é somente o número de contatos que possui, mas sim o engajamento deles é o que realmente importa. Sabemos que a pontuação de envio depende no desempenho de seus emails, então faz sentido começar com seus assinantes. Ter contatos que não recebem ou não abrem os emails é como um câncer para sua lista. Eles diminuem sua pontuação de envio até que pare de enviar emails a eles. Uma vez que sua lista estiver limpa de tais contatos, busque filtrar aqueles que não se engajam com seus emails. Formulários de inscrição são uma excelente forma de identificar os assinantes que fazem parte da lista apenas por causa de algum prêmio ou concurso, por exemplo. Tendo filtrado a lista, os contatos devem ser segmentados para receber emails diária, semanal ou mensalmente; manter uma comunicação regular é muito importante. Esta dica é para aqueles usuários que compram endereços de IP dedicados ou até mesmo que possuem sua própria tecnologia para enviar emails. Quando compra um endereço de IP novo ou começa do zero, é importante enviar emails gradualmente. Isto é importante já que endereços de IP novos ainda não tem uma reputação estabelecida. Assim como em uma corrida de carro, precisa dar algumas voltas antes da corrida iniciar. Comece a enviar emails a seus contatos de pouco a pouco. Uma vez construída sua reputação, pode enviar emails mais regularmente. Se os emails começarem a ser rejeitados ou diferidos, você provavelmente deve desacelerar os envios já que os servidores podem estar rejeitando os emails por serem rápidos demais. Isto pode ser visto como log de rejeições. Por último, mas não menos importante, é a utilização do Sender Policy Framework, ou mais comumente conhecida como registro SPF. O registro SPF afirma que tal servidor de email ou endereço de IP estará enviando emails no lugar de outro domínio. Isto é muito útil caso esteja usando um serviço para enviar seus emails. Alguns serviços podem não mencionar isto, enquanto outros o requerem. É difícil completar já que envolve tanto seu website quanto o servidor DNS. Ao fazer isto, ele autoriza os servidores de email de seu prestador de serviço a enviar emails em lugar de seu domínio. Se tiver dificuldades em publicar um registro SPF, fale com seu webmaster ou o serviço de hospedagem de seu site, como o GoDaddy.


Ler Mais
Minha Última Campanha Teve uma Taxa de Rejeição Assustadora. O Que Devo Fazer?

Minha Última Campanha Teve uma Taxa de Rejeição Assustadora. O Que Devo Fazer?

Marketing na Prática • 26 de outubro de 2016

Ter uma taxa de rejeição alta na sua campanha de e-mail é muito assustador. É uma indicação de que há algo de errado com essa última campanha e que muitas pessoas não estão recebendo seus e-mails pontualmente. É como aquela cena do filme em que uma pessoa de repente desaparece, e ninguém sabe o porquê. O medo vem de não saber exatamente o que causou o problema. Nesse caso, uma alta taxa de rejeição. Como em todos os filmes de terror, o que devemos fazer é investigar e descobrir o que aconteceu. Pode ser que fique mais assustador do que você imagina. Verifique Seus Contatos A primeira coisa a fazer é analisar todas as rejeições para ver se há um padrão nos endereços de e-mail que não receberam o e-mail. Todos os endereços de e-mail são de um domínio só? Todos os erros são rejeições duras? Uma rejeição dura é um erro que acontece quando o remetente tenta enviar algo para o e-mail do destinatário, mas a caixa de entrada não existe mais. O outro tipo, a rejeição suave, é o oposto — a caixa de entrada existe e está ativa; no entanto, ou a caixa de entrada está cheia ou o erro de entrega acontece por causa de outro tipo de erro técnico. Se houver um padrão, ele vai nos apontar para a direção certa. Às vezes não há um padrão, mas não custa nada verificar, pelo menos a essa altura. Logs de Rejeições Para cada e-mail que é enviado para um endereço de e-mail, existe um log que é gerado e enviado de volta ao remetente. Conhecido como log de rejeição ou log SMTP, ele diz ao remetente se o e-mail foi enviado com sucesso ou se ele foi rejeitado. Isso não nos diz se foi uma rejeição dura ou suave. Em vez disso, o log nos dá um código. A partir do código, nós determinamos de que tipo de rejeição se trata. Se verificar seus contatos em busca de um padrão for uma pista, então os logs de rejeição são, de certa forma, uma evidência. As evidências podem ser conclusivas e práticas, ou talvez precisemos de mais evidências para obter uma visão mais clara do que está acontecendo. Verifique as Blacklists Pesquisar seu próprio nome nas listas que são feitas para spam é angustiante. Sites como MXtoolbox.com ou MultiRBL pesquisam num índice de domínios e endereços de IP procurando o seu. Se você estiver em qualquer uma dessas listas, você pode não conseguir fazer com que seu e-mail chegue até as pessoas que usam essas listas. O lado positivo é que a maioria das blacklists não duram para sempre. Normalmente há um formulário ou algum tipo de processo que permite que você solicite sua remoção. Se você for removido da lista, é como acender as luzes em um quarto escuro e assustador. Desacelere! Muitas vezes, os profissionais de e-mail marketing podem pensar que enviar e-mails o mais rápido possível seja a melhor coisa a fazer. Bem, dirigir a 100 km/h não é tão seguro, é assustador em um sentido diferente. E enviar e-mails para o máximo possível de pessoas, o mais rápido que puder, pode ser um problema. Os provedores de serviços como Gmail e Yahoo têm um limite de quantos e-mails aceitam em um determinado período de tempo. Se você enviar e-mails demais, seus e-mails sofrerão um atraso. Lembra os logs de rejeição que mencionei antes? Essa situação é tão especial que nem sequer tem um código, o log simplesmente diria “adiado”. Isso significa que você estava enviando e-mails rápido demais e o provedor não aceitou mais e-mails naquele momento. Aí aparece o anti-herói para salvar o dia: a limitação. Limitar seus e-mails pode ser a melhor maneira de reduzir suas rejeições e de começar a chegar à caixa de entrada. Sim, isso atrasa o seu e-mail, mas não é algo ruim. Com sorte, você não vai se encontrar em uma situação como essa. Tudo o que precisa fazer é seguir o melhor caminho e não pegar atalhos. Usar atalhos pode levá-lo a um pesadelo do qual será difícil escapar, mas não impossível. Se você se encontrar em uma situação de pesadelo com taxas de rejeição altas, essas dicas devem ajudá-lo a sobreviver e a enviar um e-mail outro dia.


Ler Mais
Como posso evitar prejudicar minha marca com meu Email Marketing?

Como posso evitar prejudicar minha marca com meu Email Marketing?

Marketing na Prática • 27 de julho de 2016

Para evitar prejudicar sua marca, você precisa evitar enviar emails não desejados consistentemente. Não apenas uma ou duas vezes, mas consistentemente enviar hora após hora/dia após dia será um fator que prejudicará sua marca. Toda hora que um email for enviado será como se fosse um colega da escola que em toda hora que você passa derruba os seus livros. Sim, um pouco extremista, mas você entendeu… O que você deve evitar fazer, antes de prejudicar sua marca: Usar um Domínio Público Envio Irregular Envio de \'Grey Mail\' Usar um Domínio Público Usar um domínio público tal como Gmail, Yahoo, ou Hotmail pode prejudicar sua marca ao enviar emails. O motivo é porque qualquer um pode se inscrever nestes serviços e criar um email. Isso não diferencia sua marca das outras 6 bilhões de pessoas no mundo. O que te faz diferente? Ter um domínio privado para seu endereço de email irá não somente aperfeiçoar o branding de sua marca, como também sua entregabilidade. Envio Irregular Enviar irregularmente também é um problema. É difícil determinar quando enviar uma campanha para seus assinantes. É melhor enviar diariamente? Semanalmente? Mensalmente? Trimestralmente? Anualmente? A resposta certa é que não há resposta certa! Preste atenção aos seus relatórios para conhecer a frequência na qual seus assinantes desejam que você os envie. Você também pode empregar diferentes estratégias para campanhas de email diárias e depois uma campanha mensal também. Esta pode ser um tipo de segmento! O ponto principal é que você tenha conteúdo e tempo suficiente em um cronograma regular. Se uma assinante seu estiver esperando por seu email às 13h todas as semanas, mantenha este cronograma! Você perderá o interesse dos assinantes se ficar mudando o seu cronograma pelo ano todo. Envio de \'Grey Mail\' Grey Mail é um termo não muito conhecido ou usado no email marketing. Grey Mail é o email que os assinantes optam por receber, recebem, mas não abrem. Muitas vezes eles não os abre por já saber do que o email se trata. Pode ser um email transacional, um email de notificação ou até mesmo um email promocional que eles não se importam em abrir. Geralmente não é ruim enviar a estes contatos, mas hoje em dia há tantos Grey Mails que estão começando a parecer spam dos anos 90 e 2000. O que você deve fazer com Grey Mail? É a mesma pergunta que, \"o que devo fazer para aperfeiçoar minha entregabilidade?\" A resposta é manter o higiene de sua lista. Limpar suas listas das rejeições e não-aberturas regularmente pode aperfeiçoar sua entregabilidade, marca e ultimamente seu ROI. Limpas sua lista não significa deletar seus contatos ou assinantes, mas talvez os separando/segmentando para uma estratégia diferente. Dê a eles a chance de se descadastrar de sua lista. Você não irá querer enviar emails àqueles que não o desejarem! Isso irá prejudicar sua marca.


Ler Mais