Publicações mais recentes

Quer Fazer uma Limpeza em Sua Lista de Emails, Mas Tem Medo de Começar?

Quer Fazer uma Limpeza em Sua Lista de Emails, Mas Tem Medo de Começar?

Marketing na Prática • 5 de agosto de 2018

No dia a dia de nosso trabalho, enviamos campanhas de email com certa regularidade. No entanto, a tendência é não fazer mais nada depois que a campanha foi enviada. Hoje iremos falar sobre a higienização de sua lista. Sabia que os vários ISP\'s (Hotmail, Gmail, etc.) sabem se você está enviando suas campanhas para endereços de email inválidos e isso pode afundar com a sua entregabilidade? Sim, eles podem e vão fazer isso. Por exemplo, se depois de verificar seus relatórios nenhuma ação for tomada em relação aos bounces ou aos endereços de e-mail que não abriram suas últimas 30 campanhas, os provedores podem começar a bloquear suas campanhas por meio de filtros. Seus emails serão considerados como provenientes de um remetente que não toma medidas para melhorar seus resultados. Dito isso, sabe o que precisa ser removido? Quando falamos de limpeza de lista, nos referimos a acabar como os hard bounces e com os endereços de email que não abrem suas campanhas. Caso ainda não saiba, há três tipos diferentes de rejeição (bounce): Bounces Confirmadas. Os endereços de email não existem mais e o servidor de envio tentou contatá-los por três vezes, mas a campanha não foi entregue. Hard Bounces. Aqui se encaixam os emails que não existem mais. Quando são rejeitados três vezes, tornam-se rejeições confirmadas. Pode ser resultado de um endereço escrito errado, um domínio extinto ou a pessoa a quem aquele email pertencia não trabalha mais para a empresa e o endereço agora é inválido. Soft Bounces. São endereços de emails que estão inativos de forma temporária. A entrega da campanha ainda não foi possível, mas apenas por um tempo. Sendo assim, são endereços válidos que não devem ser removidos. Que problema temporário pode ter ocorrido? Pode ser que a caixa de entrada esteja cheia e a pessoa fica incapaz de receber novos até que liberem espaço. Talvez você enviou a campanha fora do horário de expediente e recebeu uma resposta automática, ou talvez o servidor possa estar fora do ar. Estes endereços de emails ficam indisponíveis por um período, mas quando os problemas são resolvidos, tornam a ficar ativos. Talvez você não consiga enxergar a importância de se ter uma base limpa, mas nós tornamos fácil a verificação da “saúde” da sua lista, através do painel com a reputação de  sua conta. Esta seção vai indicar um número entre 1 e 8 que avalia o status da sua reputação. Sabe o que significa reputação? Reputação é uma medida usada para monitorar o comportamento das suas campanhas em relação aos filtros de spam e interações dos inscritos com elas. É essa mesma interação que vai melhorar com a limpeza da lista. Isto porque estará enviando suas campanhas para endereços de email que de fato existem e podem ser abertos e, portanto, seus links também serão mais clicados. De forma similar, se você remover endereços que não abrem suas campanhas há muito tempo, estará aumentando a interação com a lista remanescente. Além disso, você pode gastar menos com um plano menor e pagar apenas pelos inscritos que estão abrindo suas campanhas e que por conta disso, garantem mais chances de que sua mensagem seja entregue. Por favor, perceba que isso não necessariamente funciona com bases novas, pois estas não possuem dados ou rejeições suficientes para prover nenhuma grande mudança ao limpar sua lista. Verificar a lista pode ser mais útil para você neste caso. Como remover endereços digitados de forma incorreta. Isso também é resolvido através de formulários de cadastro com dupla validação. Contudo, se a base de dados não é atual, ou se você nunca enviou email marketing para ela, é provável que os relatórios da sua campanha mostrem uma taxa de rejeição alta (em outras palavras, mais de 2%.). Você conhece as suas taxas de rejeição? Uma conta de email de marketing deve ter, no máximo, uma média de 2% de rejeições. Ademais, a limpeza da base pode se fazer necessária se sua lista cair em uma armadilha de spam. Uma spam trap (armadilha de spam) é uma armadilha usada por ISPs para saber que usuários estão enviando mensagens para uma base de dados sem permissão, ou para uma base muito velha. Como a limpeza pode ser feita com a Benchmark?      Se você não possui um bom sistema de controle para gerir os contatos que foram removidos, é possível que eles tenham sido carregados de novo na ferramenta. Para resolver este problema, a limpeza seria feita do seguinte modo:      Faça login na sua conta      Clique em “Limpar lista”      Selecione: Confirmados + Hard Bounces      Clique em “Criar Nova Lista”      Assim que for criada, você precisará acessar a lista e clicar nos três pontos.      Selecione a opção “Copiar Lista”      Copie para uma “Lista Existente” e selecione “Lista Principal de Remoção de Inscrições”      Desta forma, você estará evitando que os contatos inúteis sejam recolocados na ferramenta. Mantenha em mente que esta ação é irreversível.      Se você tem um bom sistema de controle para administrar seus contatos e evitar que os endereços já removidos recebam emails, então a limpeza da lista deve ser executada dos pontos 1.1 ao 1.3, então clique em “Remover da lista”.   Se uma campanha específica que você enviou gerou um número grande de rejeições e, nesta campanha, você selecionou múltiplas listas, seguir os passos acima pode ser complicado. Neste caso, recomendamos que faça o seguinte:      Vá em Relatórios e clique na campanha      Clique em “Bounces”      Selecione “Hard Bounces”      Clique nos 3 pontos e então “Exporte para um Arquivo”      Baixe o arquivo e o suba para a “Lista Principal de Remoção de Inscrições”. Se você possui armadilhas de spam em sua conta, deve seguir os passos anteriores e incluir os inscritos que não abriram suas últimas 30 campanhas. As armadilhas de spam estão neste grupo porque não abrirão seus emails. Estas são as quatro formas que indicamos de manter sua conta livre de rejeições de modo a alcançar uma reputação alta. Agora, você só precisa escolher a opção que melhor se encaixa com suas necessidades e começar a limpeza. Se precisar de ajuda neste processo, pode contatar um de nossos especialistas de email marketing, ou se notar alguma anomalia em sua taxa de rejeição, como um súbito crescimento, sinta-se livre para nos contatar antes de iniciar a limpeza. Queremos saber que práticas de higienização causaram um maior impacto em seu email marketing. Compartilhe suas dicas ou resultados na seção de comentários abaixo!


Ler Mais
Adapte sua Estratégia de Email Marketing ao GDPR

Adapte sua Estratégia de Email Marketing ao GDPR

Marketing na Prática • 6 de maio de 2018

No dia 11 de abril de 2018, realizamos um webinar em inglês abordando os pontos-chave em que o novo Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) pode afetar sua estratégia de email marketing. Não se esqueça de que o GDPR entrará em vigor no dia 25 de maio de 2018, então sua estratégia de email marketing deve estar de acordo com as novas normas até lá. Nota do editor: a Benchmark fornece informações durante o webinar e neste artigo apenas para fins informativos. Tais informações não podem ser entendidas como aconselhamento jurídico. Para obter conselhos sobre qualquer assunto ou aspecto relacionado ao GDPR, você deve entrar em contato com seu advogado. Qual é o objetivo do novo GDPR? O principal objetivo do novo GDPR é fornecer aos usuários controle final sobre seus dados pessoais. Quais benefícios o novo GDPR fornece? Um continente, uma lei: uma única lei pan-europeia para a proteção de dados, substituindo as atuais e inconsistentes leis nacionais. As empresas lidam com apenas uma lei, não com 28. “One-stop-shop”: Uma \"one-stop-shop\" para empresas. As empresas terão de lidar apenas com uma única autoridade de supervisão e não com 28, tornando mais simples e mais barato para as empresas fazerem negócios na União Europeia. As mesmas regras para todas as empresas - independente de onde são baseadas: Atualmente, as empresas europeias têm de aderir a normas mais estritas do que as empresas estabelecidas fora da UE, mas também realizando negócios no nosso mercado único. Com a reforma, as empresas sediadas fora da Europa terão de aplicar as mesmas regras quando oferecerem bens ou serviços no mercado da UE. Isso cria um campo de jogo nivelado. Neutralidade Tecnológica: o regulamento permite que a inovação continue a prosperar sob as novas regras. Funções e restrições no tratamento de dados pessoais O GDPR estabelece a responsabilidade sobre o “controlador”, que assume a responsabilidade da aplicação do Regulamento. O controlador é quem determina os propósitos e meios do processamento de dados pessoais. Como consequência, o controlador também deve garantir que o modo como os dados pessoais são tratados está em conformidade com o GDPR. Se o controlador, por exemplo, decidir usar a Benchmark como um software de email marketing, ele deve garantir que as ferramentas fornecidas pela Benchmark sejam compatíveis com o GDPR, garantindo o direito de retificação, acesso ou eliminação. Como você provavelmente sabe, a Benchmark fornece essa opção através do link \"Gerenciar assinatura\", que, no entanto, não aparece como obrigatório no rodapé do email. Portanto, é responsabilidade do controlador ativá-lo e adicioná-lo. Nesse cenário, a Benchmark é apenas um simples software de processamento de dados. Consentimento Até agora, quando um assinante se inscrever através de nossos formulários de inscrição, não era obrigatório informá-lo sobre a finalidade das atividades de processamento de dados a serem realizadas. O GDPR menciona que o consentimento deve ser dado por um claro ato afirmativo, estabelecendo uma indicação livre, específica, informada e inequívoca do acordo do titular dos dados, e deve cobrir todas as atividades de processamento realizadas para o mesmo fim ou propósitos. Quando o processamento tem múltiplos propósitos, o consentimento deve ser dado para todos eles. Além disso, quando o processamento é baseado no consentimento do titular dos dados, o controlador deve ser capaz de demonstrar que o titular dos dados deu o consentimento para a operação de processamento. Coleta O GDPR defende a simplicidade na coleta de dados. Como profissionais de marketing, tendemos a solicitar mais detalhes do que o necessário (por exemplo, para enviar um boletim informativo semanal simples). Este novo Regulamento incentiva a coleta mínima possível para a estratégia de marketing atual e a não solicitar dados desnecessários que possam (ou não) ser úteis no futuro. Acesso O controlador deve conceder a fácil execução dos direitos do titular dos dados, incluindo mecanismos para solicitar e, se for o caso, obter gratuitamente, em particular, acesso, retificação ou exclusão de dados pessoais e o exercício do direito de oposição. Tratamento de dados pessoais O controlador deve informar ao titular dos dados a existência da operação de processamento e os seus objetivos para garantir um processamento justo e transparente. Como a Benchmark está em conformidade com o novo GDPR? “Direito de ser esquecido” Este direito é uma das maiores alterações deste regulamento. Pela primeira vez, este direito é regulado e obriga o controlador a remover completamente os dados, caso o titular dos dados o solicite. Para exercer o direito de ser esquecido, temos dois cenários diferentes: Benchmark | Cliente No caso de qualquer um dos clientes da Benchmark desejar ser “esquecido”, ele precisará solicitar a exclusão da gravação de dados para support@benchmarkemail.com e assim prosseguiremos com a eliminação deles. Benchmark | Cliente | Inscrito Qualquer um dos inscritos de nossos clientes pode solicitar a exclusão de suas listas e registros. É responsabilidade do cliente excluir o assinante de nossos (e outros) sistemas, com uma exceção: se o assinante já tiver cancelado a inscrição, o cliente não poderá remover os dados da lista principal de remoção de inscrições. Se isso acontecer, o cliente deve encaminhar o email do usuário para support@benchmarkemail.com e prosseguiremos com a eliminação do assinante da lista. Acessibilidade / retificação / cancelamento de assinatura O controlador deve incluir a opção \"Gerenciar assinatura\" nas campanhas: Adicionando esta opção, o cliente dá ao sujeito dos dados a opção de acessar, retificar e cancelar a assinatura de seus dados. Quando o assinante clicar nesse link, ele encontrará esta tela: O assinante pode exercer seus direitos aqui. Na Benchmark, estamos atualmente nos preparando para permitir que o titular de dados possa corrigir o restante dos campos e não apenas o email, nome e sobrenome. Consentimento Também estamos atualizando nossos formulários de inscrição para estar em conformidade com o GDPR antes do prazo final em maio. Vamos incluir a caixa de seleção obrigatória vinculada à política de privacidade do controlador. Transferência internacional de dados pessoais: O artigo 45º diz que a transferência de dados pessoais para um país terceiro ou uma organização internacional pode ter lugar quando a Comissão tiver decidido que o país terceiro, um território ou um ou mais setores especificados nesse país ou organização em questão garantem um nível adequado de proteção. Tal transferência não exigirá nenhuma autorização específica. Esta transferência internacional de dados pessoais é garantida pelo Acordo EU-US Privacy Shield, cuja certificação a Benchmark possui: Política de privacidade Estamos adaptando nossa política de privacidade para estar em conformidade com o GDPR. Nas próximas semanas, enviaremos um email com as atualizações para todos os nossos clientes. Localização de servidores Nunca antes foi uma obrigação ter servidores na Europa, mas com o novo GDPR é ainda menos necessário. Um dos objetivos do GDPR é equiparar a proteção de dados que as empresas européias estão cumprindo com a que as empresas estrangeiras aplicam, de modo que todas as empresas sejam obrigadas a competir em igualdade de condições. Encontre a gravação do nosso Webinar aqui (em inglês): RGPD - EN - bmesrv Se este artigo foi interessante para você, compartilhe com seus amigos!


Ler Mais
Regulamentação Geral sobre a Proteção de Dados: Tudo o que Você Precisa Saber

Regulamentação Geral sobre a Proteção de Dados: Tudo o que Você Precisa Saber

Além do Email • 2 de abril de 2018

O principal objetivo do novo Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD) é fortalecer e combinar o manuseio de dados pessoais de vários países membros e adaptá-los sob um único regulamento da União Europeia (UE). Atualmente, os 28 países membros da UE têm seus próprios regulamentos de proteção de dados e aplicam essas leis ao comércio internacional, o que dificulta o exercício dos direitos de proteção de dados pessoais. O novo RGPD vem com uma gama de regras que afetam todas as empresas, independente do tamanho ou setor, e que por vezes precisam estar prontos para focar em diferentes áreas de suas empresas. O novo regulamento relativo à proteção das pessoas físicas no que diz respeito ao processamento e livre circulação de dados pessoais entra em vigor em 25 de maio de 2018, dois anos após a aprovação do Regulamento 2016/679 pelo Parlamento Europeu e pelo Conselho. Neste artigo, queremos te ajudar a entender o que você pode (e o que não pode) fazer para atender aos requisitos deste novo regulamento e assegurá-lo de que a Benchmark, sua ferramenta de email marketing, também os está atendendo. O novo RGPD não elimina as legislações de Proteção de Dados atualmente em vigor em cada um dos países membros. Em vez disso, ele ajuda a sincronizar todos os países membros da UE. Algumas das decisões ainda serão tomadas a nível nacional para cada um dos países membros, mas lembre-se de que as partes responsáveis ​​devem agora referenciar o RGPD como norma e não os próprios regulamentos de Proteção de Dados de seus países. Se você atualmente atende aos requisitos de proteção de dados de seu país, já tem uma boa base. No entanto, ainda precisará revisar e alterar alguns aspectos para cumprir com as novas regras. Há três pontos principais que você precisa ter em mente em sua estratégia de email marketing: consentimento, acesso e coleta de dados. Consentimento De acordo com o artigo 4 (11), “Consentimento” do titular dos dados, uma manifestação de vontade, livre, específica, informada e explícita, pela qual o titular dos dados aceita, mediante declaração ou ato positivo inequívoco, que os dados pessoais que lhe dizem respeito sejam objeto de tratamento; Como afirmado na definição, o consentimento do usuário deve ser inequívoco e também explícito. Essas duas palavras eliminam qualquer dúvida ou ambiguidade. (32) O consentimento do titular dos dados deverá ser dado mediante um ato positivo claro que indique uma manifestação de vontade livre, específica, informada e inequívoca de que o titular de dados consente no tratamento dos dados que lhe digam respeito, como por exemplo mediante uma declaração escrita, inclusive em formato eletrónico, ou uma declaração oral. O consentimento pode ser dado validando uma opção ao visitar um sítio web na Internet, selecionando os parâmetros técnicos para os serviços da sociedade da informação ou mediante outra declaração ou conduta que indique claramente nesse contexto que aceita o tratamento proposto dos seus dados pessoais. O silêncio, as opções pré-validadas ou a omissão não deverão, por conseguinte, constituir um consentimento. O consentimento deverá abranger todas as atividades de tratamento realizadas com a mesma finalidade. Nos casos em que o tratamento sirva fins múltiplos, deverá ser dado um consentimento para todos esses fins. Se o consentimento tiver de ser dado no seguimento de um pedido apresentado por via eletrónica, esse pedido tem de ser claro e conciso e não pode perturbar desnecessariamente a utilização do serviço para o qual é fornecido. Exemplo: Recentemente participei de uma feira onde, ao longo do dia, acumulei vários cartões de visita que serão usados para criar um banco de dados que salvarei na minha conta da Benchmark com o objetivo de enviar newsletters informativas. Com o novo Regulamento, isso é legal? Não. O networking alcançado entre você e os indivíduos na feira não lhe dá o direito de usar seus dados pessoais, mesmo com a confirmação verbal do indivíduo. O RGPD exige agora que exista evidência deste acordo entre ambas as partes. O RGPD afirma que deve haver consentimento inequívoco e explícito do indivíduo que pode ser apoiado com evidências no caso de uma auditoria. É necessário que haja evidências de que o indivíduo está dando seu consentimento para que seus dados pessoais sejam usados. RECOMENDAÇÃO: Revise seus métodos para coleta de dados e elimine qualquer ambiguidade que possa existir. Analise seu banco de dados e use apenas os dados para os quais você pode fornecer prova de que o consentimento foi dado a você pelo indivíduo. Acesso A parte responsável pelo processamento de dados pessoais deve fornecer a cada usuário acesso simples e direto para modificar seus próprios dados pessoais. A parte responsável também deve fornecer um meio pelo qual o indivíduo possa confirmar que está dando seu consentimento por meio eletrônico, seja através de seu próprio site, formulários de inscrição ou confirmação por email. A parte responsável terá um mês para fornecer uma resposta ao cliente, com a possibilidade de estendê-lo para dois meses no caso de ser uma solicitação complexa, na qual as medidas necessárias estejam sendo tomadas para completar a solicitação dos indivíduos. No caso da nossa ferramenta de Email Marketing, a opção Gerenciar Inscrição permite que o indivíduo acesse seus dados pessoais e modifique os dados, caso necessário, ou cancele a assinatura diretamente. Neste ponto, há um novo direito, que é o DIREITO DE SER ESQUECIDO (artigo 17). O usuário pode exercer o seu \"direito de ser esquecido\" e ter seus dados pessoais removidos do banco de dados permanentemente. Selecionamos duas das seis razões incluídas no sub-ponto 1, que dão ao indivíduo a capacidade de exercer o seu direito: a) os dados pessoais não são mais necessários em relação aos fins para os quais foram coletados ou processados; d) os dados pessoais foram processados ilegalmente; Coleta de dados: O RGPD defende a simplicidade na coleta de dados pessoais. Como profissionais de marketing, tendemos a pedir mais detalhes do que o necessário quando tudo o que estamos fazendo é enviando uma newsletter informativa semanal. Por esta razão, essas novas regulamentações incentivam que apenas um mínimo de dados pessoais seja coletado e compilado para a nossa estratégia atual e não a coleta de dados adicionais que possam possivelmente ser úteis no futuro. Se seu objetivo for informar os contatos de seu banco de dados sobre as próximas promoções, a compilação do nome e endereço de email de um indivíduo serão mais que suficiente para atingi-lo. Brexit O Reino Unido sairá oficialmente e deixará de fazer parte da UE em 2019. Com essa saída, os regulamentos não serão aplicáveis a eles. Atualmente, não sabemos como o Reino Unido, ou empresas do Reino Unido, lidarão com a proteção de dados, mas acreditamos que eles aprovarão regulamentos semelhantes que serão comparáveis com os da UE. O que acontece se eu não atender aos novos requisitos do RGPD? O Regulamento Geral de Proteção de Dados estabelece um conjunto de ferramentas para cumprir com o novo regulamento, incluindo sanções e multas. Uma série de fatores serão levados em consideração e cuidadosamente avaliados quando uma multa for imposta devido ao descumprimento do novo RGPD, como: a gravidade / duração da violação; o número de titulares de dados afetados e o nível de dano sofrido por eles; o caráter intencional da infração; quaisquer ações tomadas para mitigar o dano; o grau de cooperação com a autoridade supervisora. O regulamento estabelece dois tipos de multas caso as regras não sejam respeitadas. O primeiro teto estabelece multa de até 10 milhões de euros ou, em caso de falência, até 2% do faturamento anual global. Esta primeira categoria de multa seria aplicada, por exemplo, se os responsáveis pelo processamento não realizassem avaliações de impacto, conforme exigido pelo regulamento. O teto mais alto das multas atinge um máximo de 20 milhões de euros, ou 4% do faturamento anual mundial. Um exemplo seria uma violação dos direitos das pessoas estabelecidos pelo regulamento. As multas são ajustadas de acordo com as circunstâncias de cada caso individual. Você deve dar atenção aos pontos acima (consentimento, acesso e coleta de dados) quando chegar a hora de planejar sua estratégia de email marketing. Benchmark Na Benchmark, estamos trabalhando duro para atualizar nossa Política de Privacidade, a fim de cumprir com os requisitos do regulamento. No caso do RGPD, não há certificação que nos declare que estamos em conformidade com os novos regulamentos, assim como com o Privacy Shield Framework. Nós da Benchmark queremos garantir que seus dados pessoais estejam sendo tratados em conformidade com o novo RGPD. Pela primeira vez, a UE mostra liderança e união na maneira como os dados pessoais precisam ser tratados e obriga o resto do mundo, sem exceção, a seguir essas regulamentações caso queira lidar com dados pessoais europeus. Não se esqueça de compartilhar este artigo com seus contatos e deixar um comentário abaixo. Obrigado pela leitura!


Ler Mais