Publicações de séries: Produto & Design

5 Dicas para Reduzir sua Taxa de Cancelamento de Inscrição

5 Dicas para Reduzir sua Taxa de Cancelamento de Inscrição

Produto & Design • 9 de agosto de 2017

Você está sofrendo com altas taxas de remoção de inscrição das suas campanhas de email marketing? Por acaso não sabe por que isto ocorre? Está se perguntando qual é o motivo para este dilema? Dê uma olhada em algumas razões comuns que levam os assinantes a cancelarem sua inscrição e a solução para esses problemas! Abaixo encontram-se 5 ótimas dicas para diminuir suas taxas de remoção de inscrição! Fornecer maneiras alternativas de permanecer em contato Uma das maiores razões para o cancelamento da inscrição por parte dos destinatários é o sentimento de estarem sendo inundados por emails. Infelizmente, quando isso acontece, eles costumam remover a inscrição da maioria dos emails que recebem. A triste realidade desta situação é que esses destinatários não consideram seu email como algo especial. Portanto, eles não pensam duas vezes em cancelar a inscrição do recebimento dos emails. No entanto, existe uma maneira de salvar esta situação. Deixe-os saber que há outras maneiras para que seus assinantes permaneçam em contato com seu negócio. Forneça-lhes links para seu blog, web feeds, ou qualquer outro meio de comunicação, como as mídias sociais. Não encha a caixa de entrada de seus assinantes Muitas vezes, você é a causa da decisão dos seus destinatários cancelarem a inscrição. Isto acontece quando a caixa de entrada de seus destinatários é inundada com vários emails seus. A boa notícia é que há uma série de soluções para corrigir esse problema. Você pode fornecer aos seus destinatários uma opção para permanecer inscrito e alterar a frequência dos emails enviados. Esta opção deve ser oferecida ao clicarem no link de cancelamento da inscrição. Ela  deve também estar presente no momento da inscrição para que os destinatários possam selecionar a frequência mais adequada para cada um. Você também pode considerar fazer o teste de diferentes frequências e analisar as reações de seus destinatários, a fim de descobrir a melhor frequência a ser usada. Forneça a opção de alterar o endereço de email Seus assinantes podem simplesmente querer alterar seu endereço de email. No entanto, se você não fornecer-lhes uma opção para fazê-lo, eles acabarão por cancelar a inscrição. Provedores de serviços de email como a Benchmark Email já possuem essas opções em seus aplicativos. Não utilizar esta ferramenta pode resultar em perder desnecessariamente seus assinantes. Dê aos assinantes o que eles estão procurando Seus assinantes se inscreveram porque esperam que você cumpra determinadas expectativas. Caso não lhes der o que querem, eles não terão razão para permanecerem inscritos. Fique de olho em seus emails e garanta que eles contenham o que você prometeu entregar. Caso prometeu enviar emails informativos, evite colocar táticas promocionais excessivas dentro do email. Certifique-se de que pelo menos 70% das suas informações são livres de promoção. Forneça aos seus assinantes uma lista de tópicos e assuntos e deixe-os selecionar o que lhes agrada. Também forneça-lhes a opção de cancelar a inscrição apenas sobre um determinado tópico ou assunto. Analise seus relatórios e tome nota dos tópicos e promoções que obtêm a melhor resposta de seus assinantes e adapte seus emails de acordo. Você poderia até pensar em implementar emails de gatilho e segmentação para melhor direcionar seu público-alvo. Incentive as pessoas a editarem suas preferências de inscrição Motive as pessoas a editarem suas preferências de inscrição. Esta é uma ótima maneira para seus destinatários deixarem você saber o que está faltando, para assim se adaptar adequadamente. Infelizmente a maioria das pessoas só utilizam esta opção depois de já terem decidido cancelar a inscrição. Dê-lhes incentivos para editarem suas preferências notificando-os sobre ofertas especiais ou solicitando que atualizem seus perfis para eventos futuros. Você conhece mais dicas para diminuir as taxas de cancelamento de inscrição? Conte-nos sobre elas!


Ler Mais
Rebranding Benchmark: A Jornada de nossa Equipe interna de Design

Rebranding Benchmark: A Jornada de nossa Equipe interna de Design

Produto & Design • 12 de maio de 2017

Vamos voltar um pouco: A Benchmark começou lá em 2004 como um serviço de email marketing que era fácil de usar e acessível a qualquer um  que tinha a esperança de crescer seus negócios. Desde então, a companhia tem passado por mudanças significativas que resultaram na necessidade de nos reidentificarmos ao longo dos anos. Isto tem sido visto através de mudanças em nosso logo e marca, como um esforço para igualar nossa identidade versátil. inclusive reflete o porquê de termos alguns logos diferentes pelos anos, com o intuito de nos adequar à nossa identidade instável. then, the company has experienced significant changes resulting in the need to reidentify who we are over the years. This has been reflected in cycling through a few different logos and rebrands in an effort to match our shifting identity. Nosso Desafio   The product and design growth that we have experienced often happened out of necessity and somewhat unexpectedly. As a small company, time and resources are minimal and we have had to do our best within the reality of those limitations. We were able to maintain a fairly consistent identity. However, we lacked the opportunity to create a brand that fully embodied who Benchmark is and the direction that we are going. As the design team, this often left us in an awkward and unclear space, making it difficult to have excitement and ownership of our identity as the company continued. It was time for a change. It was the time that as a company we had something that could scale and something that could perform. One of the most fundamental parts of a brand identity has to do with the logo. This presented the first, and greatest, challenge. Our old logo had some major weaknesses. It consisted simply of our name written in a script typeface without a correlating mark.  When using our logo in small spaces, we did not have a mark or small version of the logo that functioned well.  We often ended up using the ‘B’ of ‘Benchmark’ for those situations, which was less than ideal. Another challenge was our primary brand color. As a dark navy blue, our brand looked far too similar to numerous other corporate enterprise software companies. Along with a generalized name like Benchmark, correlating to the mainstream tech market, there was a need to create a new brand identity that would stand out and demand attention. How Do You Rebrand a Company Anyway? When we began the process of creating a brand identity, we had no idea what we were doing. Identifying the challenges above was only one small step in the task before us, and we realized we had more questions than answers. How do you rebrand a company with offices in nine different countries and nine different languages? Where do you even start? Our small in-house design team sure as hell didn\'t know. We searched for every rebrand we could find on the internet, trying to dissect blog posts looking for any hints of how the process could work. Many companies that shared about their rebrands often mentioned only bits and pieces of the process. It was rare to find anyone that detailed each of the steps, but for those that did, we were extremely grateful. We also found a couple of books including Designing Brand Identity and Design Matters that guided our journey. For companies that willingly shared about their rebrand, it seemed that each one we found had a very different process. Some of the companies with greater resources utilized outside agencies to take on the rebranding task, not surprisingly creating stellar results. It became evident that there are many ways to rebrand, and we had to choose a way that was best for our company. Since our design team knew the uniqueness of Benchmark, understanding its quirks and functions, we felt the creative freedom to choose a path for rebranding that reflected our individualism. Finding Our Company Identity The initial Benchmark identity was conceptualized organically, without much thought or intentionality behind it. As the company shifted and grew, it became clear that having an identity with a purpose was a necessity in order to continue succeeding in a competitive and quickly changing market. 2016 was the year that marked large scale changes for our company and its identity development. As a whole, Benchmark dug deep to figure out exactly who we are, who we want to be and where we fit with the rest of the enterprise software world. This could not have been better timing for our design team as we began to take on the rebrand. Determining how to encompass the complexity of holding to our roots, while also having a better definition, required an assessment of the Benchmark of old and the Benchmark that was to be. This happened in a few different ways and contributed to the creation of our brand brief that we worked on with Curt and Denise Keller, the owners of Benchmark. Our CEO, Curt, chose the word ‘Benchmark’ and a navy blue back in 2004, from a desire to be a company that appeared corporate and professional. Curt has always had big dreams for Benchmark and envisioned it being a standard in the industry. The hope was that the company would be the rock, or benchmark, by which our clients would evaluate email marketing. The dream of Benchmark was still foundational, whereas the colors could use adjustment. Curt and Denise are very down to earth and practical. They have created an incredible company culture that is comfortable, casual and feels like a family. We love extending those same feelings and values to our customers through our products, and knew that this was vital to include in the rebrand. To evaluate our trajectory, including customer base and products, diverse teams were formed within the company. Using books like Traction, Scaling Up, Inside Advantage and 2-Second Lean, people on the teams helped to give input and perspective in defining the new company identity, and guiding the rebranding process. Step 1 - Define the Attributes Based on our conversations with the owners and the strong themes that emerged, we set out to define our brand attributes. The most obvious themes were that Benchmark is powerful and professional while simultaneously being friendly, approachable, and practical. That balance is our sweet spot. To coincide with these themes, we created a list of attributes, which would be a crucial part of the rebranding process. This list of attributes became the foundation for our visual ideas and was the system with which we ranked ideas and made decisions. No matter how great a concept was, if it failed to communicate the attributes of the company to our design team then inevitably it would fail to communicate our brand. To formulate our list of attributes, our design team did a word association exercise. We placed words from the brand brief in the center of giant posters, filling each one with any words that correlated with the one in the middle. We ended up with hundreds of words. We then highlighted all of the words that stuck out as strong attributes and had potential to give us visual ideas for the brand. From all of the highlighted words, we were able to narrow down to a final short list of attributes. Step 2 - Draft Out All Ideas From the list of visual attributes, we did quick sketch sessions of our raw ideas. This was by no means a visually stunning exercise, but it was extremely helpful to start the development of the logo mark. As we did this, we started to see strong visual themes emerge, some of which would end up being in the mix until the very end of the process. After flushing out some broad concepts, we honed in for some smaller sketches on the logo mark. To do this, we did an exercise where we created visual metaphor matrices, which helped us generate ideas by combing words on a matrix. We listed our attributes individually on one axis and then had simple words on the other axis. In trying to compare the combination of two of the words, it pushed us to come up with more ideas. Step 3 - Exercise and Iterate As the process continued, we went through hundreds of concepts. One thing we definitely learned is that we must iterate and be open to new exercises to keep moving and creating. Time after time, we found ourselves feeling as if we had no ideas left, but also recognizing that what we had generated so far was not yet right. Whenever we were stuck, we would try more exercises to keep pushing things further. Step 4 - Deciding on a Direction When we felt confident that all of the ideas had been explored, it was time to make the tough decision on the final direction of the logo mark. This was one of the most difficult moments in the process. We had a handful of logos that felt exciting to take to take to the next level. We also knew that we didn’t want to settle and desired to select something that would leave a lasting impression as a representation of the company. Ultimately, it came down to which one encompassed the most attributes. As a team, we selected our top picks, then did a silent vote and discussed the results. It was a relief to get past that stage and onto the next. Step 5 - Iterate Until It’s Right There was still much more work to do even after selecting the final direction. We continued to draft versions of the logo mark by doing exercises on both paper and in Adobe Illustrator. There reached a point after numerous iterations where we knew that we were close, but for some reason were having trouble finalizing the concept. Our team kept making attempts, creating and doing exercises, but nothing felt quite right. Finally, Kristen, one of our designers, started to see something happening in an old treatment of the logo from a previous exercise. As she had us gather around the mark that we had been adjusting for awhile, she began to explain what she was seeing, and as we listened, everything clicked into place. The center of the mark was where the magic was happening. It was about growth and transformation, about never being the same again and continuous improvement. Lines were moving forward from the left to the right, intersecting and communicating with the negative space. Once the lines pass through the center, they change position and continue to grow. This reflected not only our company story but the story we wished for our customers. Our new logo contained all of our attributes and then even a little bit more. Step 6 - Logotype and Typography For the logotype and typography, we decided to use a sans serif. Whenever we saw ‘Benchmark’ written in serif, it felt too serious and didn’t fit our attributes as well. After trying hundreds of sans serifs, we landed on a beautiful typeface from Luzi Type called Buenos Aires that paired beautifully with our finalized mark. Thinner weight sans serifs felt too weak to hold our company name, and heavier weights were too overpowering. We also wanted a typeface that was solid but still felt approachable and friendly. Interestingly enough, Luzi Type had another sans serif that we loved called Messina, which ended up being our main typeface apart from the logo. Step 7 - Identity System and Continuous Improvement Our design team is still in the beginning stages of creating our identity system and has started exploring ways to incorporate this motif into developing products. The hope is that the new motif translates growth, transformation and communication as it is implemented into the redesign of our application and our new CRM product that Benchmark is currently pre-releasing to a select group of users. You can continue to join us in our rebranding journey by subscribing to these posts and read stories on how we are learning to improve. Our Team A sincere thank you from all of us on the Benchmark brand team for taking the time to read about our labor of love. How About You? This was a really intense, but incredible process for our design team. There were many things that we learned from it, and looking back, we wish that we would have had more resources and guidance to help us not feel so alone on the journey. Our hope in sharing our process through this blog post is that it provides encouragement and offers direction to other designers embarking on a company rebrand. If you have questions, would like more resources, or have stories of your own rebrand, we would love to hear from you in the comments below or on social media! - Are you currently working on a brand or rebrand project? What is it? - Share your process! However simple or complex, it really helps others.


Ler Mais
Novidades no Editor de Arrastar & Soltar

Novidades no Editor de Arrastar & Soltar

Produto & Design • 20 de janeiro de 2017

Nós já te apresentamos a Jornada Lean que todos aqui na Benchmark estão imersos. É um processo que busca a eliminação do desperdício e a melhoria contínua. Em 2017, nossa meta é a de aumentar este foco lean em nosso produto. O primeiro exemplo disto é o aperfeiçoamento de nosso Editor de Emails de Arrastar & Soltar. Agora será ainda mais fácil criar sua próxima campanha de email… sem mencionar que também será mais rápida! Não se preocupe, não retiramos nenhum de seus recursos preferidos. Nós apenas reorganizamos alguns ítens para melhorar seu fluxo de trabalho. Nevegação pelo Editor Para nossas guias de Layouts, Blocos e Estilização Global, nós substituímos os ícones de navegação por texto. Nesta melhoria focamos em tornar as coisas mais simples, mais fáceis de entender e mais eficientes de se usar. Nosso time que trabalha com a experiência do usuário (UX) têm trabalhado bastante para manter o profissional de marketing em mente e esperamos que essas mudanças continuem a estabelecer a Benchmark como a melhor e mais clara solução de email marketing. Organização dos Blocos de Conteúdo Aperfeiçoada Cada bloco de conteúdo agora está separado em duas guias: Configurações e Conteúdo. A guia de Configurações controla as opções externas dos blocos. Isso inclui a cor do fundo, o espaçamento das margens, e tudo que envolve o conteúdo. A guia de Conteúdo envolve o que está por dentro, ou todas as peças internas dos blocos e como eles se relacionam um ao outro. É o relacionamento de como os elementos trabalham juntos dentro de seu bloco. Por exemplo, no bloco de Legenda da Imagem, a escolha de a imagem estar na esquerda ou direita de seu texto é configurada na guia de Conteúdo. Atualização da Barra de Edição de Texto Nós reorganizamos a barra de ferramentas, focando na forma, funcionalidade e uma melhor experiência para diversos navegadores e dispositivos. Se você estiver em uma tela menor, a barra de ferramentas irá diminuir e alguns dos ítens moverão para o menu onde terão mais opções. Isso irá manter tudo disponível enquanto você estiver presenciando uma barra de ferramentas mais rápida e amigável.


Ler Mais
Por que era necessário termos um processo para o Design de Emails

Por que era necessário termos um processo para o Design de Emails

Produto & Design • 24 de agosto de 2016

Até pouco tempo atrás, tínhamos apenas uma equipe de design responsável por todo o design da Benchmark. Isso significava que a mesma equipe que estava criando os produtos e desenvolvendo os novos recursos também era responsável pelo marketing, criação e manutenção de nosso branding. Me lembro de um dia em que nosso time estava desenhando um email para promover um novo recurso que íamos lançar. Com nenhum processo de design e um desejo de manter uma certa consistência, nós passamos mais de uma hora pesquisando nos emails anteriores o valor certo do código para a cor cinza que usávamos no passado. Aí ficou muito claro que nós tínhamos um problema. Contudo, encontrar uma solução demorou um pouco que foi quando há seis meses a Benchmark decidiu dividir as responsabilidades de nosso único time de design com uma equipe recém formada de marketing e design. No passado, como uma equipe única de design, criar templates de email para nosso departamento da empresa era difícil. Cada email tinha um propósito específico ou necessidade, e isso fazia com que nosso time começasse todos os modelos do zero. Se o departamento de marketing quisesse um email de última hora, nunca havia tempo suficiente para criar um de boa qualidade. Como pode imaginar, gastamos muito tempo tentando manter uma certa consistência em nossos designs sem um processo padrão, e nos encontrávamos, muitas vezes, frustrados e confusos. E essas mesmas inconsistências no design eram multiplicadas por toda a empresa com emails sendo enviados em nove idiomas diferentes a partir dos escritórios da Benchmark mundialmente. Com esta mudança de ter uma equipe de marketing e design inteiramente dedicada a tomar posse do design de templates dos emails, reconhecemos que um processo precisava ser criado. De outra forma, nossa experiência com as frustrações, falta de tempo, branding mal posicionado e ter que voltar aos velhos emails para encontrar alguma consistência não só continuaria como seria também amplificado. Para estes problemas, queríamos criar um processo de design modular que ajudaria a solucionar problemas de inconsistência e falta de tempo. Nós fizemos um inventário de todos os emails que foram enviados no último ano pelos nossos times da Benchmark, incluindo aqueles de nossos escritórios internacionais, e os organizamos por idioma e propósito para entender as necessidades específicas que cada escritório possuía e que tipos de emails cada região estava enviando. Algumas regiões estavam mais focadas em educar os clientes, enquanto outras mais focadas nos eventos e parcerias. As necessidades de marketing era diferente em cada região. O importante aqui era criar soluções que incluiriam todos os nossos escritórios e não supor que as necessidades de marketing de uma região seriam as mesmas para todas as outras. Anotamos todos os emails que vimos repetir para ter uma ideia das peças modulares que talvez precisaríamos criar, como por exemplo: newsletters semanais/mensais, promoções, convites à webinários, anúncios de produtos, emails automatizados do sistema e até mesmo os emails pessoais dos donos da empresa. Em seguida, documentamos os estilos de cada seção. Descobrimos que tínhamos inúmeros estilos diferentes sendo usados para cabeçalhos, blocos de conteúdo, tipografia, botões das mídias sociais, informações de contato, estilo de imagens, entre outras coisas. Após termos documentado tudo, fomos capazes de criar estilos unificados para cada um dos casos de uso. Algumas coisas que estávamos considerando ao fazer isso era nosso branding atual, estar ciente de todos os outros idiomas e o que era apropriado para cada um eles, estilos móveis (são vistos pelo celular), legibilidade e estética. Foi necessário que revirássemos por tudo que já havíamos feito e criássemos um padrão de apelo estético para nossos clientes. Outra coisa que foi preciso fazer foi criar e encontrar uma estratégia para as imagens e o que precisávamos fazer para elas, já que elas podem mudar drasticamente o visual de um email. Para manter a consistência, criamos um Guia e o repassamos para nossa equipe internacional de designers e para nossa equipe de marketing. Também colaboramos com a equipe de marketing para assegurar que as metas fossem alinhadas e tudo conversado. Nosso desafio final era o de colocar em prática este novo sistema à nível nacional e internacional. Conseguimos fazê-lo facilmente através de nossa plataforma de email. Configuramos nosso sistema de design como uma conta mestre e colocamos cada escritório como uma subconta desta conta principal. Usando o recurso de enviar os modelos de emails para as subcontas, nós pudemos atualizar facilmente nossas equipes com o novo design. Anteriormente, cada conta criava a sua própria newsletter em suas próprias contas separadas. Agora, ao ficar abaixo de uma conta só, todos têm acesso aos modelos de email que foram desenhados para cada ocasião específica e isso ajuda a manter o padrão. Eu aprendi que é mais fácil pensar em tudo como um todo e criar e gerenciar um sistema do que desenhar algo específico para cada problema individualmente. A chave, contudo, não é apenas criar algo e esquecê-lo. Deve-se usá-la e revisitá-la de forma a fazer ajustes, seguidos de uma atualização constante à documentação para continuar a mantes nossos padrões e consistência. Isto não é algo que nós já sabemos por completo, mas é um processo contínuo de aprendizado e crescimento. Nós usamos nosso próprio editor para desenhar todos os nossos emails. Fizemos isto para que fosse um processo mais fácil para gerentes de conteúdo locais e regionais. Idealmente iríamos fazer tudo em códigos para ter mais controle e para poder atualizar os padrões com mais agilidade. Porém, usar nosso próprio designer de emails se pareceu mais simples e nos deu uma oportunidade de usar nosso próprio produto e observar quão fácil é usá-lo. A informação é útil e quem dera eu tivesse toda a solução já em detalhes quando entrei aqui nessa jornada. De fato, fez uma grande diferença para nós. Demoramos para encontrar a solução ideal, mas valeu a pena. Então se pudermos, de alguma forma, ajudar nossos usuários também… sentimos que seria importante compartilhar nosso processo. Faça bom proveito!


Ler Mais
Introduzindo nossa Nova Automação por Aberturas e Cliques

Introduzindo nossa Nova Automação por Aberturas e Cliques

Produto & Design • 4 de agosto de 2016

Estamos muito felizes em apresentar o mais novo recurso de automação da nossa plataforma! Como usuário Benchmark, você já deve se familiarizar com nossas respostas automáticas. Este recurso permite que você envie uma sequência de emails com base em três ações diferentes: Quando um cliente se inscreve a uma lista Uma data que estiver conectada ao assinante, tal como seu aniversário ou outra data especial Uma data específica relacionada ao assinante Caso você ainda não tenha experimentado este recurso, use a opção de \"Quando um cliente se inscreve à lista\" que mencionamos acima, pois é uma das automações mais básicas e poderosas. Ela envia emails automaticamente aos novos assinantes assim que os mesmos se inscrevem. A resposta automática é o tipo de automação crucial e poderosa que iremos manter para nossos usuários, mas com um novo nome - \"Automação com base em Lista de Contatos\". Este recurso sempre foi e sempre será gratuito. Entendendo o Novo Recurso A fim de prover aos usuários mais opções para a automação por email, nós agora mudamos as Respostas Automáticas de lugar e as inserimos no \'escopo\' de Automações. Ao explorar a nova seção de automações, você irá notar que a primeira adição é baseada no engajamento por aberturas e cliques e consiste em 3 ações: Um assinante abre um email Um assinante clica em qualquer link de um email Um assinante clica em uma URL específica de um email Vamos observar como podemos usar estas ações para segmentar nossos assinantes. Por exemplo, se eu fosse dono de uma empresa de barcos, eu posso configurar uma automação para segmentar meus assinantes em dois grupos: Um que está interessado em barcos à vela, e outro que está interessado em barcos à motor. Após este recurso segmentá-los nestes dois grupos, eles poderão receber um conteúdo baseado em seus interesses automaticamente. Para fazer isso, eu iria primeiro enviar um email que contém um conteúdo sobre os dois tipos de barcos. Isto poderia incluir tais coisas como manuais, um artigo especial sobre um dos tipos de barcos, alguns dados baseados em pesquisas, um desconto em um produto, entre outras opções. Cada conteúdo do email estaria conectado a uma URL para meus assinantes clicarem. Eu usaria a opção mencionada acima de \"Um assinante clica em uma URL específica de um email\", para criar duas automações - uma que envie emails para os assinantes interessados em barcos à vela e outra que envie emails para aqueles que estão interessados em barcos à motor. Para começar a enviar um conteúdo específico para cada um dos dois grupos, eu selecionaria o email original que enviei e a URL que pertence a cada grupo. Este recurso irá então automaticamente enviar conteúdos específicos para cada uma das duas listas. Que tal algo mais simples? Aqui vemos outro exemplo usando a opção de \"Um assinante abre um email\". Digamos que eu tenha uma lista de clientes e quero que nossos mais engajados assinantes comprem meus produtos na promoção. No menu da automação eu posso selecionar a campanha que enviei aos meus assinantes e então configurar para que o email promocional vá apenas para aqueles que abriram minha primeira campanha. É bom notar que nossa ferramenta de \"Emails de Engajamento\" também tem o poder para segmentar assinantes. A diferença é que você os salva à listas ao invés de adicioná-los à uma automação por email. Estamos bastante ansiosos pelos recursos que ainda estão por vir e não vemos a hora de compartilhá-los com você ainda este ano! Até então, esperamos que você aproveite bastante nossas últimas adições à plataforma e queremos ver quão bem você as usa!


Ler Mais
Benchmark Email – O Melhor Serviço de Email Marketing

Benchmark Email – O Melhor Serviço de Email Marketing

Produto & Design • 27 de julho de 2016

No final de junho deste ano, a Benchmark participou de um grande evento internacional de Marketing Digital em São Paulo, o eShow Brasil 2016. Este evento reuniu mais de 4 mil profissionais da indústria digital. Nós da Benchmark não ficamos de fora, é claro! Para nós o momento mais esperado do evento foi a premiação do eAwards Braspag Brasil 2016, particularmente esperamos ansiosamente pelo resultado do prêmio de Melhor Serviço de Email Marketing. \"O eShowAwards premia as melhores empresas do e-Commerce e agências que oferecem os serviços digitais mais inovadores para as marcas e empresas do ramo digital no Brasil. Este ano foram mais de 15 prêmios de voto público entre agências e empresas do varejo online. A cerimônia de premiação foi na quarta-feira, dia 22 de junho, no Auditório da eShow São Paulo, no pavilhão do Expo Center Norte.\" ¹ Após apuração de votos do público, além de uma análise do Juri, a Benchmark foi escolhida como Melhor Serviço de Soluções em Email Marketing! A Benchmark é uma ferramenta cheia de recursos e novidades, como você já deve saber, ao possuir Formulários de Inscrições, Automações por Email, Testes AB, Integrações diversas e ser uma ferramenta intuitiva e responsiva! Queremos agradecer aos votos de confiança e também aos nossos clientes que nos ajudam a crescer como empresa e principalmente nos motivam a nos tornamos cada vez mais experts no email marketing para ajudá-los cada vez mais. Veja algumas fotos abaixo deste grande evento e premiação! [caption id=\"attachment_1924\" align=\"aligncenter\" width=\"700\"] Matheus Alonso, Gerente de Vendas e Suporte da Benchmark Email Brasil recebendo o prêmio na cerimônia do eAwards Braspag 2016.[/caption] Também estava presente no eShow e eAwards um de nossos parceiros, Alfredo Soares, CEO da Xtech Commerce, recebendo o prêmio de Melhor Ecossistema de Vendas pela Xtech. [caption id=\"attachment_1925\" align=\"aligncenter\" width=\"700\"] Xtech Commerce - \"Melhor Ecossistema de Vendas\" & Benchmark Email - \"Melhor Serviço de Soluções em Email Marketing\".[/caption] [caption id=\"attachment_1921\" align=\"aligncenter\" width=\"700\"] Matheus e Larissa em nosso estande no evento.[/caption] Ainda este ano a Benchmark trará muitas novidades para ajudar você em seu marketing. Continue ligado que esta ferramenta vencedora, está mais poderosa a cada dia ! Deseja ver mais? Confira todas as categorias e os vencedores deste ano!


Ler Mais
Benchmark Email no eShow 2016 – 22 e 23 de Junho!

Benchmark Email no eShow 2016 – 22 e 23 de Junho!

Produto & Design • 1 de junho de 2016

O Expo Center Norte estará voltado para o universo dos negócios digitais no mês de Junho de 2016. Durante os dias 22 e 23 deste mês, o espaço receberá a 5ª edição do eShow Brasil, em São Paulo. e é claro que a Benchmark não irá ficar de fora! O evento eShow, que também realiza versões em Madrid, Barcelona, Bogotá e Cidade do México, tem se consolidado a cada ano como um dos mais importantes eventos no universo dos negócios digitais em toda América Latina, são 2 dias repletos de informações e inovações sobre E-commerce, Marketing Online, Social Medias, Mobile, CRM, Cloud Computing, Internet of Things, e muito mais. Nós da Benchmark Email estaremos lá prontos para compartilhar conhecimento e boas práticas do vasto universo do Email Marketing. Não perca a oportunidade de conhecer pessoalmente a Benchmark Email e tirar todas as suas dúvidas sobre campanhas de email! Estaremos no estande 29 próximo ao auditório 2 esperando por você! Além disso, a feira também contará com dezenas de palestras acontecendo nos quatro auditórios do local, com a participação de profissionais nas áreas de economia e cultura digital, como por exemplo, Marcelo Tas. Para conhecer mais sobre o evento e conferir a programação completa, clique AQUI. Data: 22 e 23 de Junho de 2016 Horário: das 9h às 19h Onde: estande 29, Expo Center Norte, Pavilhão Amarelo Entrada: R$150 se cadastrada através do site antecipadamente


Ler Mais
Novas integrações por templates: eBay, Etsy, LinkedIn, Twitter, Pinterest, Facebook Eventos

Novas integrações por templates: eBay, Etsy, LinkedIn, Twitter, Pinterest, Facebook Eventos

Pensando Lean Produto & Design • 16 de maio de 2016

Muitas vezes, iniciantes no mundo do marketing  se questionam algo do tipo \"eu deveria estar fazendo A ou B em meus esforços de marketing?\" Não importa o que A ou B representa, a resposta nunca é ou um ou outro, mas sim tudo. Todos os canais de marketing são mais fortes quando usados em conjunto, um com o outro. As integrações por templates da Benchmark Email fazem isso de uma forma incrivelmente simples. Estamos animados em anunciar novas integrações por templates para o eBay, Etsy, LinkedIn, Twitter, Pinterest e Eventos do Facebook. eBay Chame mais atenção aos seus itens à venda no eBay. Promova um ou vários itens com a integração por template do eBay. Isso significa que você não está limitado a apenas sua audiência do eBay, mas pode também anunciar a clientes, assinantes e muito mais. Etsy Compartilhe os itens de sua loja Etsy com seus assinantes. Promova até 15 de suas ofertas mais recentes com esta integração por template da Etsy. Atraia mais olhares para sua loja na Etsy e com isso venda muito mais. LinkedIn Transforme seus assinantes em seus seguidores no LinkedIn compartilhando atualizações recentes. Informações da sua empresa e as três atualizações mais recentes estão inclusas nesta integração por template do LinkedIn. Seus seguidores do LinkedIn nem sempre são seus assinantes e vice-versa. Essa integração ajuda a preencher essa lacuna. Twitter Converta seus assinantes de e-mail em seguidores do Twitter compartilhando tweets recentes. Até cinco dos tweets mais recentes da sua empresa estão inclusos na integração por template do Twitter. Mesmo que seus assinantes já te sigam no Twitter, eles podem não ver seus tweets. Certifique-se de que suas mensagens sejam visualizadas com a ajuda desta integração. Pinterest Transforme seus assinantes em seguidores no Pinterest compartilhando suas imagens. Atraia mais olhares para o conteúdo de seu Pinterest e expanda seu alcance para além da plataforma. Eventos do Facebook Aumente a participação nos seus Eventos do Facebook promovendo-os através do e-mail marketing. Anuncie um ou mais eventos no Facebook com a integração por template do Eventos do Facebook. Além disso, você tem a vantagem adicional de ter relatórios em tempo real da Benchmark Email. Dessa forma, você será capaz de aumentar o  interesse em seus eventos.


Ler Mais