Como reclamações de abuso afetam a entregabilidade de suas campanhas?

Tempo de leitura: 4 Minutos Marketing na Prática

Nos artigos anteriores demos uma olhada na definição de entregabilidade, fatores-chave e as vantagens de ter um IP Dedicado. Nesta parte, vamos examinar as queixas de abuso, pois este é outro aspecto do email marketing que, quando não tratado corretamente, pode impactar negativamente a reputação do remetente e, portanto, a sua capacidade de entrega.

Infelizmente ser marcado como spam é tão ruim quanto cair em armadilhas de spam.

Mas o que é uma reclamação de abuso? Se você está usando a Benchmark, uma reclamação de abuso pode ser feita de duas maneiras:

  1.  Quando um cliente marca um email como spam usando o botão da caixa de entrada.

Esta é a mais séria delas pois serão os provedores (Gmail, Yahoo, Hotmail, etc.) que irão receber a reclamação diretamente e tomar medidas contra os seus emails.

  1. Quando um cliente marca um email como spam usando o botão da Benchmark.

Se o recipiente usar este botão os provedores não irão receber a reclamação diretamente, o que nos dá tempo para resolver o problema. Entretanto, isto não significa que não seja algo grave. Na Benchmark tratamos reclamações de abuso muito seriamente, e apesar de trabalharmos para ajudar você a resolver o problema, caso a taxa de reclamações de abuso de um cliente for maior do que 0.05% a conta será encerrada. Para colocar este número em perspectiva, isto significa que aceitamos uma reclamação de abuso para cada 2.000 emails enviados.

O que faz meu email ser marcado como spam?

Esta é uma pergunta muito boa. Muitos fatores podem estar por trás do seu destinatário te marcar como spam. Por exemplo:

  1. A lista de contatos que você está usando é muito antiga. Uma lista de contatos antiga pode significar que a informação que você está enviando não é mais relevante ou que os contatos não se lembram mais de terem se inscrito nos seus emails.
  1. As informações que você está enviando não são de interesse para seus assinantes, portanto, eles incorretamente marcam você como spam em vez de cancelar sua inscrição.
  1. Você está enviando muitos emails e seus destinatários estão cansados ​​de recebê-los. Se você acha que este poderia ser o caso, é hora de parar e rever a sua estratégia.
  1. Você está enviando emails para pessoas que não se inscreveram. Esta não é apenas uma prática ruim de email marketing, mas também é ilegal e pode ter consequências negativas muito maiores do que apenas gerar resultados ruins de campanha.
  1. Você está enviando conteúdo para pessoas que solicitaram/esperavam informações sobre outra coisa quando se inscreveram. Por exemplo, se eles se inscreveram para receber uma série de webinars em carpintaria, não os envie um de alta gastronomia. As pessoas ficarão felizes em receber mais informações relacionadas ao que originalmente se inscreveram, mas não ofertas sobre outros assuntos.
  1. O destinatário estava simplesmente tendo um dia ruim e decidiu que não estava interessado ​​em seus emails, marcando-os como spam. Isso acontece raramente, mas você aprenderá mais sobre como resolver isso abaixo.

Você viu até agora, então, que existem vários fatores que podem estar por trás de uma queixa de abuso e, já que não pretendemos aqui oferecer uma lista exaustiva, você deve perguntar-se se você é culpado por qualquer um dos itens acima já que sua taxa de denúncias é algo que você pode controlar.

Na Benchmark, quando você envia uma campanha, você pode ver se recebeu uma reclamação de abuso em seus relatórios:

article4_-_1

article__4_-_2

article4_-_3

Não se esqueça de que você só pode controlar suas reclamações de abuso se você adicionar o link “Reportar abuso” à sua campanha.

article4_-_4

Se você não usar este link, o destinatário só poderá se queixar diretamente ao provedor de caixa de entrada e isto prejudicará seriamente a sua reputação de remetente.

Como evitar ser marcado como spam

Já vimos alguns dos motivos pelos quais podemos ser marcados como spam, então vamos dar uma olhada em algumas soluções possíveis:

  1. Se a lista de contatos estiver antiga, envie apenas para aqueles que abrem seus emails. Por que pagar por um plano grande se não estiver sendo efetivo?
  1. Muitas vezes pensamos que o que estamos enviando é muito interessante e relevante, mas você está completamente seguro? Leve um minuto agora para ver a taxa de cliques de sua última campanha. Você está satisfeito? Se você não estiver, considere mudar seu conteúdo para que realmente seja algo que provoque o envolvimento de seus assinantes. Dica: nossos “mapas de calor de clique” em seus relatórios de email podem lhe dar algumas informações valiosas sobre o tipo de conteúdo que seus destinatários estão interessados.
  1. Crie uma estratégia em torno dos emails que você envia. Considere o seu conteúdo e a melhor hora e dia para enviar cada campanha. Além disso, nunca envie o mesmo conteúdo duas vezes na mesma semana. Menos é mais.
  1. Não envie spam. Certifique-se de que você apenas está enviando para pessoas que optaram por receber notícias vindas de você.
  1. Segmente os seus clientes pelo tipo de conteúdo que eles desejam receber. Isso aumentará a relevância de seus emails.
  1. Se um destinatário o marcou como spam, reveja seus relatórios e entre em contato com eles pessoalmente para descobrir por que eles fizeram isso e entender quais ações você precisa tomar.

Recomendações finais:

– Lembre-se de adicionar o link de “Reportar abuso” em suas campanhas

– Sempre analise seus relatórios

– Ouça os seus destinatários e aprenda a partir de suas ações

Em nosso próximo artigo vamos discutir a importância de manter sua lista de contatos atualizada. Siga-nos, inscreva-se e não perca!

Ajude os outros a aprender mais sobre as melhores práticas de email marketing, compartilhando nas mídias sociais. E, se você tiver alguma dúvida, deixe um comentário abaixo e nós retornaremos para você.

Aproveite o aprendizado com a Benchmark Email!

Você está pronto para interagir com seus clientes de modo mais eficiente?

A Benchmark ajuda você a fazer email marketing de modo prático. Crie um relacionamento contínuo com seus assinantes que conduz a vendas e clientes mais felizes.