Os dispositivos móveis estão arruinando suas campanhas de email?

Tempo de leitura: 2 Minutos Além do Email

Se você acha que suas campanhas de e-mail não estão gerando conversões em dispositivos móveis, então provavelmente a culpa por trás dessa falha está no conteúdo e no design do seu e-mail. Sendo aproximadamente 66% dos consumidores digitais usuários de dispositivos móveis , otimizar os e-mails não é mais uma opção. Na verdade, a otimização dos dispositivos móveis é agora uma prática básica nos negócios – ou pelo menos deveria ser. E se o anúncio de novos algoritmos do Google ainda não te fez perceber isso, então veja isso: 75% dos provedores de e-mails apagam campanhas de e-mail que não são otimizadas para dispositivos móveis.

Níveis de engajamento definem as taxas de cliques nos dispositivos móveis

Há várias razões possíveis para essa porcentagem ser tão alta. Não é apenas devido à formatação. É claro que se sua campanha de e-mail não for formatada para dispositivos móveis, você pode tornar a experiência do leitor altamente complicada e demorada. No entanto, é também sobre o nível de engajamento esperado de usuários de dispositivos móveis comparado com o tradicional desktop.

Usuários de dispositivos móveis preferem uma linguagem direcionada, pessoal e direcionado à ação. Dito isso, usar formalidades nas suas campanhas, seja no título ou no corpo do e-mail, não oferece um convite à leitura. Soma-se a isso o fato de que em campanhas de email é importante também quem as envia.

Como Mark J. Hiemstra mostra em seu artigo “Porque ninguém está lendo seus emails no celular”, “ao invés de enviar o email em nome de toda sua empresa, mande de uma pessoa específica, com um rosto e um nome”. Na verdade, de acordo com o Crazy Egg, há um aumento de 29% nas taxas de abertura quando há algum tipo de personificação por trás de um remetente como “suporte ao consumidor” ou “administração”.

Em dispositivos móveis a demografia não é tão clara quanto você imaginava

De certo modo, poderíamos dizer que o uso de dispositivos móveis está ligado à geração dos Millennials. Ainda que isso seja verdade, o fato é que o consumo em dispositivos móveis é um modo de vida para a maioria daquelas que usam tecnologias. Brafton realizou recentemente um estudo onde descobriu que “pessoas entre 35 e 55 anos representam 73% do consumo de notícias em smartphones”.

No entanto, compras em dispositivos móveis apresentam também uma forte tendência no uso dos mesmos, e o e-mail marketing é uma plataforma forte para atingir esse público. Se sua indústria é de varejo, então faça e-mails ricos em imagens e conteúdos simples. Faça chamadas básicas e deixe que seus clientes te sigam da maneira mais fácil possível.

A lição aprendida aqui é que se você não está integrando dispositivos móveis na sua campanha de e-mail marketing, você está sabotando seus próprios esforços. Independentemente de você estar criando campanhas com conteúdo dirigido ou campanhas para o varejo, você deve se manter fresco na memória do cliente. Hoje, seu consumidor busca conteúdo em qualquer momento, na hora do almoço, durante o expediente, assistindo TV, enfim. Sua habilidade de engajar e converter precisa ser facilitada da melhor forma possível. Se esse caminho não for pavimentado com a otimização dos conteúdos para dispositivos móveis, então você pode estar perdendo público. Quando esse padrão se repete, então você começa a ganhar assinantes.

Você está pronto para interagir com seus clientes de modo mais eficiente?

A Benchmark ajuda você a fazer email marketing de modo prático. Crie um relacionamento contínuo com seus assinantes que conduz a vendas e clientes mais felizes.