Ferramentas Líderes de SaaS de CRM e Email Marketing, Hatchbuck e Benchmark Fazem uma Fusão

Produto & Design - Tempo de leitura: 3 Minutos

Ferramentas Líderes de SaaS de CRM e Email Marketing, Hatchbuck e Benchmark Fazem uma Fusão

Ler Mais

Últimos Posts

Como Criar o Design de sua Campanha de Email Marketing

Como Criar o Design de sua Campanha de Email Marketing

Marketing na Prática • 12 de abril de 2018

Email marketing é incrível. Em 2017, 54% das pessoas no mundo tinham um endereço de email. Isso significa que há mais pessoas com um endereço de email do que com um perfil no Facebook. Embora o Facebook seja uma boa maneira de alcançar seu público-alvo e aumentar suas vendas, profissionais de marketing digital experientes o utilizam como um meio de capturar os endereços de email das pessoas. Eles sabem que o email marketing é mais eficaz do que as mídias sociais, com 44% dos usuários buscando em seus emails promoções ou informações relevantes de empresas que conhecem, enquanto apenas 4% o fazem no Facebook. Se alguém estiver na sua lista de emails é porque escolheu estar lá. Isso significa que tudo o que você precisa fazer é manter essas pessoas lá e vender seus produtos ou serviços a elas. Agora… Como você irá fazer isso? Com uma campanha de email marketing que contenha todos os componentes certos, desde um texto de alto nível até imagens envolventes. Primeiramente, você precisa... Acerte na Linha de Assunto Quase 50% dos seus inscritos abrirão um email porque a linha de assunto os atraiu. O Buzzfeed sabe o quão importante é a linha de assunto quando se trata de fazer uma campanha de email marketing. Suas linhas de assunto são sempre atraentes; seu antigo editor de newsletter, Dan Oshinksy, dá um ótimo conselho quando diz que você precisa “deixar sua linha de assunto clara. Ninguém deve abrir um email sem saber o que está prestes a ler. ” Profissionais de email marketing têm dificuldade com a linha de assunto porque devem impressionar o leitor com apenas 40 a 50 caracteres. Isso não é muito, o que significa que você precisa fazer certas coisas em um espaço limitado:  Dizer às pessoas o que elas vão obter com seu email   Ser pessoal - incluir seu nome   Provocar - despertar a curiosidade   Descrever um benefício que receberão se abrirem o email   Evitar palavras clichê usadas para spam, como \"grátis\" ou \"dinheiro\"   Criar um senso de urgência Você precisa de um mágico para fazer isso funcionar? De modo algum. Aqui está um exemplo de linhas de assunto habilmente criadas:   Crie Textos Empolgantes Ninguém quer ler emails chatos. Seus inscritos querem ser informados ou pelo menos entretidos. Não se concentre em vender algo em todos os emails que envia durante sua campanha. Na realidade, é difícil vender para estranhos na internet, a menos que tenha criado um bom relacionamento com eles para que agora confiem em você. Construa um relacionamento com seus contatos enviando emails ricos em valor, dicas e truques. Crie uma conexão humana com seus leitores, relacionando uma história pessoal sua. Conheça-os através de perguntas. Segmente sua Lista de Email A segmentação funciona. As listas de email segmentadas geram quase 60% mais cliques e aumentam as taxas de abertura em 14,64%. Se você não segmentar sua lista de emails, enviará basicamente o mesmo email para todos os seus clientes, que têm gostos, interesses e prioridades diferentes. Com o tempo, alguns inscritos sentirão que não recebem nada de valor dos seus emails e deixarão de abri-los ou cancelarão sua inscrição. Talvez a maneira mais fácil de segmentar sua lista seja com uma pesquisa ou questionário. Tenha em mente que sua lista precisará ser incentivada - afinal, nem todos os seus inscritos terão tempo para preencher uma pesquisa ou uma lista com espontaneidade. A pesquisa oferece uma visão geral do que seus clientes querem, mas também permite segmentar sua lista de acordo com diferentes desejos e necessidades. Em seguida, você pode modificar sua campanha de email marketing para enviar emails com melhor segmentação para o grupo certo de clientes. O WordPress tem um plugin chamado Quiz and Survey Master que você pode achar útil. Outra maneira de segmentar sua lista é de acordo com compras anteriores feitas por seus clientes. Se um cliente comprou um determinado produto, certifique-se de enviar um email para ele com um produto similar, ao contrário de um produto aleatório que não seja de interesse dele. Isso adapta a experiência de compra aos desejos e necessidades específicas de cada cliente e a torna ainda mais pessoal - que é exatamente o que as pessoas querem. Use Cores Esse é um truque que muitos profissionais de email marketing não conhecem. No entanto, pra ser sincero, não é crucial que todos os profissionais de marketing usem cores em seus emails. Tudo depende do seu nicho. Por exemplo, um newsletter sobre comida orgânica se beneficiaria de algum texto em tom verde, que dá ao email uma certa vibração e frescor. Isso cria uma conexão melhor com o público-alvo. A cor pode ser um aspecto extremamente importante de sua newsletter informativa e pode ajudá-lo a se destacar e estabelecer uma conexão emocional com seus inscritos. Pense no Natal por um momento. Quais cores um email festivo precisa conter para se destacar e chamar sua atenção? Vermelho e verde provavelmente funcionariam. Depois há, é claro, a psicologia por trás da cor. A maioria dos consumidores diz que a cor influencia sua tomada de decisão mais do que qualquer outra coisa. As cores você usa devem estar relacionadas às suas intenções: Vermelho:  Chama a atenção  Cria um senso de urgência (perigo), de que a pessoa pode perder algo Amarelo:  Nos faz sentir bem (sol, calor, felicidade)  Use-o para promover férias ou promoções Laranja:  Energia (sol, laranjas)  Promover produtos alimentícios Verde:  Campanhas de frutas e legumes Azul:  Promove um sentimento de confiança  Produtos de água e limpeza Preto:  Profissional  Liso  Elegante Crie um Call To Action (Chamada a Ação) Incrível Os emails com um único Call To Action aumentam os cliques em 371% e as vendas em 1617%. Eles são uma parte essencial do seu email. A chamada a ação (“call to action” ou CTA) é a parte em que você diz aos seus inscritos exatamente o que você quer que eles façam. Quer que eles comprem o seu produto? Diga a eles com seu CTA. Quer que eles preencham o seu questionário? Peça a eles com o seu CTA. Faça de seu CTA um botão, para que pareça clicável também. Nos emails mais cheios de textos, os elementos visuais se destacam. Em vez de colocar um hiperlink no corpo do texto e esperar que você receba cliques, crie um CTA clicável e fácil de encontrar. Você pode usar sites como o Design Wizard para criar um botão sem a necessidade de um designer gráfico. Mantenha o CTA visualmente simples, mas também mantenha o texto simples. Não dê às pessoas muito o que fazer. Dê a eles apenas uma escolha: Use um Template Pronto Uma imagem vale mais que mil palavras. Estamos vivendo em um mundo cada vez mais visual e, se você ainda não começou a se concentrar no conteúdo visual de seus emails, talvez essa seja a hora. Em 2017, mais de 35% dos profissionais de marketing visual disseram que o marketing visual é agora mais importante do que qualquer outro conteúdo. Um ano antes, em 2016, mais da metade de todos os profissionais de marketing B2B já priorizavam recursos de conteúdo visual. Quando você usa um template pronto, é muito mais fácil implementar recursos visuais em suas campanhas de email marketing. Modelos já prontos são especialmente populares entre os iniciantes que nunca usaram recursos visuais em seus emails. Eles fornecem uma boa base, embora eu sugira que você ajuste qualquer modelo usado para que sua mensagem seja transmitida com clareza. Existem ferramentas disponíveis que fornecem templates de email marketing que não lhe custam tempo. Para o usuário, não há necessidade de criar o design. Tudo o que você precisa fazer é escolher um modelo e ajustá-lo para que - como mencionado - sua própria voz e uma imagem da marca sejam exibidas. Os modelos são compostos de blocos de conteúdo que você pode excluir, replicar ou alterar facilmente. Use imagens Não há necessidade de exagerar nas imagens. Elas são importantes, mas não devem ser o único elemento de suas campanhas. O melhor das imagens nos emails é que você não precisa gastar tempo ou dinheiro tirando fotos. Em vez disso, você pode baixar uma fotografia de um site online. O Pik Wizard, por exemplo, oferece muitas imagens gratuitas. De fato, há muitos sites que oferecem fotos gratuitas. Tudo depende de qual é a sua mensagem e marca, mas você não precisa sempre buscar imagens de alta qualidade. Muitos profissionais de email marketing usam memes que não são fotos de primeira linha, mas que são bem-humoradas e envolventes. Muitas vezes isso é tudo que importa. Conclusão Estas são algumas dicas sobre como criar sua campanha de email marketing em 2018. Não espere resultados instantâneos, é claro. Ajuste seus esforços de design e esteja preparado para fazer alterações até que as conversões e vendas comecem a acontecer. Nos diga o que você pensa nos comentários abaixo.


Ler Mais
Regulamentação Geral sobre a Proteção de Dados: Tudo o que Você Precisa Saber

Regulamentação Geral sobre a Proteção de Dados: Tudo o que Você Precisa Saber

Além do Email • 2 de abril de 2018

O principal objetivo do novo Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD) é fortalecer e combinar o manuseio de dados pessoais de vários países membros e adaptá-los sob um único regulamento da União Europeia (UE). Atualmente, os 28 países membros da UE têm seus próprios regulamentos de proteção de dados e aplicam essas leis ao comércio internacional, o que dificulta o exercício dos direitos de proteção de dados pessoais. O novo RGPD vem com uma gama de regras que afetam todas as empresas, independente do tamanho ou setor, e que por vezes precisam estar prontos para focar em diferentes áreas de suas empresas. O novo regulamento relativo à proteção das pessoas físicas no que diz respeito ao processamento e livre circulação de dados pessoais entra em vigor em 25 de maio de 2018, dois anos após a aprovação do Regulamento 2016/679 pelo Parlamento Europeu e pelo Conselho. Neste artigo, queremos te ajudar a entender o que você pode (e o que não pode) fazer para atender aos requisitos deste novo regulamento e assegurá-lo de que a Benchmark, sua ferramenta de email marketing, também os está atendendo. O novo RGPD não elimina as legislações de Proteção de Dados atualmente em vigor em cada um dos países membros. Em vez disso, ele ajuda a sincronizar todos os países membros da UE. Algumas das decisões ainda serão tomadas a nível nacional para cada um dos países membros, mas lembre-se de que as partes responsáveis ​​devem agora referenciar o RGPD como norma e não os próprios regulamentos de Proteção de Dados de seus países. Se você atualmente atende aos requisitos de proteção de dados de seu país, já tem uma boa base. No entanto, ainda precisará revisar e alterar alguns aspectos para cumprir com as novas regras. Há três pontos principais que você precisa ter em mente em sua estratégia de email marketing: consentimento, acesso e coleta de dados. Consentimento De acordo com o artigo 4 (11), “Consentimento” do titular dos dados, uma manifestação de vontade, livre, específica, informada e explícita, pela qual o titular dos dados aceita, mediante declaração ou ato positivo inequívoco, que os dados pessoais que lhe dizem respeito sejam objeto de tratamento; Como afirmado na definição, o consentimento do usuário deve ser inequívoco e também explícito. Essas duas palavras eliminam qualquer dúvida ou ambiguidade. (32) O consentimento do titular dos dados deverá ser dado mediante um ato positivo claro que indique uma manifestação de vontade livre, específica, informada e inequívoca de que o titular de dados consente no tratamento dos dados que lhe digam respeito, como por exemplo mediante uma declaração escrita, inclusive em formato eletrónico, ou uma declaração oral. O consentimento pode ser dado validando uma opção ao visitar um sítio web na Internet, selecionando os parâmetros técnicos para os serviços da sociedade da informação ou mediante outra declaração ou conduta que indique claramente nesse contexto que aceita o tratamento proposto dos seus dados pessoais. O silêncio, as opções pré-validadas ou a omissão não deverão, por conseguinte, constituir um consentimento. O consentimento deverá abranger todas as atividades de tratamento realizadas com a mesma finalidade. Nos casos em que o tratamento sirva fins múltiplos, deverá ser dado um consentimento para todos esses fins. Se o consentimento tiver de ser dado no seguimento de um pedido apresentado por via eletrónica, esse pedido tem de ser claro e conciso e não pode perturbar desnecessariamente a utilização do serviço para o qual é fornecido. Exemplo: Recentemente participei de uma feira onde, ao longo do dia, acumulei vários cartões de visita que serão usados para criar um banco de dados que salvarei na minha conta da Benchmark com o objetivo de enviar newsletters informativas. Com o novo Regulamento, isso é legal? Não. O networking alcançado entre você e os indivíduos na feira não lhe dá o direito de usar seus dados pessoais, mesmo com a confirmação verbal do indivíduo. O RGPD exige agora que exista evidência deste acordo entre ambas as partes. O RGPD afirma que deve haver consentimento inequívoco e explícito do indivíduo que pode ser apoiado com evidências no caso de uma auditoria. É necessário que haja evidências de que o indivíduo está dando seu consentimento para que seus dados pessoais sejam usados. RECOMENDAÇÃO: Revise seus métodos para coleta de dados e elimine qualquer ambiguidade que possa existir. Analise seu banco de dados e use apenas os dados para os quais você pode fornecer prova de que o consentimento foi dado a você pelo indivíduo. Acesso A parte responsável pelo processamento de dados pessoais deve fornecer a cada usuário acesso simples e direto para modificar seus próprios dados pessoais. A parte responsável também deve fornecer um meio pelo qual o indivíduo possa confirmar que está dando seu consentimento por meio eletrônico, seja através de seu próprio site, formulários de inscrição ou confirmação por email. A parte responsável terá um mês para fornecer uma resposta ao cliente, com a possibilidade de estendê-lo para dois meses no caso de ser uma solicitação complexa, na qual as medidas necessárias estejam sendo tomadas para completar a solicitação dos indivíduos. No caso da nossa ferramenta de Email Marketing, a opção Gerenciar Inscrição permite que o indivíduo acesse seus dados pessoais e modifique os dados, caso necessário, ou cancele a assinatura diretamente. Neste ponto, há um novo direito, que é o DIREITO DE SER ESQUECIDO (artigo 17). O usuário pode exercer o seu \"direito de ser esquecido\" e ter seus dados pessoais removidos do banco de dados permanentemente. Selecionamos duas das seis razões incluídas no sub-ponto 1, que dão ao indivíduo a capacidade de exercer o seu direito: a) os dados pessoais não são mais necessários em relação aos fins para os quais foram coletados ou processados; d) os dados pessoais foram processados ilegalmente; Coleta de dados: O RGPD defende a simplicidade na coleta de dados pessoais. Como profissionais de marketing, tendemos a pedir mais detalhes do que o necessário quando tudo o que estamos fazendo é enviando uma newsletter informativa semanal. Por esta razão, essas novas regulamentações incentivam que apenas um mínimo de dados pessoais seja coletado e compilado para a nossa estratégia atual e não a coleta de dados adicionais que possam possivelmente ser úteis no futuro. Se seu objetivo for informar os contatos de seu banco de dados sobre as próximas promoções, a compilação do nome e endereço de email de um indivíduo serão mais que suficiente para atingi-lo. Brexit O Reino Unido sairá oficialmente e deixará de fazer parte da UE em 2019. Com essa saída, os regulamentos não serão aplicáveis a eles. Atualmente, não sabemos como o Reino Unido, ou empresas do Reino Unido, lidarão com a proteção de dados, mas acreditamos que eles aprovarão regulamentos semelhantes que serão comparáveis com os da UE. O que acontece se eu não atender aos novos requisitos do RGPD? O Regulamento Geral de Proteção de Dados estabelece um conjunto de ferramentas para cumprir com o novo regulamento, incluindo sanções e multas. Uma série de fatores serão levados em consideração e cuidadosamente avaliados quando uma multa for imposta devido ao descumprimento do novo RGPD, como: a gravidade / duração da violação; o número de titulares de dados afetados e o nível de dano sofrido por eles; o caráter intencional da infração; quaisquer ações tomadas para mitigar o dano; o grau de cooperação com a autoridade supervisora. O regulamento estabelece dois tipos de multas caso as regras não sejam respeitadas. O primeiro teto estabelece multa de até 10 milhões de euros ou, em caso de falência, até 2% do faturamento anual global. Esta primeira categoria de multa seria aplicada, por exemplo, se os responsáveis pelo processamento não realizassem avaliações de impacto, conforme exigido pelo regulamento. O teto mais alto das multas atinge um máximo de 20 milhões de euros, ou 4% do faturamento anual mundial. Um exemplo seria uma violação dos direitos das pessoas estabelecidos pelo regulamento. As multas são ajustadas de acordo com as circunstâncias de cada caso individual. Você deve dar atenção aos pontos acima (consentimento, acesso e coleta de dados) quando chegar a hora de planejar sua estratégia de email marketing. Benchmark Na Benchmark, estamos trabalhando duro para atualizar nossa Política de Privacidade, a fim de cumprir com os requisitos do regulamento. No caso do RGPD, não há certificação que nos declare que estamos em conformidade com os novos regulamentos, assim como com o Privacy Shield Framework. Nós da Benchmark queremos garantir que seus dados pessoais estejam sendo tratados em conformidade com o novo RGPD. Pela primeira vez, a UE mostra liderança e união na maneira como os dados pessoais precisam ser tratados e obriga o resto do mundo, sem exceção, a seguir essas regulamentações caso queira lidar com dados pessoais europeus. Não se esqueça de compartilhar este artigo com seus contatos e deixar um comentário abaixo. Obrigado pela leitura!


Ler Mais
Melhore suas Taxas de Abertura com a Segmentação por Engajamento

Melhore suas Taxas de Abertura com a Segmentação por Engajamento

Além do Email • 2 de março de 2018

Se você me perguntar qual foi a primeira coisa que fiz quando comecei a enviar email marketing, a resposta simples é: criar uma lista. Essa é uma coisa que qualquer profissional de marketing pode fazer desde o início. Ter uma lista é a melhor maneira de aprofundar seu relacionamento com seu público. Dito isto, é igualmente importante dominar a arte da segmentação para tirar o maior proveito possível de suas listas de email. Uma lista com seus clientes ou inscritos mais engajados é um ativo muito importante para sua empresa. O mais importante é a segmentação A Segmentação por Engajamento é a base para que seus emails tenham um alcance efetivo. Alguns profissionais de marketing nunca percebem a importância da segmentação e acabam gerando leads que não são qualificados. Você deve perceber que sua lista de email consiste em pessoas com diferentes interesses, comportamentos e perfis. Temos que lembrar que não dá para medir todas as pessoas com a mesma régua. Portanto, por que tratá-los da mesma forma? A solução é dividi-los em pequenos grupos e enviar campanhas de email personalizadas para cada segmento. Um erro comum que alguns profissionais de marketing cometem é tratar sua lista de email como uma única entidade. De acordo com o estudo de caso realizado pela Marketing Sherpa, o artbeads.com viu as taxas de conversão aumentarem em 208% quando começaram a utilizar emails direcionados. 32% dos profissionais de marketing dizem que segmentar seu banco de dados de email é uma das principais prioridades do ano. Além disso, 52% acreditam que têm grande necessidade de melhorar a segmentação da lista. O que eles estão perdendo? A Jupiter Research descobriu que as campanhas direcionadas de email marketing podem gerar nove vezes mais receita do que os emails-padrão. Quanto mais personalização for incluída em cada email enviado aos seus assinantes, maior a probabilidade de abrirem seus emails, clicar nos CTAs (convite à ação) e se converterem em compradores. Em média, as campanhas de email não segmentadas têm taxas de abertura de 20%, uma taxa de cliques de apenas 9,5% e taxas de conversão em cerca de 1%. Por outro lado, as campanhas de email direcionadas têm uma taxa de abertura de 33% em média, uma taxa de cliques de 14% e uma taxa de conversão de 3,9%. Com uma lista segmentada, você sempre terá um grupo de clientes fiéis. Por exemplo, se você vende livros e tem uma cadeia de lojas de varejo, então você pode segmentar sua lista entre pessoas que preferem certos gêneros de livros, grupos de idade, clientes mais valiosos etc. Você também pode classificar sua lista com base nas compras que seus clientes fazem. Isso significa que você pode ter uma categoria separada para as pessoas que fazem compras entre R$50 e R$100 ou entre R$100 e R$200 ou acima R$200. A Benchmark Email fornece uma ferramenta de Segmentação por Engajamento para ajudá-lo a obter um ROI melhor com suas listas de contatos. A Segmentação por Engajamento verifica todas as aberturas ou cliques de suas campanhas para criar listas segmentadas para você. Atingir contatos específicos. Sucesso não se trata do tamanho de sua lista, e sim de sua qualidade. A Segmentação por Engajamento também pode ser usada para limpar suas listas, pois com ela é possível criar uma lista de contatos que não abriram seus emails. Você pode acessar esse recurso ao criar uma nova lista em sua conta da Benchmark. Basta selecionar a opção “Lista por Engajamento”. Há duas maneiras de criar listas segmentadas. A primeira é baseada em aberturas e não aberturas de suas campanhas de email e a segunda é baseando-se nos links clicados em seus emails. Cliques e Aberturas em Geral O processo da Segmentação por Engajamento é o seguinte: Selecione até 10 campanhas para comparar Escolha se deve basear a comparação em contatos engajados ou não engajados Escolha também se deve basear-se em cada campanha individual ou em todos os seus emails Aberturas ou cliques Salvar No primeiro passo você precisará selecionar as campanhas que deseja comparar. Recomenda-se comparar campanhas similares para segmentar com precisão as suas bases, mas isso não é obrigatório. A título de informação, você só pode selecionar entre as 50 campanhas mais recentes e que tenham sido enviadas há mais de 3 dias. Você pode selecionar até 10 delas para compara de uma só vez. O terceiro passo é selecionar se as suas campanhas serão comparadas individualmente (Qualquer um dos Emails), ou umas com as outras (Todos os Emails). Os resultados podem ser muito diferentes dependendo do que você escolher. A opção Qualquer um dos Emails irá juntar todos os 10 emails e, dependendo das aberturas ou cliques, colocará o contato na lista ao final. A opção \"Todos os Emails\" irá pegar todas as suas 10 campanhas e procurará pelos contatos que abriram ou clicaram em todos os emails que você selecionou. Isso produzirá um número significativamente menor. Por último, simplesmente escolha se quer uma lista de aberturas, de cliques ou ambos! Depois disso, você poderá criar uma segunda lista com base em configurações diferentes. Nesta etapa, você também pode calcular o número de cada um desses conjuntos para que possa visualizar o número de contatos de cada um, já que leva tempo para montar a lista completa. Não esqueça de dar um nome a sua lista e, em seguida, salvá-la! Cliques Focados Os Cliques Focados são diferentes das Aberturas e Cliques em Geral. Ele irá comparar os links das campanhas entre si ao invés dos emails. Esta pode ser a melhor opção para você caso seja um lojista com promoções, ou se simplesmente seus emails possuírem muitos links. A comparação de todos os produtos e URLs é difícil de se fazer manualmente, mas os “Cliques Focados” automatizam a comparação e permitem que nossos usuários criem listas com base em determinadas configurações. Da mesma maneira que com as “Aberturas e Cliques em Geral”, você pode selecionar entre as 50 campanhas mais recentes que tenham sido enviadas há mais de três dias e pode selecionar até 10 campanhas de uma vez. Parecido com o anterior, porém ainda assim diferente. A diferença entre a primeira opção e os “Cliques Focados” é que, nesta etapa adicional, você seleciona as URLs das quais você deseja juntar contatos. Por exemplo, se você possui um ecommerce de artigos esportivos e enviou vários emails relacionados a diferentes esportes, você poderá criar uma lista de contatos com as pessoas que estejam interessadas em produtos de futebol e, em seguida, criar uma estratégia para comercializar apenas a jogadores de futebol com base no que eles clicaram. É exatamente assim que a Segmentação por Engajamento deve funcionar. O primeiro passo é escolher as campanhas que deseja comparar e então selecionar as URLs de onde deseja obter contatos. Você pode selecionar até 10 campanhas e 10 URLs para comparar. O próximo passo é selecionar “Clicou em QUALQUER Link” ou “Clicou em TODOS os Links”. Isso é muito parecido com o conceito anterior, que pode ser um pouquinho difícil de entender. Se você escolher QUALQUER, o sistema coletará contatos que clicaram em pelo menos uma URL em QUAISQUER dos seus emails. Caso escolha TODOS, o sistema examinará todas as campanhas e coletará os contatos que clicaram em TODOS os emails. A opção TODOS provavelmente produzirá um número bem menor do que o primeir. Por fim, dê um nome a lista e clique em salvar. O que Você Precisa Fazer Agora Caso tudo isso seja muito novo para você, pode parecer um pouco intimidador fazer esse tipo de segmentação. Para começar, você precisará determinar quais são seus objetivos para cada segmento de email marketing que deseja atingir e então avaliar como o seu sucesso será medido. Você também precisará descobrir o que sua estratégia te ajudará a alcançar. A ferramenta de Segmentação por Engajamento da Benchmark facilita a identificação de seus inscritos mais leais. Se ainda não a utilizou, teste-a e nos dê seu feedback.


Ler Mais
Isso É o que Acontece no Coração dos Grandes Templates de Newsletters

Isso É o que Acontece no Coração dos Grandes Templates de Newsletters

Marketing na Prática • 1 de março de 2018

Para muitos, a porta de entrada para o email marketing são as newsletters. É um tipo de campanha e template que quase todas as pessoas conhecem pois recebem esse tipo de email em sua caixa de entrada todos os dias. Na verdade, as newsletters são o tipo de campanha por email mais utilizadas. De acordo com a Pardot, 66% das empresas que usam email marketing enviam newsletters, seguido de 54% que enviam conteúdo promocional e 42% que enviam emails de boas-vindas. Para o profissional do marketing que quer começar uma newsletter do zero ou revitalizar a sua atual, podemos afirmar que tudo começa com o template. Nós entendemos que entre o email marketing, as redes sociais, o PPC, as campanhas de retargeting e as muitas outras estratégias de marketing que deseja seguir, você pode não ter tanto tempo quanto gostaria para navegar entre os muitos templates de email oferecidos pela Benchmark. Uma abordagem prática para selecionar o modelo certo é saber o que os outros estão fazendo bem. É por isso que selecionamos algumas de nossas favoritas como exemplos de newsletters bem-sucedidas. Templates que Informam Thrillist Essa é uma newsletter diária que leio todas as manhãs, sem falta. Por conta dessa freqüência, eu sei que a matéria principal do Thrillist é sempre o conteúdo mais recente ou no topo publicado naquele dia. Às vezes eu leio essa matéria antes mesmo de sair da cama. Ela me informa sobre os melhores novos restaurantes, os eventos que acontecem em minha cidade e, às vezes, histórias insanas de barmen, garçonetes ou comissários de bordo. O template cumpre seu papel em compartilhar conteúdo e me informar sobre o que posso fazer à noite. Veja só: Templates que Vendem Bullymake Bullymake enquanto buscava brinquedos para mastigar que minha pitbull não destruísse em minutos. Eu rapidamente me identifiquei com a empresa. Depois de dois meses como assinante, eu já possuía um estoque enorme de brinquedos indestrutíveis. Decidi cancelar minha inscrição com eles, mas não deixei de seguir suas newsletters. Isso porque seus templates permitem a eles conectar-se comigo de uma maneira emocional através do meu amor por cachorros... ...e ainda fazem um bom trabalho em me mostrar o que posso comprar além do modelo de assinaturas deles. Além disso, a seção abaixo também vende o seu modelo de assinaturas. Templates que Engajam ActionRocket Esta newsletter semanal da ActionRocket é chamada de #emailweekly. O template possui o mesmo bloco superior com uma cópia personalizada que te dá as boas vindas todas as semanas. Em seguida, existem seis blocos compartilhando as postagens de email marketing favoritas da semana que passou. Se eu estivesse escrevendo este post há dois meses, eu mostraria este modelo na categoria de Templates que Informam: No entanto, os gênios de email marketing da ActionRocket seguiram um caminho que gera engajamento entre seus assinantes. Eles fazem um “redesign” contínuo de sua newsletter semanal.Deve-se notar que uma longa história de newsletters semanais de qualidade lhes deu o direito de experimentar coisas novas com seus inscritos. Devido a isso, espero ansiosamente por cada nova newsletter semanal para ver o progresso mais recente no “redesign” deles. Inscreva-se também para ver como está evoluindo o template da #emailweekly. O que aprendemos? Uma boa newsletter possui um conteúdo que gera engajamento além do comum, através daquela recepção calorosa ou uma história que te prende desde o início. Ela também te permite compartilhar conteúdo que te ajuda a atingir sua meta ao produzir uma newsletter. Ao responder às seguintes perguntas simples, você saberá como escolher o melhor template de newsletter para sua empresa: - O template te ajuda a atingir a meta principal de sua newsletter? - O template se alinha com seu branding? - O layout lembra o design de seu website ou ao menos possui um feeling similar? Pronto para Colocar o que Aprendeu em Prática? Faça login ou crie uma conta para escolher ou montar um template que melhor funcione para você! Feedback Vamos adorar receber algumas dicas ou saber como você faz para escolher seus templates. Ainda melhor, compartilhe seus exemplos pessoais na seção de comentários abaixo!


Ler Mais
Um Guia Prático de Marketing de Automação para seu Negócio

Um Guia Prático de Marketing de Automação para seu Negócio

Além do Email • 25 de fevereiro de 2018

Desde as startups até as maiores corporações, o marketing de automação tornou-se uma necessidade para qualquer empresa. A automação de fluxos de trabalho em todas as áreas da sua organização pode ajudar a economizar tempo e dinheiro. Não só isso, mas reduzirá a necessidade de seus funcionários em realizar tarefas repetitivas e redundantes. Por fim, o marketing de automação é escalável e ajudará a aumentar o sucesso de seu negócio. Então, a questão se torna: o que exatamente você deve automatizar? E como você deve implementar o marketing de automação dentro de sua organização? Existem coisas que simplesmente não podem ser automatizadas? Nosso guia de automação lhe dará todas as informações que precisa, juntamente com algumas ideias sobre como ter êxito na adoção de automações em sua empresa. Pesquisa de Mercado Todo modelo de negócios começa com uma pesquisa de mercado. Mas não é apenas para startups: as organizações mais bem sucedidas estarão continuamente refinando e desenvolvendo suas ofertas de acordo com pesquisas de mercado atualizadas. Plataformas como a Brandwatch e Google Alerts podem ser configuradas para acompanhar automaticamente as últimas tendências de mercado e concorrentes em seu setor. A próxima etapa será utilizar esses dados para garantir que sua estratégia de conteúdo, processos internos e funil de vendas estejam evoluindo junto com o mercado. As automações que o mercado tem usado não te mostrarão exatamente o que fazer - mas apontarão você para a direção certa. Economize o tempo que usaria fazendo pesquisas extensas e utilize ferramentas de pesquisa de mercado e de escuta social para aproveitar as idéias de bilhões de conversas acontecendo online todos os dias. Mídias Sociais Muitas empresas começam sua jornada na automação com as populares ferramentas de mídia social - o marketing de redes sociais se presta à automação, e as ferramentas de automação social estão se tornando cada vez mais sofisticadas. Desde o agendamento de mensagens antecipadamente até a automação de respostas aos clientes através de canais sociais, elas oferecem inclusive a capacidade de atribuir tarefas automaticamente aos departamentos internos relevantes. Plataformas como HootSuite e SproutSocial permitiram que editores de redes sociais e gerentes de comunicação automatizassem todos os aspectos da estratégia de redes sociais de uma organização - exceto a estratégia em si. De comunicação ao atendimento ao cliente, as plataformas de redes sociais podem ajudá-lo a automatizar muitas tarefas - mas não podem ajudá-lo a definir sua estratégia social. Isso dependerá dos gerentes de marca internos para definir e refinar. Email Junto com as mídias sociais, o email é outra área popular onde as empresas de todos os tamanhos e tipos podem facilmente adotar a automação (especialmente quando se trata da sequência de vendas para \"promover e acompanhar\"). De tarefas simples, que economizam tempo, como o envio automático de emails de boas-vindas, até o encaminhamento de formulários de contatos para os departamentos relevantes, existem inúmeras oportunidades para implementar sequências de email automatizadas. Estas podem ajudá-lo a escalar suas operações de atendimento ao cliente e garantir que seu negócio dá a impressão de que está sempre aberto. Juntar os anúncios de redirecionamento aos emails é uma combinação poderosa que leva as pessoas de volta ao seu site. Utilize os anúncios de redirecionamento para recuperar as pessoas que já tomaram o primeiro passo tão crucial que é o de expressar interesse em sua marca. Não se esqueça de que uma mensagem bem redigida e visuais atraentes são essenciais para o sucesso do email, não desperdice seu precioso investimento com emails mal construídos e fracos. E-commerce De compras ao envio de produtos, existem muitas maneiras pelas quais a automação do comércio eletrônico pode ser implementada para economizar tempo, simplificar o processo de vendas e incentivar os clientes a comprar novamente em seu ecommerce. Automações são uma maneira fantástica de recuperar carrinhos de compra abandonados (lembretes amigáveis para as pessoas que deixam sua loja sem finalizar a compra). Ao usar ferramentas de análise e plataformas de email, você pode deixar no piloto automático as campanhas de email sobre o carrinho de compras abandonado, com incentivos e ofertas personalizadas. Uma vez que as vendas foram feitas, a automação também pode ser usada para economizar tempo e dinheiro nos custos de envio. Dropshipping é um exemplo fantástico - você pode evitar se envolver em todo o processo de preenchimento ao encaminhar automaticamente os pedidos para os responsáveis pela separação e entrega dos produtos. Mesmo que você prefira manter a realização interna, existem muitas ferramentas de rastreamento de estoque que podem ajudá-lo a automatizar de forma parcial o seu envio. O sonho de ter um e-commerce totalmente automatizado que você pode gerir a partir do seu celular pode até ser realizado, mas os clientes continuam sendo clientes. Eles terão perguntas, reclamações e pedidos - e nenhuma quantidade de automação pode compensar uma intervenção humana de tempos em tempos. Ter instruções precisas e cenários de atendimento ao cliente pré-definidos ajudarão a capacitar a equipe na linha de frente para lidar com situações complicadas de atendimento ao cliente. As pessoas compram com os olhos mas pesquisam com o coração. Certifique-se de investir recursos na criação de uma identidade visual  bonita, bem como uma máquina de e-commerce bem engrenada. Vendas As plataformas de CRM podem ser usadas para automatizar as interações de uma empresa com clientes novos e potenciais. Os CRMs têm uma abordagem centrada nas vendas, mas também colocam o cliente no centro de um plano de desenvolvimento de negócios. Eles irão ajudá-lo tanto a ouvir, como a vender. A automação é uma grande parte do que oferece um CRM. Os provedores de software de CRM, como a Infusionsoft, permitem às empresas enviar comunicações personalizadas a cada contato sem a necessidade da inserção manual de dados. As plataformas de CRM estão cada vez mais inteligentes e podem ajudá-lo a automatizar quase todas as interações com seus clientes, mas elas não serão capazes de salvar uma marca ou produto que esteja alinhado da maneira errada. Um ótimo pipeline de vendas automatizado não compensará as deficiências de serviço ou de oferta de produtos - certifique-se de que a automação de vendas não tenha precedência sobre o desenvolvimento de produtos. Processos Internos É emocionante pensar em como a automação pode ajudar os aspectos do seu negócio orientados para o cliente, mas a automação também pode oferecer grandes benefícios para as funções internas. Aplicativos populares, como Google Drive e Docs, permitem às equipes salvar, compartilhar e trabalhar de forma colaborativa em uma variedade de documentos empresariais sem ter que enviá-los manualmente. Gerenciamento de projetos e plataformas de comunicação em equipe, como o Basecamp, podem ajudar a automatizar processos internos em uma variedade de funções empresariais. Por exemplo, certificando-se de que os membros de uma equipe recebam atualizações automáticas sobre seus projetos, ou checando automaticamente com a equipe sobre seu progresso diariamente. As plataformas de RH fornecem aos departamentos de RH o poder de automatizar registros de férias e folgas, bem como extrair informações úteis dos dados que elas coletam. Isso poderia levar a uma política de férias melhorada ou a menos situações com baixo número de funcionários disponíveis. As equipes de finanças podem usar softwares de automação para agilizar muitos de seus processos. Os aplicativos de contabilidade online, como o Quickbooks, podem simplificar bastante o processo de faturamento e permitir que os funcionários monitorem automaticamente seus kms rodados e suas despesas. A automação também pode ser muito prática. Graças a uma grande rede de parceiros e prestadores de serviços, a IFTT pode ajudá-lo a automatizar diversos aparelhos e objetos, como a luz de um determinado ambiente, ou até postar algo no Instagram ou Twitter - as possibilidades são verdadeiramente infinitas. Contudo, não automatize tudo - ainda existe uma necessidade real de intervenção humana em importantes tarefas de RH e finanças. Use a automação como uma maneira de coletar dados e preencher as lacunas, mas não deixe suas ferramentas tocarem seu negócio por você. Implementando a Automação Quando você implementar algumas dessas idéias de automação, certifique-se de ter um plano adequado e envolver todas as partes interessadas. Mapeie os processos de negócios existentes para determinar quantas horas a sua organização está atualmente gastando em tarefas que podem ser automatizadas e priorize as áreas mais promissoras em relação ao tempo e economia de gastos. Calcule o ROI potencial da automação - quanto recurso humano, tempo e dinheiro você economizará implementando um processo de automação específico? Quanto valor extra poderia esse novo processo adicionar ao seu negócio além dessas economias? E não se esqueça de pensar nos possíveis problemas de segurança envolvidos, incluindo o armazenamento de dados em plataformas externas - adicionando vulnerabilidades imprevistas ao seu negócio. O que Aprendemos? De acender a luz automaticamente ao redirecionamento, este guia mostrou como a automação pode aumentar sua produtividade, economizar tempo e aparar arestas em todos os departamentos de sua organização. Priorize seus objetivos de automação de negócios e coloque em prática um plano sólido para implementar a mudança. Em breve você receberá a recompensa, sem ter que estar presente em todas as etapas do processo.


Ler Mais
2 Maneiras de Usar o Automation Pro: Atração de Leads & Conversões

2 Maneiras de Usar o Automation Pro: Atração de Leads & Conversões

Marketing na Prática • 21 de fevereiro de 2018

O Automation Pro chegou! Em suma, é a melhor solução para gerar engajamento constante e de qualidade entre seus clientes. Com o lançamento do Automation Pro, nós construímos uma série de modelos que demonstram estratégias práticas que qualquer profissional de marketing pode executar. Neste post, vamos nos concentrar em dois deles, onboarding (atração de novos leads) e fornecer alguns exemplos reais do que pode ser realizado com nossa poderosa marketing de automação. Onboarding Este modelo foi concebido para ajudar você a transformar visitantes do seu site em assinantes. Segundo os dados da Data & Marketing Association, 66% dos consumidores online realizaram uma compra como resultado de uma campanha de engajamento por email. Com esta informação em mãos, não há nenhum motivo para você não criar um funil de vendas automatizado para os visitantes do site. Na prática, eles já são bons leads e já demonstraram interesse através da visita ao seu site ou à página de um produto ou serviço específico. Então, como você pode implementar isso? Digamos que você tenha uma marca que está lançando um produto novo. Você está executando várias campanhas de marketing direcionando potenciais clientes para uma landing page deste produto. O primeiro passo é criar um formulário de inscrição pop-up para colocar na página. Sugerimos adicionar um incentivo para se inscrever, como um desconto de 10%, por exemplo, para encorajar a compra. Outros incentivos podem incluir um PDF exclusivo ou qualquer outro recurso educacional, como um webinar, que pode ser de valor para seus assinantes. Certifique-se de atribuir o formulário pop-up a uma nova lista. Em seguida, instale o código de rastreamento na página desejada. É assim que o Automation Pro vai saber se um contato visitou seu site ou página. Agora é hora de construir a sua jornada para nutrir esse lead. Primeiramente, certifique-se de que o módulo “Contatos Adicionados à Lista” corresponde à lista integrada com seu formulário pop-up. Conforme as pessoas visitam sua página, o formulário pop-up será apresentado juntamente com a oferta de desconto de 10%. Uma vez que se inscreverem, serão automaticamente adicionados à lista que você selecionou e sua jornada se inicia. Em seguida, você deve criar um email de boas-vindas a partir do módulo “Enviar Email”. Conforme seus assinantes forem adicionados à sua lista, essa etapa da jornada será acionada e o email de boas-vindas será enviado. Isto deve incluir o código promocional para seus 10% de desconto (você precisará inserir o código promocional de sua escolha em sua plataforma de eCommerce). Conversão Agora que você criou uma solução prática para novos assinantes, é hora de transformá-los em clientes. Se continuarmos com o exemplo acima, o objetivo agora é atrair seus novos assinantes a usar o incentivo de 10% off que você ofereceu antes. Para fazer isso, você enviará uma série de emails destacando os benefícios do produto ou serviço que está oferecendo e lembrando seus inscritos do desconto. Para este exemplo, mostraremos como criar um ciclo de 7 dias com o objetivo de converter seus clientes em perspectiva. Aqui estão os passos a seguir antes de criar sua jornada de conversão: Crie uma \"Lista de Clientes\". Esta é a lista para onde seus assinantes serão automaticamente transferidos se realizarem uma compra em seu site. Planeje sua campanha de engajamento. Pense na jornada que deseja que seus clientes trilhem. Crie uma jornada de \"Confirmação de Compra\". Esta é uma pequena jornada que irá verificar constantemente os assinantes que fazem uma compra. Uma vez que uma compra é feita, a jornada irá mover o assinante da sua \"Lista de Onboarding\" para sua \"Lista de Clientes\". É extremamente importante que o seu código de acompanhamento do Automation Pro esteja instalado em sua página de agradecimento pela compra. Vejamos os passos a seguir para criar a sua jornada de conversões. Como na jornada anterior, esta começa com o ponto de entrada “Adicionado à Lista” para sua lista de onboarding. Como você enviou o email de boas-vindas na jornada anterior, é importante esperar um tempo para sua próxima comunicação. Dessa forma, você não irá sobrecarregar seus assinantes com muitos emails ao mesmo tempo. Agora, coloque-se no lugar do seu inscrito. Embora o objetivo seja gerar conversões, você deve manter o lead sempre em mente. Portanto, muitas call-to-action (convite à agir) de compra podem não ser efetivas. O que provavelmente funcionará melhor é uma série de emails que demonstram o valor dos seus produtos ou serviços. Isso pode incluir depoimentos de clientes, já que 55% dos compradores dizem que as avaliações online influenciam sua decisão de compra de acordo com a Kissmetrics. Neste exemplo, criaremos uma jornada de três emails. Não esqueça de adicionar um tempo de espera entre cada email de engajamento que você enviará. Caso contrário, todos serão enviados de uma só vez! Primeiro, você deve enviar um lembrete de desconto 3 dias depois que uma pessoa se inscrever em sua lista de onboarding. Para alguns, isso é o suficiente para serem transferidos para sua Lista de Clientes. Para aqueles que permanecem na sua lista de onboarding, tente enviar uma campanha de engajamento com um destaque ou depoimento de clientes sobre o produto no sexto dia após a inscrição. Se você ainda não converteu um assinante após suas duas primeiras tentativas, experimente uma oferta de frete grátis no sétimo dia. De acordo com o estudo Walker Sands Future of Retail 2016, nove em cada 10 entrevistados incluíram e entrega gratuita como o principal incentivo quando perguntado o que tornaria mais provável a compra online. O objetivo desta jornada é gerar vendas. É importante definir uma data de término para a jornada a fim de que você possa analisar o que criou e, em seguida, fazer melhorias para a próxima jornada. Se tiver uma jornada sem fim, será difícil medir, comparar e usar os dados para melhorar as futuras jornadas.


Ler Mais
Estratégias Práticas para Segmentação de lista com o Automation Pro

Estratégias Práticas para Segmentação de lista com o Automation Pro

Marketing na Prática • 21 de fevereiro de 2018

A segmentação de lista com o Automation Pro é sem dúvidas a melhor maneira de enviar um conteúdo personalizado e relevante para seus clientes, gerando um sentimento de que você os conhece em um nível pessoal e individual. Fazer o follow-up com seus inscritos com base em suas interações com suas campanhas de email e com o seu site aliado as segmentações de listas, te permitirá criar vários níveis de personalização que irão gerar um engajamento contínuo. Antes de falarmos de estratégias para você implementar nas jornadas de seus clientes, vamos dar uma olhada em porque fazer isso é tão importante. Falha na Automação de uma Seguradora de Carros Há alguns anos atrás, meu carro sofreu um acidente por conta de um vizinho que estava realizando uma mudança com um caminhão. Liguei para a empresa do meu seguro e eles enviaram alguém para avaliar o tamanho do estrago. Eles me disseram que já que haviam batidas em dois lugares diferentes (um armário caiu em cima do meu carro), eu teria que pagar duas taxas. Isso também incluiria um possível aumento em minha mensalidade. No entanto, do outro lado da rua, havia uma oficina de funilaria. Perguntei para o cara da oficina qual era sua opinião sobre a avaliação da seguradora, ao que ele me disse que ele faria o conserto por um preço muito mais baixo caso eu escolhesse não ativar o seguro. Era uma quantia de dinheiro que eu podia encarar e eu evitaria a dor de cabeça de ver o prêmio do meu seguro subir, então cancelei o meu pedido junto ao seguro. Meu carro foi consertado e eu esqueci completamente dessa história. Isso aconteceu até que eu recebi um email de minha seguradora que dizia: “Recebemos um recado de nosso departamento de pedidos nos informando que você ficou muito satisfeito com a maneira como lidamos com sua solicitação. Estamos felizes que tudo ocorreu bem com você.” Não apenas isso, mas eles também tentaram me vender outro produto que ofereciam. Essa foi uma automação que foi ativada quando o meu pedido foi encerrado por conta da minha solicitação de cancelamento. O problema é que, sem segmentações de lista, a automação entendeu que todos os pedidos encerrados eram de clientes satisfeitos. Agora você entende porque segmentar sua base é uma parte importante de suas automações? Como Você Pode Usar Segmentação de Listas Junto com Automações Nós amamos nossos bichos de estimação por aqui. Dá pra perceber? Não deveria ser uma surpresa que nós precisamos constantemente de um pet shop. Por exemplo: Digamos que um cliente entra na loja e concorda em entrar para sua lista de emails. Você percebe que eles compraram ração, alguns brinquedinhos e mimos, tudo para cachorros. Você pode então adicionar essa pessoa à sua lista de clientes, mas seria ainda melhor se a colocasse no segmento de “Donos de Cachorro” dessa lista. Dessa forma, você pode ativar uma jornada automática para os clientes que tem cachorros assim que entrarem nesse segmento. Emails de follow-up podem incluir conteúdo focado em novos brinquedos, os tipos mais recentes de ossinhos que chegaram em sua loja e outros produtos que tornarão a vida dos cachorrinhos mais divertida. Como eu tenho um cachorro, sei bem quão suscetível eu sou a querer comprar todas as coisinhas fofas que eu tenho sempre que me lembrar que não posso comer. De acordo com o DMA, campanhas segmentadas e focadas geram 58% de todo o faturamento de email marketing. Vamos ainda dar um passo extra: Caso você tenha usado o recurso de engajamento com o site no Automation Pro, você pode fazer um follow-up com as pessoas em seu segmento de “Donos de Cachorro” baseado nos itens que eles visualizarem em seu site. Os gatilhos dos follow-ups podem ser ativados caso eles estejam olhando uma nova caminha para seu pet ou a nova linha de brinquedos do Star Wars (por sinal meu cachorro destruiu o seu BB-8 em questão de segundos). Eles já estão demonstrando interesse nesses itens, então uma campanha disparada automaticamente com esses produtos pode ser o lembrete que eles precisam para comprar. Continuando com mais segmentações, talvez todos os donos de cachorro entrem em uma mesma lista. No entanto, os segmentos podem ser criados baseados na ração de preferência de seus cachorros. Se você estiver prestando atenção ao histórico de compras de seus clientes, você verá o que eles compraram e até com que frequência. Você pode enviar um follow-up automático quando eles estiverem precisando de mais comida. Envie uma campanha nesse momento exato, talvez até oferecendo um descontinho, e você terá conquistado um novo cliente fiel graças as suas segmentações e automações. Então, da próxima vez que você for criar uma nova jornada para os seus clientes, lembre-se que suas campanhas podem ser muito mais relevantes caso combine a segmentação de sua lista com automação de email marketing. Essa é sua melhor chance de criar um email que faça seu cliente sentir que você está conversando com ele em um nível individual e pessoa… mesmo que tudo isso aconteça através de uma campanha automática que está rodando enquanto você passeia com seu cachorro.


Ler Mais
4 Razões Porquê Seu Email Marketing Não Funciona

4 Razões Porquê Seu Email Marketing Não Funciona

Além do Email • 19 de janeiro de 2018

Já se perguntou por que sua estratégia de Email Marketing não funciona? Certamente você já viu as mesmas estatísticas que eu - apenas 4% dos consumidores que clicam em um link para um site vão de fato comprar alguma coisa. Esse número pode parecer baixo, mas é duas vezes maior do que a taxa de mecanismos de busca e das redes sociais. Essas duas plataformas são veneradas pelas mesmas pessoas que falam mal do email marketing. Quer saber a verdade? Se o seu email marketing não está dando certo, o problema está na sua campanha de modo geral. O marketing por email em si não está enfraquecendo. Este blog vai analisar alguns dos fatores que levam as campanhas de email marketing falharem. Seu público-alvo deve estar cansado de receber tantos spam, então você já entra em campo em desvantagem. A razão pela qual muitas campanhas de email marketing não dão certo é porque elas não levam em consideração que seus clientes em potencial já estão sem paciência por receber emails inúteis. Caso seus emails não estejam sendo abertos, não entre em pânico! Você provavelmente está cometendo um dos erros que atingem tantos empreendedores. Aqui estão as principais razões pelas quais suas campanhas podem não estar tendo o sucesso que você espera. Linhas de Assunto Ineficazes Em média, um funcionário de escritório receberá em torno de 121 emails todos os dias. Não há absolutamente nenhuma maneira de abrir e ler todos esses emails. Mas eles verão todas as linhas de assunto. A probabilidade de alguém abrir um email com uma linha de assunto cliché ou desinteressante é muito pequena. Escrever bons títulos é uma forma de arte e deve-se sempre levá-la muito a sério. A linha de assunto do seu email afetará diretamente sua taxa abertura. Portanto, ela deve de alguma forma incitar o leitor a abrir o email. Apenas tenha cuidado para não criar acidentalmente os “click-baits”! Para aqueles que não sabem, “click-baits” são títulos exagerads que incitam as pessoas a clicarem, mas cujo conteúdo não cumpre com a promessa. As pessoas aprenderam a detectar facilmente esse tipo de estratégia. A Digital Marketing provou em um estudo recente (em inglês) que é possível melhorar suas taxas de abertura em 3x apenas ajustando suas linhas de assunto. Não há absolutamente nenhuma razão para você não fazer o mesmo. A empresa utilizou as linhas de assunto para instigar seus leitores a abrirem seus emails. Esses emails foram então projetados para ganhar a confiança do destinatário, ajudando-o a resolver um problema. Uma vez que ganharam a confiança de um cliente, eles puderam oferecer seus produtos ou serviços. Falta de Segmentação das Listas de Email Os assinantes de email não são membros de uma seita, então por que enviar as mesmas mensagens para cada um? Somente os membros de uma seita pensam e atuam de forma idêntica, então a menos que você esteja liderando uma, você deve enviar mensagens aos seus inscritos com base em como eles agem. De acordo com o National Client Email Report da DMA, 77% do ROI de email marketing veio de campanhas segmentadas e direcionadas. Além disso, dos profissionais de email marketing que usam a segmentação, 43% usam até seis segmentos, em média. Enviar Emails que Agregam Pouco Valor Muitos empreendedores entram para o email marketing com a mentalidade de que os usuários se inscreverão em sua lista, abrirão seus emails e, logo em seguida, clicarão em um link para comprar algo. Embora isto seja real e possível dentro do email marketing, você deve basear sua campanha em torno da idéia de criar confiança agregando valor aos seus contatos. As campanhas de email são complexas e consistem em dezenas de elementos diferentes, como linhas de assunto, texto, call to action (chamada para ação), produtos, agendamento e público-alvo. Não é de se admirar que tantos empreendedores estejam sobrecarregados pelo email marketing! O resultado é que eles acabam enviando o mesmo tipo de email rotineiramente, em horários previsíveis. A Travelzoo provou que a criação de conteúdo valioso é feita através da simplicidade. Antes de mais nada, deixe-me expor os destaques da Travelzoo. Seu site ressalta todas as melhores promoções de viagens e entretenimento. A Travelzoo envia o mesmo modelo de email com a mesma linha de assunto no mesmo horário todas as semanas. A linha de assunto é simplesmente \"O Top 20 da semana\". É um email simples, sem muitos destaques, fácil de ler. Por que esse email se converte em uma taxa tão alta? A resposta é bem simples. Oferece valor para o assinante. É fácil de ler e é consistente. Os assinantes vão confiar nesses emails porque fornecem valor de verdade. Emails que Contem Muita Informação Esse tópico anda de mãos dadas com a seção anterior, então vou manter a explicação curta. Embora você deva gerar valor com seus emails, certifique-se de que você não inclui informação demais. Os assinantes não querem ficar sobrecarregados com informações na sua caixa de entrada. Faça uma pergunta e responda o mais rápido possível. Ou use uma configuração como a Travelzoo para criar conteúdo simplista, valioso e consistente. O Kickstarter é um ótimo exemplo de como manter um email curto. Eles tem muitos novos projetos publicados todas as semanas, mas eles incluem somente os três primeiros em seu boletim informativo semanal. Eles mantêm seus emails simples e, como resultado, seus emails convertem bem. Transforme uma Campanha de Email que Não Funciona em uma de Sucesso Falamos sobre algumas coisas que fazem com que as campanhas de email não dêem certo. Elas não parecem tão ruins depois de enfrentar os problemas de frente, não é? Na maioria dos casos, os empreendedores que fazem o suficiente para comercializar seus negócios por email já entendem o básico. Eles só precisam de alguns pequenos ajustes em suas campanhas de email marketing. Passo 1: Criar Títulos Melhores A personalidade do seu email é importante. A verdade é que não existe uma fórmula universal para criar títulos incríveis. Tudo depende do email. Você provavelmente terá que experimentar e testar novas linhas de assunto até encontrar o que dá certo. Passo 2: Emails Mais Eficientes e Simples Na maioria das vezes, quanto menor, melhor. As frases de impacto apoiadas por pontos de interesse convincentes sempre serão melhores do que longos e elaborados parágrafos. Se os assinantes quiserem ler o conteúdo, eles podem visitar seu site. Passo 3: Evite a Temida Desinscrição O que é que faz as pessoas clicarem no temido link de cancelamento de inscrição? Embora haja muitas razões por trás das desinscrições, a razão número um é a frequência. Receber muitos emails é irritante e receber poucos emails pode fazer com que os assinantes se esqueçam de você. A chave para evitar o cancelamento de inscrição é encontrar a melhor frequência de emails para o seu público. Isso exigirá testes e consistência. Também é importante enviar emails relevantes e de valor para seus assinantes. Considerações Finais Agora você tem um lugar para começar a melhorar suas campanhas de email. Tentamos cobrir as áreas mais importantes, mas entendemos que há mais motivos pelos quais uma campanha possa dar errado. Você está tendo dificuldades em fazer com que seus emails convertam? Você já se deparou com alguns dos erros que discutimos e encontrou uma maneira mais eficiente de corrigí-los? Se assim for, esperamos por suas ideias e dicas na seção de comentários!


Ler Mais
7 Dicas para Rodar Campanhas de Marketing de Automação enquanto Estiver de Férias

7 Dicas para Rodar Campanhas de Marketing de Automação enquanto Estiver de Férias

Além do Email • 16 de janeiro de 2018

Às vezes, é mais estressante sair de férias do que ficar no escritório. Com o Marketing de Automação feito através de campanhas de marketing automáticas, você pode mudar esse cenário. Se você está planejando sair de licença maternidade, fazer aquela viagem tão esperada ou apenas tirar alguns dias de folga, lembre-se das seguintes oito dicas para que sua campanha seja executada praticamente sozinha. Dessa forma, você pode se concentrar na diversão, no sol, na família e em si mesmo em vez do trabalho. 1. Escolha a Estratégia Certa O que você vende, como você vende e quando você envia suas campanhas automáticas de email ditarão quão bem elas funcionarão. Estabeleça a jornada do cliente em cada um dos seus emails, bem como em toda a sua campanha automática. Deixe claras sua estratégia e mensagens junto com sua equipe para resolver quaisquer questões ou impasses que possam dificultar as conversões. Considere também os testes A/B que sua equipe pode implementar caso uma campanha não estiver funcionando tão bem quanto o esperado. O marketing pode envolver um pouco de adivinhação, mas criar a estratégia certa com base em dados sólidos e as necessidades específicas de sua empresa antes de sair do escritório pode ajudá-lo a alcançar o sucesso. 2. Teste sua Campanha Atores não sobem ao palco sem antes ensaiar sua apresentação. Da mesma forma, os profissionais de marketing não devem expor suas campanhas automáticas sem antes testá-las. Antes de sair de férias ou sair do escritório, teste suas campanhas. Certifique-se de que elas funcionam em diferentes navegadores e dispositivos e que sua conexão com a internet consegue lidar com o tráfego. É sempre mais fácil e menos estressante corrigir as falhas e otimizar os resultados ao invés de fazer o controle de danos enquanto você está tentando desfrutar de um dia ensolarado na praia. 3. Crie Estratégias Simples As campanhas automatizadas funcionam desde as mais complexas, com vídeos e bastante interação, até as mais simples com apenas textos e imagens. Apesar de poder incorporar diferentes táticas, como segmentar conteúdo dinâmico para aumentar a taxa de cliques, mantenha uma abordagem simples. Crie uma mensagem de marketing forte e sensata que atraia todo o seu público-alvo e dispare-a. Quando voltar ao escritório, você pode trabalhar na incorporação de campanhas mais complexas, pois terá mais tempo para se dedicar a elas. 4. Prepare sua Equipe para sua Ausência As “drip campaigns” são tipos de campanhas de marketing automáticas que requerem mais engajamento e acompanhamento. Se estiver fazendo o seu marketing automatizado da maneira correta, você precisará acompanhar a maior parte de suas campanhas ao longo do tempo. Apesar de poder agendar seus emails para serem enviados em um determinado momento, sua equipe deverá estar pronta para responder aos leads, comentários em mídias sociais e outros tipos de interações com os clientes. Tenha uma reunião antes de sair para informar sua equipe sobre como responder às diferentes questões que surgirão e dar-lhes um cronograma para quando e como devem gerenciar essas mensagens. 5. Utilize Ferramentas de Marketing A ferramenta certa para o trabalho também irá ajudá-lo a desfrutar de suas férias sem preocupações. É aí que entra o Automation Pro. Com a automação certa, você pode executar campanhas de marketing inteiras enquanto estiver descansando na rede. Cada novo assinante pode receber o mesmo email de boas-vindas que você enviaria se estivesse no escritório e você pode também fazer o acompanhamento automático quando executa uma promoção com base nas interações de cada assinante com suas campanhas de email ou site. Outro grande benefício é a possibilidade de usar templates já existentes de estratégias prontas para serem implementadas. Tudo o que você precisa fazer é conectar suas campanhas e listas de email. 6. Deixe Claras suas Expectativas Sua equipe deve ser capaz de tomar as rédeas de sua campanha automática enquanto estiver fora. Para ajudá-los a assumir essa responsabilidade, defina metas e expectativas. Anote os objetivos e metas diárias que eles podem alcançar e otimizar caso a campanha não esteja funcionando conforme o esperado. É sempre bom entregar uma lista detalhada de instruções precisas para a pessoa que ficará encarregada enquanto você estiver fora. 7. Check In Dependendo de quanto trabalho você faz de casa, você pode até verificar sua campanha ocasionalmente. As ferramentas listadas acima podem facilitar essa tarefa. Se algo parecer estar errado, você pode corrigir ou pausar a campanha e resolver o problema quando voltar ao trabalho. Caso tudo estiver funcionando perfeitamente, você pode então realmente relaxar. As campanhas automatizadas aliviam bastante sua carga com respeito às outras funções de marketing. Ao implementar as sete dicas deste post, você poderá configurar, implantar e lucrar com suas campanhas automáticas com facilidade, especialmente quando estiver fora do escritório.


Ler Mais
Dê uma Espiada na Nova Interface da Benchmark

Dê uma Espiada na Nova Interface da Benchmark

Além do Email • 2 de janeiro de 2018

Simplesmente Poderosa. O que isso significa? Significa ter as ferramentas que você precisa para atingir suas metas. Também quer dizer que essas ferramentas são intuitivas e tem uma curva de aprendizagem baixa, de modo que qualquer pessoa possa utilizá-la com facilidade. Estamos prestes a dar um enorme passo para a frente no segundo quesito.   Soluções Simplesmente Poderosas Identificar as áreas para melhorias foi apenas a primeira parte. O nosso maior trabalho foi criar soluções que fossem user-friendly e focadas na simplicidade. Estamos muito confiantes que você gostará muito do que fizemos. Navegação Clara e Concisa A primeira coisa que você irá notar é que a nova interface da Benchmark Email possui uma navegação clara e concisa. Todos os seus recursos favoritos agora são mais fáceis de ser encontrados. Não importa o local de nosso sistema em que esteja, você terá um entendimento melhor de onde está e de onde veio. Além disso, para uma melhor experiência de navegação, também tomamos cuidado para garantir que os nomes dos campos nas opções de sua conta são mais claras. Melhorias Contínuas de Velocidade Não precisamos entrar nos pormenores de como o fizemos. O que você precisa saber é que agora você terá uma experiência mais rápida ao criar seus emails e automações com a Benchmark. Isso significa que você terá que esperar menos ao mudar de um recurso para outro. Seus relatórios carregarão mais rapidamente e você ficará livre para executar suas outras tarefas importantes o quanto antes. Outras Mudanças Importantes Além dessas principais atualizações, fizemos algumas outras melhorias em nossa nova interface. Relatórios de Email Melhorados Nosso time melhorou a forma como as informações são mostradas em seus relatórios. Com uma rápida olhada em seus dados você conseguirá interpretá-los imediatamente sem perder tempo tendo que determinar o sucesso de suas campanhas. Uma Experiência Entre Dispositivos Mais Coerente A nova interface é responsiva. Isso quer dizer que você pode ver os seus relatórios de email facilmente no seu telefone ou tablet. Você também conseguirá adicionar novos contatos a partir de qualquer dispositivo. Mais do que nunca, negócios são feitos em qualquer lugar, independente de você se encontrar em seu escritório, em casa sentado no sofá ou em um restaurante. Agora, você poderá crescer sua lista de email, acompanhar os resultados de sua campanha e muito mais, em qualquer lugar. O que Esperar de Tudo Isso? Há muitos motivos para se animar. Uma experiência ainda melhor com a Benchmark está prestes a chegar. Uma ferramenta mais rápida, com navegação otimizada e relatórios incríveis que podem ser facilmente analisados no seu telefone ou qualquer outro lugar está quase aqui. Nenhuma de suas automações ativas, campanhas de email agendadas, rascunhos ou qualquer outro dado de sua conta será afetado por essa mudança. Tudo estará funcionando do jeito que você planejou. Mudanr é algo que causa medo em muitos de nós. Entendemos isso. Queremos que essa atualização seja uma experiência consistente e fluida e fizemos tudo o que pudemos para garantir isso. Caso já esteja usando a Benchmark Email, você verá a nova interface assim que logar em sua conta quando ela for lançada. Não se preocupe: não estamos jogando você no meio do oceano sem um bote salva-vidas. Você será recepcionado com um tour para mostrar os principais aspectos da nova interface. Caso mudanças sejam realmente difíceis para você, os slides também irão mostrar a você como voltar para a interface antiga. Além disso, uma vez que você esteja de volta a antiga interface, te daremos instruções sobre como se juntar a nós para usar novamente nossa nova atualização uma vez que você sentir-se pronto.  


Ler Mais
O que é marketing de automação?

O que é marketing de automação?

Além do Email • 23 de novembro de 2017

Você já deve ter ouvido falar sobre Marketing de Automação. Alguns o vêem somente como uma moda passageira, enquanto outros estão levando isso muito a sério. Mas o que de fato esse termo significa e por que ele é importante? Marketing de Automação refere-se a um software que permite que você (como o próprio nome diz) automatize ações e processos de vendas e marketing. O escopo das ações pode variar: dar as boas-vindas aos seus novos assinantes ou até mesmo reestabelecer, com seus clientes, um relacionamento que esfriou. Até onde você vai com ele geralmente dependerá da natureza do seu negócio e da sua criatividade. O que é verdade é que o Marketing de Automação faz com que tarefas repetitivas de marketing e vendas sejam realizadas com pouco esforço. De acordo com a visão da VB Insight, três quartos dos profissionais de marketing dizem que o maior benefício das automações é economizar tempo. Outros benefícios incluem o aumento do engajamento dos clientes (68%), comunicação em momentos mais oportunos (58%) e maiores oportunidades, como “upselling” (58%). O que você pode fazer com isso? Eu uso essa frase mais do que eu gostaria, mas a verdade é que as possibilidades são infinitas. Nutrir os seus leads ajuda-os a engajarem mais com seu produto ou negócio, e oferecer a eles o que você sabe que eles precisam ou desejam no momento certo pode aumentar muito suas vendas e mudar completamente sua empresa. Ações como converter um cliente que comprou uma única vez em um cliente recorrente, upselling, cross-selling, vendas baseadas em ciclo, etc. são estratégias que, se automatizadas, não só te darão mais tempo para se concentrar em obter novos leads como também farão com que seu negócio esteja sempre se movimentando. Você precisa de feedback de seus clientes? Você pode levar sua estratégia de marketing para o próximo nível, dando aos usuários que completaram sua pesquisa uma oferta especial ou até mesmo criando um programa de recompensa para os que compartilharem seu conteúdo. Implementar estratégias incríveis como estas sem automação exigiria uma grande quantidade de tempo e deixaria outras estratégias importantes em segundo plano. FOMA Alguns profissionais tem o que chamo de FOMA - Fobia de Marketing de Automação. Isso é real e por vezes compreensível. Geralmente, ouvir falar de todas as coisas que pode fazer com automações pode fazer com que você se sinta super animado. No entanto, algumas pessoas podem sentir-se rapidamente intimidadas, especialmente quando começam a pensar no tempo que terão que reservar para definir coisas como conteúdo e as jornadas dos clientes. A superação dessa fobia é realmente muito simples quando você descobre que quatro em cada cinco usuários aumentaram seus leads usando softwares de Marketing de Automação e quase tantos quanto estes (77%) viram um aumento em suas conversões. Isso tudo enquanto enconomizava-se tempo entre as equipes de vendas e marketing. Com isso podemos concluir que esse medo pode estar privando você de obter grandes benefícios dos quais você pode estar precisando. Você deve investir em Marketing de Automação? O Marketing de Automação pode trazer benefícios para sua empresa? Resumindo: Sim, pode! Agora… Você deve investir em Marketing de Automação? Isso é algo que apenas você poderá responder. Mas pergunte-se antes de decidir: Você vê uma oportunidade de aumentar seus indicadores, como o número de leads qualificados que você gera? Você acredita que pode conseguir mais de seus clientes ao engajar-se de maneira inteligente com eles? Você vê etapas de seu funil de vendas que são negligenciadas e precisam de mais atenção? Uma coisa inteligente que você pode fazer é calcular o Valor do Tempo de Vida do Cliente para te ajudar a entender o quanto você deve investir na aquisição e manutenção de novos clientes. Nossos amigos do Shopify fizeram um ótimo trabalho ao fazer um guia passo a passo sobre como calcular esse valor. Na Benchmark, caso já possua um plano pago, você terá acesso à nossa plataforma de automação, o Automation Pro. Sem custos extras, com todos os templates e ações disponíveis. Acreditamos tanto que o Marketing de Automação irá beneficiar nossos clientes que criamos uma série de webinários semanais ao vivo, onde respondemos todas as questões que você pode ter sobre o Automation Pro e a automação de marketing em geral. Não quer perder tempo? Converse com um de nossos especialistas via chat hoje mesmo!


Ler Mais
Poupe Tempo e Fique Bem com o Inbox Checker

Poupe Tempo e Fique Bem com o Inbox Checker

Marketing na Prática • 12 de outubro de 2017

Levante a mão caso esse cenário soe familiar para você: Você investiu tempo para criar uma campanha de email perfeita e tem certeza de que o design e produto final ajudarão a criar mais engajamento e trazer vendas. Já que você é um profissional de marketing prático, deseja enviar um email de teste. Você mesmo sabe que deve enviá-lo a alguns de colegas de trabalho, familiares ou amigos apenas para ter certeza de que seu sucesso está garantido. A campanha de teste sai e dois colegas de trabalho dizem que o espaço entre as linhas está desalinhado. Um amigo diz que as imagens estavam pixeladas. Sua irmã lhe envia uma captura de tela do email que recebeu e a fonte parece completamente diferente na sua caixa de entrada! Todos já passamos por isso. O problema que enfrentamos Nos dias de hoje, a maioria de nós tem vários dispositivos e dezenas de aplicativos instalados neles. Alguns de nós têm até múltiplos aplicativos para realizar a mesma tarefa (como Waze, Google Maps e Apple Maps). Você pode usar o sistema de email padrão que vem com o seu dispositivo para verificar seus emails quando não estiver na sua mesa, mas passa a usar o navegador de internet do seu computador quando está no escritório. O que acontece é que cada um dos aplicativos e navegadores que usamos são criados por diferentes empresas, com diferentes programadores. Todos têm a intenção de fazê-lo melhor do que o próximo, e, naturalmente, eles têm sua própria opinião sobre como isso é feito. Aqui está o compartilhamento de mercado do cliente de email, de acordo com Litmus: De acordo com a Litmus, nós checamos nossos emails de forma polarizada, como vemos abaixo:      iPhone (Apple): 31%      Gmail: 21%      iPad (Apple): 11%      Apple Mail: 7%      Outlook: 6%      Android (Google): 5%      Outlook.com: 5%      Aplicativo Samsung Email: 4%      Yahoo! Mail: 2%  Windows Mail: 1% O resultado pode ser uma aparência inconsistente de suas campanhas de email entre dispositivos, aplicativos e navegadores de internet diferentes. A variedade pode ser muito alta A maioria de nós aqui na Benchmark usa a Apple já há muito tempo. Eles se mantém simples com apenas algumas ofertas em termos de dispositivos. O Android, por outro lado, tem tantos dispositivos que só de considerar realizar um teste com cada um você já começa a ter dor de cabeça. Veja esta quebra de fragmentação da Android no OpenSignal: Embora isso possa parecer um desenho divertido, tê-lo como uma agenda de testes é demais, se não impossível. Isso não significa, no entanto, que você deva desistir de buscar fazer com que suas campanhas de email apareçam da maneira que você quer. Nós estamos do seu lado O Inbox Checker (ou verificador de caixa de entrada) está disponível para garantir que suas campanhas de email marketing apareçam bem em cada dispositivo. Graças à nossa integração com a Litmus, uma empresa especializada em criar um mundo melhor para o email, você pode verificar todos os seus emails antes de enviá-los. Você pode verificar como as suas campanhas de email aparecerão nos dispositivos mais populares, aplicativos e navegadores. Você pode até mesmo determinar a possibilidade de seus emails serem marcados como spam. Mesmo no plano gratuito da Benchmark, o Verificador de Caixa de Entrada para o Gmail (Explorer) e o Outlook 2003 são totalmente gratuitos. Para qualquer plano pago da Benchmark Email, há 50 verificações gratuitas incluídas. Caso achar que precisa realizar mais testes, pode comprar 100 verificações por apenas R$39,80. Este não é um pagamento recorrente e você pode usar o serviço conforme necessário. Por que Usar o Inbox Checker? É importante garantir que suas campanhas de email estejam ótimas em todos os dispositivos, aplicativos e navegadores. É claro que quando você usar o nosso Editor de Email, estará criando campanhas de email responsivas. Isso significa que seus emails caberão na tela de qualquer dispositivo que você enviar. No entanto, com o Verificador de Caixa de Entrada, você poderá verificar o espaçamento, os estilos de fonte, a exibição das imagens e até mesmo a tolerância ao spam nos dispositivos e plataformas mais populares. Dica rápida Depois de enviar a sua primeira campanha de email, pode pesquisar seus relatórios para entender mais sobre quais dispositivos você deve testar. Dentro de qualquer relatório de campanha, você pode clicar em “Emails Abertos” para ver todos os que abriram sua campanha. Nesse relatório, pode também ver em qual dispositivo o email foi aberto. A partir daí, você poderá ver um padrão de qual aplicativo ou dispositivo de email que seus assinantes mais usam. Com esses dados, você pode testar esses dispositivos usando o Inbox Checker e otimizar o seu design para eles, que representam a maior parte de seus contatos. Dessa forma, você não estará pagando por verificações que não precisa. O que mais você verifica? Além de usar o Inbox Checker, há muitos outros testes que você pode executar com suas campanhas de email. Quais são alguns testes que você realiza? Compartilhe conosco na seção de comentários!


Ler Mais
Porque Você Precisa Executar Testes A/B nas suas Campanhas de Email

Porque Você Precisa Executar Testes A/B nas suas Campanhas de Email

Além do Email • 11 de outubro de 2017

A resposta mais honesta (e que pode dar até raiva) para quase todas as questões de marketing é: \"Depende\". Isso acontece porque não há uma única resposta certa quando se trata de marketing. O que funciona para um negócio não necessariamente funcionará para outro. Os clientes e o público-alvo podem ser bem diferentes. Mesmo dentro de sua própria audiência, fatores como região e idade podem afetar a forma como alguém reagirá às suas campanhas de email marketing. Existem muitas variáveis ​​que entram em jogo com cada campanha de email e muitas vezes nos perguntamos se estamos fazendo o melhor que poderíamos. O seu email marketing está se conectando com seus assinantes, clientes e potenciais? O que Acontece em Las Vegas... Nos últimos dois anos, tivemos a sorte de comparecer ao MarketingSherpa Summit em Las Vegas. Aprendemos muitas coisas, mas um ponto que se destacou especialmente veio do fundador e managing director da MECLABS, Flint McGlaughlin: “Não existe algo como um \'expert\' em marketing. O que existem são pessoas que tem muita experiência em marketing. ” Você pode achar que tem todas as respostas, mas na verdade, todos estamos brincando de adivinhação. No final do dia, todos temos uma oferta única e precisamos encontrar uma maneira de nos conectar em um nível pessoal com os nossos principais clientes. Uma Resposta Verdadeira Percebemos um padrão no MarketingSherpa, uma resposta mais precisa do que \"depende\". A resposta é testar. De pequenas empresas à corporações internacionais, nenhuma delas encontrou as respostas que procuravam sem testar. Os testes variaram desde formulários de inscrição, cópias de emails e até o número de etapas necessárias para estabelecer confiança entre uma marca e seus inscritos. O mais importante é entender que testar é a melhor resposta quando falamos de marketing. Consumer Reports Impulsiona Doações com Testes A/B Na MarketingSherpa Summit 2016, nós participamos do que Austin McCraw, diretor sênior de produção de conteúdo da MECLABS, chamou de \"o maior teste A/B colaborativo do planeta\", feito especialmente para a Consumer Reports. O objetivo era ajudar a aumentar as doações para a Consumer Reports através de testes e, com muita esperança, melhorar as campanhas de email que eles enviam para estes fins. Primeiro, a platéia foi consultada em várias propostas. O primeiro conjunto de testes foi executado com base nas mais votadas pela platéia. Em seguida, votamos em vários tratamentos de email para a campanha. Testes foram executados em cada um deles. Ao longo dos testes, aprendemos sobre algumas coisas que não funcionaram... e, finalmente, o que de fato dava certo. Isso mesmo. No final do evento de dois dias, ajudamos a Consumer Reports a aumentar a receita por doação em 32%! Aumente suas Taxas de Abertura com os Testes A/B O Apollo Education Group é a empresa-mãe da Universidade de Phoenix e muito mais. Eles não conseguiam executar testes A/B porque usavam ferramentas antigas e desatualizadas. Eles atualizaram os seus sistemas e logo descobriram o quão fácil efetuar esses tipos de testes pode ser. Os primeiros testes que eles fizeram foram de itens mais simples, como linhas de assunto e nomes. Eles ficaram impressionados com os resultados após os testes de “Nome de Remetente”. A partir daí, o grupo realizou testes A/B na colocação dos links para desinscrever-se no topo ou no final de suas campanhas. Eles continuaram a partir daí, fazendo reuniões para observar resultados e obter uma compreensão do que foi bem sucedido. Falando em sucesso, o grupo teve: Um aumento de 39% em taxas de aberturas graças aos testes de nome de remetente. Um aumento de 58% de cliques graças aos testes de templates. E, ao incluir um nome na pré visualização do email, cresceram a taxa de abertura em 9%. MVMT Watches Vê Mudanças Na receita Entre muitos outros testes, a MVMT Watches executou Testes A /B sobre o comprimento e o conteúdo de seus emails. Esse processo permitiu que eles enviassem versões para pequenas amostras de sua lista de email. Então, a campanha vencedora foi enviada para o restante da lista. Ao executar testes A/B, além de testar para otimizar seus e-mails e frequência de envio, eles conseguiram um aumento na receita de 105%! Como você pode ver, cada uma dessas empresas teve ideias diferentes sobre o que poderia trazer sucesso. Somente através de testes, eles conseguiram ver o que de fato funcionava. Algumas estratégias podem parecer contra intuitivas ou mesmo impossíveis, mas nunca podemos saber com certeza até testar. Ao fazer as perguntas certas, executar testes e analisar os dados, essas empresas conseguiram obter as respostas que buscavam. Eles criaram os testes adequados e melhoraram seus resultados. Não Confie Somente no seu Instinto Então, quando chegar a hora de enviar sua próxima campanha de email marketing, não confie apenas nos seus instintos. Olhe para os dados. Lembre-se, não há especialistas em marketing. Em vez disso, você pode se tornar uma pessoa com experiência executando testes e aprendendo o que dará certo com seus assinantes, clientes e leads. Coloque tudo o que você faz para testar. Com a Benchmark Email, você pode testar linhas de assunto, nomes de remetente e até mesmo campanhas de email inteiras. Eu disse muitas vezes. Usar o teste A/B é como ter sua própria bola de cristal. Ele permite que você veja como seus assinantes, clientes e leads vão se envolver com suas campanhas de email. Dessa forma, você sempre saberá quais das suas ideias possuirão um melhor desempenho. Agora é a sua Vez Quando você vai executar um teste A/B em suas próprias campanhas, tenha cuidado para não testar muitas variáveis ​​ao mesmo tempo. Você precisa identificar qual mudança foi bem sucedida. Faça um teste por vez. Estabeleça sua meta e teste uma ideia por vez para descobrir como alcançá-la de maneira mais eficaz. Se sua taxa de abertura estiver baixa, tente testar os elementos que podem ajudar a melhorar isso. Se você quiser melhorar o engajamento com seus clientes, então concentre-se nestes itens. Aqui estão alguns testes A/B que você pode começar a fazer agora mesmo: Linha de Assunto ou Nome de Remetente: Ajuda a melhorar sua taxa de abertura; Título Principal: Pode te ajudar a melhorar o engajamento com seus clientes; Links ou Botões: Veja quais CTAs (Call-to-Action ou Chamadas à Ação) melhoram sua taxa de cliques; Conteúdo: Testar seu conteúdo pode te ajudar tanto com o engajamento quanto com os cliques. Compartilhe sua Experiência: Compartilhe conosco o que tentou fazer. Se você já executou testes A/B ou fizer um depois de ler esta publicação, queremos ouvir sobre suas experiências. Nos diga o que aprendeu nos comentários abaixo.


Ler Mais
Os Benefícios de um IP Dedicado

Os Benefícios de um IP Dedicado

Além do Email • 24 de setembro de 2017

Spam. Essa palavra é de arrepiar. Como uma empresa de email marketing, somos muitas vezes acusados de enviar spam. Certamente você já deve ter ouvido algo parecido quando conta a um amigo ou familiar que você faz email marketing. “Ah… então você envia spam.” Então, é aí que temos que explicar sobre o email marketing opt-in - que é previamente permitido pelos leitores e também os que buscam receber os emails. Algumas pessoas compram a ideia (os profissionais de marketing já sabem a respeito e não se preocupam com as piadas... estão muito ocupados aproveitando seu ROI (retorno sobre investimento). Isto porque até mesmo legítimas empresas às vezes não entendem o impacto de emails indesejados. As empresas que não seguem bem as práticas recomendadas de email marketing podem se tornar um grande problema. Muitos profissionais de marketing nem sequer percebem os danos que podem causar se não prestarem atenção à reputação do remetente. A pior parte é que às vezes essas más práticas podem afetar outros remetentes nos mesmos servidores. Por Que Usar Um IP Dedicado Na Benchmark oferecemos IPs e servidores compartilhados para muitos usuários. É uma ótima maneira de começar com o email marketing. Nós sempre tentamos agrupar usuários que possuem padrões de envio e reputação semelhantes. Embora façamos isso, ocasionalmente um remetente ruim pode acabar passando. Nós temos algoritmos e medidas de segurança que detectam essas más práticas muito rapidamente. Quando isto ocorre, imediatamente interrompemos um usuário nocivo, apesar de ainda poder afetar o servidor. Como Funciona Como mencionamos, a Benchmark procura agrupar usuários com padrões de envio e pontuação de reputação semelhantes. Nós nos baseamos na pontuação do remetente do seu domínio e nos hábitos de envio. Por exemplo, se você possui um negócio de varejo e envia muitas promoções por email, nosso sistema levará isso e sua pontuação do remetente como referência para colocá-lo em um grupo de outros usuários com práticas similares. Nós então faremos o mesmo para um blogueiro ou organização sem fins lucrativos que envia mais emails em formato de boletim informativo. Esta prática ajuda a manter uma boa reputação com os ISPs e uma boa taxa de entrega geral para os emails. Quando Usar um IP Dedicado À medida que você começar a fazer o email marketing, lembre-se de que os espaços compartilhados são uma solução perfeita e econômica. O melhor é que já está incluído na sua conta! À medida que sua lista crescer e seu canal de email marketing ganhar mais importância, o seu volume de emails certamente aumentará. É nessa hora que você deve considerar um IP dedicado para sua conta. Seu Próprio IP Dedicado Ter um IP dedicado significa que nós configuramos um IP apenas para você! Pense nisso como tendo seu próprio carteiro. Isso lhe dá controle total sobre sua reputação e a pontuação do remetente. Quanto mais você enviar e quanto maior o engajamento de seus assinantes com seus emails, melhores serão suas taxas de entrega. Por apenas R$85,20 por mês, você pode ter seu próprio IP dedicado. Temos muitos IPs prontos para serem utilizados e demoram apenas alguns minutos para serem configurados ao seu negócio. Vamos Revisar Um IP compartilhado é perfeito para o profissional de email marketing comum ou para pequenas listas de assinantes. No entanto, à medida que sua lista cresce e seus emails se tornam fontes de renda, nós recomendamos analisar as vantagens de ter um IP dedicado. Mais uma vez, isso lhe dá total controle sobre sua reputação e entregabilidade. Quanto mais engajamento, melhores as taxas de entrega! Recomendamos à empresas com um tamanho de lista de 50.000 ou mais, que considerem a opção de IP dedicado. Especialmente se você envia emails com muita frequência. Estamos Aqui Para Ajudar Se você tiver dúvidas ou se quiser saber mais sobre IPs dedicados, ligue, converse pelo chat ou envie-nos um email! Nossa equipe experiente e dedicada de especialistas em engajamento de clientes pode ajudá-lo a identificar se um IP dedicado é ideal para você.


Ler Mais
 
1 2 3 4 5 21