Ferramentas Líderes de SaaS de CRM e Email Marketing, Hatchbuck e Benchmark Fazem uma Fusão

Produto & Design - Tempo de leitura: 3 Minutos

Ferramentas Líderes de SaaS de CRM e Email Marketing, Hatchbuck e Benchmark Fazem uma Fusão

Ler Mais

Últimos Posts

Como mover seus emails da guia de Promoção para a Principal no Gmail

Como mover seus emails da guia de Promoção para a Principal no Gmail

Além do Email • 17 de setembro de 2017

No ano passado, em uma tentativa de tornar sua vida mais fácil com emails, o Gmail introduziu divisões em guias na caixa de entrada. O objetivo é assegurar que você só veja emails importantes na guia Principal. Não muito tempo depois, marketeiros começaram a reclamar da diminuição das taxas de abertura. Você é um daqueles que estão sempre preocupados se suas campanhas de email estão indo bem? Então siga lendo o artigo e descubra como enviar seus emails diretamente para guia de Principais na caixa de entrada do Gmail. Existem vários métodos que já foram testados, tal como a mudança de formato do cabeçalho, a utilização de mais de um link, ou mesmo o não uso de imagens, mas nenhum provou ser uma solução. Uma das soluções consiste em convencer seus assinantes a fazer essa divisão manualmente. E como fazer isso? É possível que seu email com o pedido nem chegue a guia de Principais também. Sendo assim, o melhor caminho é educar seus clientes sobre como fazer isso através do seu blog ou mesmo através do envolvimento pessoal. Há 3 maneiras de fazer isso manualmente: Método Arrasta & Solta É feito arrastando o email da guia de Promoção à Principal. Será perguntado se você deseja fazer essa alteração com mensagem futuras também. Clique em SIM para garantir que todas mensagens deste endereço de email sejam direcionadas para a guia Principal. Método do Clique no Botão Direito (Control + Clique, no Mac) O segundo método é clicar com o botão direito (no Mac, Control + Clique) no email que você deseja mover, selecionar a opção Mover para Guia, e então selecionar Principal. A mesma mensagem aparecerá novamente, perguntando se você deseja tornar esta mudança permanente. Certifique-se de clicar em SIM. Crie um Filtro Procure um endereço na barra de pesquisa e clique na seta para baixo localizada no canto direito da barra de pesquisa. Clique em Criar Filtro. A partir dessa opção, você pode selecionar em qual guia você quer seus emails. Usando esse método avançado, você pode ter suas mensagens na guia que você selecionar. Algumas outras sugestões: Se dirija ao leitor pelo seu nome. Mantenha o equilíbrio entre o HTML e o texto similar, aumentando a interação. Não inclua mais de um link por email. Evite campanhas de RSS, uma vez que são um indício de que não foram enviadas por uma pessoal real. Você também vai notar que as marcas com que você está interagindo sempre chegam à guia Principal. Provedores de Serviços de Email (ESPs) só podem certificar-se de que seu email não vá para o Spam através dos cuidados com a infraestrutura do seu email. A melhor maneira de chegar à guia Principal é fazer com seus assinantes o façam manualmente. Esse movimento também garante que valorizem sua marca e fiquem felizes em fazer negócios com você.


Ler Mais
Como posso usar email marketing com uma landing page?

Como posso usar email marketing com uma landing page?

Marketing na Prática • 12 de setembro de 2017

Páginas de destino (landing pages ou LPs) são ferramentas de marketing extremamente eficazes para apresentar seus produtos e serviços. Eles lhe dão flexibilidade dentro da sua marca para fazer algumas coisas diferentes. Muitas vezes é possível desenvolvê-las mais rapidamente do que uma página típica em seu site e, além do mais, podem ser projetadas para um único objetivo. As campanhas de email marketing mais eficazes também são projetadas em torno de um objetivo singular. Isso faz do email marketing um par perfeito para a página de destino. No evento MarketingSherpa Summit 2016, Flint McGlaughlin lembrou a platéia de um fato importante: uma campanha de email não pode vender nada ... exceto um clique. A venda ocorre em seu site. Isso realmente marcou a importância de um objetivo claro para suas campanhas de email. Leve essa ideologia até a sua página de destino. Se você conectar alguém ao seu site, proveniente de uma campanha de email, há a possibilidade de distração. Talvez haja vários produtos disponíveis na página ou muitos links no cabeçalho ou rodapé que possam distrair o cliente em perspectiva. Quando você está planejando uma campanha de marketing, pense na campanha de email do início até a página de destino e o que você considerará um sucesso. Corresponda a marca no seu email à página de destino. Conte uma história que começa na caixa de entrada e termina na página de destino. Coloque nesta página somente aquilo que você precisará para alcançar o sucesso. Mantenha-a simples e aproveite o ROI (retorno sobre investimento) que o email marketing e as páginas de destino podem oferecer.


Ler Mais
5 Dicas para Reduzir sua Taxa de Cancelamento de Inscrição

5 Dicas para Reduzir sua Taxa de Cancelamento de Inscrição

Produto & Design • 9 de agosto de 2017

Você está sofrendo com altas taxas de remoção de inscrição das suas campanhas de email marketing? Por acaso não sabe por que isto ocorre? Está se perguntando qual é o motivo para este dilema? Dê uma olhada em algumas razões comuns que levam os assinantes a cancelarem sua inscrição e a solução para esses problemas! Abaixo encontram-se 5 ótimas dicas para diminuir suas taxas de remoção de inscrição! Fornecer maneiras alternativas de permanecer em contato Uma das maiores razões para o cancelamento da inscrição por parte dos destinatários é o sentimento de estarem sendo inundados por emails. Infelizmente, quando isso acontece, eles costumam remover a inscrição da maioria dos emails que recebem. A triste realidade desta situação é que esses destinatários não consideram seu email como algo especial. Portanto, eles não pensam duas vezes em cancelar a inscrição do recebimento dos emails. No entanto, existe uma maneira de salvar esta situação. Deixe-os saber que há outras maneiras para que seus assinantes permaneçam em contato com seu negócio. Forneça-lhes links para seu blog, web feeds, ou qualquer outro meio de comunicação, como as mídias sociais. Não encha a caixa de entrada de seus assinantes Muitas vezes, você é a causa da decisão dos seus destinatários cancelarem a inscrição. Isto acontece quando a caixa de entrada de seus destinatários é inundada com vários emails seus. A boa notícia é que há uma série de soluções para corrigir esse problema. Você pode fornecer aos seus destinatários uma opção para permanecer inscrito e alterar a frequência dos emails enviados. Esta opção deve ser oferecida ao clicarem no link de cancelamento da inscrição. Ela  deve também estar presente no momento da inscrição para que os destinatários possam selecionar a frequência mais adequada para cada um. Você também pode considerar fazer o teste de diferentes frequências e analisar as reações de seus destinatários, a fim de descobrir a melhor frequência a ser usada. Forneça a opção de alterar o endereço de email Seus assinantes podem simplesmente querer alterar seu endereço de email. No entanto, se você não fornecer-lhes uma opção para fazê-lo, eles acabarão por cancelar a inscrição. Provedores de serviços de email como a Benchmark Email já possuem essas opções em seus aplicativos. Não utilizar esta ferramenta pode resultar em perder desnecessariamente seus assinantes. Dê aos assinantes o que eles estão procurando Seus assinantes se inscreveram porque esperam que você cumpra determinadas expectativas. Caso não lhes der o que querem, eles não terão razão para permanecerem inscritos. Fique de olho em seus emails e garanta que eles contenham o que você prometeu entregar. Caso prometeu enviar emails informativos, evite colocar táticas promocionais excessivas dentro do email. Certifique-se de que pelo menos 70% das suas informações são livres de promoção. Forneça aos seus assinantes uma lista de tópicos e assuntos e deixe-os selecionar o que lhes agrada. Também forneça-lhes a opção de cancelar a inscrição apenas sobre um determinado tópico ou assunto. Analise seus relatórios e tome nota dos tópicos e promoções que obtêm a melhor resposta de seus assinantes e adapte seus emails de acordo. Você poderia até pensar em implementar emails de gatilho e segmentação para melhor direcionar seu público-alvo. Incentive as pessoas a editarem suas preferências de inscrição Motive as pessoas a editarem suas preferências de inscrição. Esta é uma ótima maneira para seus destinatários deixarem você saber o que está faltando, para assim se adaptar adequadamente. Infelizmente a maioria das pessoas só utilizam esta opção depois de já terem decidido cancelar a inscrição. Dê-lhes incentivos para editarem suas preferências notificando-os sobre ofertas especiais ou solicitando que atualizem seus perfis para eventos futuros. Você conhece mais dicas para diminuir as taxas de cancelamento de inscrição? Conte-nos sobre elas!


Ler Mais
Retrato perfeito: imagens, hospedagem e suas campanhas da Benchmark Email

Retrato perfeito: imagens, hospedagem e suas campanhas da Benchmark Email

Marketing na Prática • 28 de julho de 2017

Me fala se isso soa familiar para você: Seu animal de estimação está fazendo a coisa mais linda, ou você e seu namorado(a) estão posando para aquela foto perfeita. Ou você simplesmente precisa postar no Facebook aquela foto do seu filho todo sujo de comida. Você clica para tirar a foto e ... ... uma mensagem de alerta aparece, dizendo que seu espaço de armazenamento está cheio. Você começa a procurar fotos para excluir, classificando em sua cabeça quais memórias especiais são mais importantes do que outras (ou qual restaurante você ainda quer se gabar por ter ido). Isso é horrível, não é? Conteúdo visual importa Isto acontece com empresas também. Às vezes, as empresas contratam fotógrafos para tirar fotografias espontâneas ao redor do escritório ou fotos profissionais de seus produtos. Todos nós temos um monte de fotos de eventos e exposições ou até reuniões da empresa. Na verdade, o marketing visual ficou em segundo lugar, perdendo apenas para os blogs em termos de conteúdo importante, dizem os profissionais de marketing entrevistados pelo Social Media Examiner no ano passado. Compartilhar imagens ajuda a dar um toque pessoal a qualquer empresa. Incluir seu logotipo contribui para aumentar o reconhecimento da marca. Os leitores prestam muita atenção às imagens que transportam informações. Estudos nos mostram que quando as imagens são relevantes, leitores passarão mais tempo olhando as imagens do que o próprio texto. Os dados dizem tudo. Precisamos ter nosso estoque de fotos e conteúdo visual pronto para cada campanha de email. Ao orçar um tempo para sua campanha de email, a última coisa que você precisa é de um alerta dizendo que sua galeria de imagens está cheia. Todos conhecemos bem esta sensação de desânimo. A Benchmark entende suas necessidades de conteúdo visual Com cada conta, seja grátis ou paga, a Benchmark oferece aos profissionais de marketing uma Galeria de Imagens que pode armazenar até 10MB de imagens. Dependendo do tamanho das suas imagens, isso pode ajudá-lo a armazenar até 100 imagens! Para que suas campanhas de email sejam carregadas o mais rápido possível e a fim de obter uma melhor entregabilidade, recomendamos o carregamento de imagens com cerca de 100 KB. À medida que você carrega imagens em sua conta, nosso sistema irá compactá-las automaticamente, mas sem perder a qualidade. Você também pode experimentar algumas outras ferramentas gratuitas, tais como: Compressor.io Kraken.io GiftOfSpeed PNG Compressor ou JPEG Compressor Tinypng OptimiZilla ImageRecycle Com a ferramenta de edição dentro da sua conta, a Aviary, você pode também editar suas imagens adicionando filtros, texto e muito mais! Diga adeus ao alerta de armazenamento cheio À medida que continuar a aprimorar seu ofício de se tornar um profissional de email marketing e ter imagens como uma grande parte de suas campanhas de email, você poderá aumentar o limite de armazenamento da galeria de imagens. Não se preocupe. Você pode obter o Armazenamento de Imagens Premium! Este add-on lhe dará espaço ILIMITADO para todo o seu conteúdo visual por apenas R$ 14,20 por mês. O jeito mais inteligente de se engajar com seus clientes Nossa plataforma é construída para o profissional de marketing prático. Oferecemos todas as ferramentas que você precisa para começar e ainda mais à medida que for crescendo. Compartilhe suas idéias Deixe-nos saber sobre suas dicas de conteúdo visual em seu email marketing. Esquecemos de alguma ferramenta? Você experimentou algo que produziu resultados positivos? Conte-nos nos comentários abaixo.


Ler Mais
Proteja sua marca com registros SPF

Proteja sua marca com registros SPF

Além do Email Marketing na Prática • 20 de julho de 2017

Aos 32 anos, e em um relacionamento de longo prazo, raramente consigo uma noite tranquila sozinho. Nessas raras ocasiões, costumo pedir comida. Cozinhar para um não é muito divertido. Inevitavelmente, o entregador de pizza vai bater em minha porta. Toda vez, sem falhas, vou espreitar o olho para ver quem é, mesmo que eu esteja esperando o entregador (minha namorada é intolerante à lactose e é a única chance de eu comer pizza). Não vou abrir a porta sem confirmar que é a pessoa da entrega. Da mesma forma que procurei verificar a identidade do indivíduo tocando na minha porta, os provedores de serviços de Internet (ISPs) fazem o mesmo com suas campanhas de email. O que são registros SPF? Os registros SPF garantem uma maior capacidade de entrega para seus emails, permitindo que os ISPs confiem na autenticidade do seu e-mail. Resumidamente, o ISP poderá confiar que o email é genuíno e não foi enviado fraudulentamente em seu nome, o que é um truque comum de spammers. SPF é um sistema de validação de email que bloqueia spam na forma de remetentes falsificados. Os chamados \"Spoofers\" cometem fraudes enviando emails a partir do que parecem ser endereços confiáveis para obter informações confidenciais. Se você estiver seguindo as melhores práticas de email marketing, sua boa reputação e sua identidade verificada devem ser suficientes para que o ISP saiba que seu email não é spam e, portanto, deve ser entregue. Usando registros SPF, um administrador pode escolher quais servidores podem usar um determinado domínio criando um registro SPF no DNS público. O DNS pode então ser usado para verificar se o e-mail de um determinado domínio é enviado de um servidor aprovado pelos administradores do domínio. Porque a Benchmark utiliza registros SPF? A Benchmark Email cria um registro em seu nome que mostra ao ISP que você é exatamente quem você diz ser quando seu email está sendo enviado. Ao adicionar um SPF para incluir a Benchmark Email, você autorizará a Benchmark a enviar emails em seu nome, ajudando os ISPs a verificarem que estamos fazendo o envio de um email legítimo com a sua autorização. A vantagem única de publicar um registro SPF é que os Spammers e Phishers não poderão forjar o seu domínio de envios de email. Eles também não serão capazes de fingir que estão enviando emails em nome do seu domínio. Se o fizerem, esse email será capturado pelos sistemas Anti-Spam dos respectivos ISPs e o email irá parar na pasta de lixo eletrônico ou spam. Assim, ao publicar um registro SPF, você está fazendo com que seu domínio seja a prova de “Spoofers”. A Benchmark Email autentica os emails enviados usando o SPF e outros métodos de autenticação. Você pode descobrir mais lendo nosso artigo sobre autenticação de e-mail. Entendendo melhor o registro SPF Um registro SPF se parece mais ou menos com algo assim: “v=spf1 a mx -all” No registro SPF, você pode determinar quais endereços e domínios de IP podem enviar emails em nome do seu domínio, impedindo a falsificação. Digamos que você é cliente da Benchmark e está enviando emails para seus clientes através da plataforma. Para uma melhor capacidade de entrega, você precisa permitir explicitamente que a Benchmark possa enviar emails para seus clientes em seu nome. O registro SPF de seu domínio deve estar em seu gerenciador de DNS mais ou menos assim: seudominio.com IN TXT “v=spf1 a mx ip4:1.2.3.4 include:domíniodoseuprovedordeemailmarketing.com -all” Nesse cenário, 1.2.3.4 é o endereço IP do seu servidor de email ou serviço de email marketing, como a Benchmark. Além disso, domíniodoseuprovedordeemailmarketing é o domínio do serviço de email marketing, como a Benchmark, ou o nome de domínio do seu servidor de retransmissão. Recursos adicionais Você pode obter mais ajuda nestes links: http://www.openspf.org/SPF_Record_Syntax http://www.openspf.org/FAQ Assim que publicar seu registro SPF como um registro TXT no DNS, você pode testá-lo visitando estes sites: http://www.mxtoolbox.com/spf.aspx http://www.kitterman.com/spf/validate.html Nossos especialistas em marketing de engajamento estão aqui para ajudar se você tiver alguma dúvida ou precisar de assistência com registros SPF. Entre em contato através do telefone, chat ou email.


Ler Mais
Como o Design Influencia na Entregabilidade

Como o Design Influencia na Entregabilidade

Marketing na Prática • 3 de julho de 2017

Pouco antes de começarmos, este artigo não é sobre nós, mostrando como fazer um e-mail parecer bonito. Este é o sexto artigo em nossa série de entregabilidade e a intenção não é te dar dicas de design aqui, mas explicar o tipo de design que suas campanhas de email precisam ter para passar por filtros de spam e chegar à caixa de entrada dos seus destinatários. Então, o que funciona melhor? A resposta é, de fato, surpreendentemente simples. O que funciona melhor são emails que são 100% em texto, sem imagens. Essa é a resposta ao analisar o tema exclusivamente a partir de uma perspectiva técnica, de entrega. Lembre-se, no entanto, que você precisa equilibrar esse ideal com sua necessidade de criar campanhas que gerem conversões e sejam esteticamente agradáveis. Depende de você encontrar um equilíbrio entre os dois objetivos. O importante é que, quando você terminar de ler este artigo, você entenda como montar suas campanhas de forma que o design não prejudique a sua capacidade de entrega. Aqui está o que você deve ter em mente ao montar uma campanha com uma boa capacidade de entrega: Use o mínimo de imagens possível Como mencionado acima, em um mundo ideal, seu e-mail seria 100% de texto. Sabemos que isso não é o melhor em termos de estética, mas é a verdade. Se você quiser incluir imagens, você deve procurar uma proporção de 70% de texto e 30% de imagens. Quanto mais longe você estiver desta relação de 70:30, com imagens ocupando um maior espaço, maior a probabilidade de ter problemas com a sua capacidade de entrega. Modelos de uma única coluna Sim, pode não ser muito emocionante, mas a simplicidade é a chave para o sucesso. Criar emails complexos ou de várias colunas não o ajudará a chegar na caixa de entrada. Montar campanhas de coluna única oferece vários benefícios: clareza de conteúdo, ordem e, mais importante, sua campanha de email responsiva poderá se adaptar mais facilmente a todos os tipos de tela. Seja cuidadoso com as cores As cores mais recomendadas são #FFFFFF para o plano de fundo do e-mail e #000000 para a cor da fonte. Você pode imaginar quais cores são, não pode? Isso mesmo, um fundo branco e texto preto. Mais uma vez, isso seria o que você usaria em um mundo perfeito. Eu sei que você quer usar as cores da sua empresa, mas tenha cuidado, não use-as inescrupulosamente. Não as coloque como cores de fundo, por exemplo. Eu também recomendaria que você fique atento a certeza de que existe um forte contraste entre texto e cores de fundo. Eles não devem ser semelhantes, pois faz com que seu email fique muito mais difícil de ler para seu destinatário. Fonte de texto e formatação Muitas vezes nos perguntam por que só temos 17 fontes em nosso editor de arrastar e soltar. A resposta é simples. Estas são as únicas fontes que são lidas e aceitas por todos os provedores de email. Isso significa que quando usar uma delas, você saberá que serão mostradas nesse formato exato em todas as caixas de entrada. Além de escolher a fonte, também é importante que você mantenha a formatação de texto simples. Formatar toda a campanha em negrito, por exemplo, pode fazer com que sua campanha acabe na pasta de spam ou, se o texto estiver em caixa alta, pode simplesmente PARECER QUE VOCÊ ESTÁ GRITANDO. Tente ter em mente que a usabilidade e a experiência do seu inscrito ao interagir com seu email são muito importantes. Palavra e símbolos relacionados a Spam Este é um clássico. Você provavelmente já ouviu falar que você precisa ter cuidado com os tipos de palavras que você usa em seus emails, porque se você abusar de palavras como grátis, ganhar dinheiro, milhões, renda extra, acesso gratuito, trabalho em casa, tempo limitado, crédito, oportunidade, faça agora, preço, milhares, perda de peso... ou caso você use vários pontos de exclamação, letras maiúsculas, sinais de moeda, asteriscos ou símbolos incomuns, é muito provável que você tenha uma fraca capacidade de entrega. Muitas vezes nos perguntam sobre emojis e, apesar de você poder usá-los, certifique-se de que o uso deles é relevante e não excessivo. Tenha cuidado com os links também. Verifique se eles funcionam e estão enviando seu destinatário para a página certa. Um email com links falsos, incorretos ou enganosos parecerá suspeito para filtros de spam e também não ajudará a alcançar seus objetivos. Links relacionados à Inscrição Você provavelmente não esperava ver esta última seção, mas faz parte do design dos emails criados em nosso editor de Arrastar e  Soltar e tem um impacto importante na entregabilidade. Neste bloco, você pode escolher os links para incluir, embora o link para se desinscrever não seja opcional. Também recomendamos que você inclua no mínimo, sempre, os seguinte links: Gerenciamento de Inscrição Informações do Destinatário Denunciar Abuso Esses links protegerão sua reputação de maneira silenciosa porém efetiva. Não tenha medo de incluí-los e de sempre manter as informações abertas e transparentes para seus assinantes. Esse é o último artigo de nossa série de entregabilidade. Temos seis deles com dicas excelentes de como você pode melhorar sua taxa de entrega: Os Princípios Básicos da Entregabilidade no Email Marketing As vantagens de usar o IP Dedicado no Email Marketing Os 5 Fatores que Afetam a Entregabilidade de suas Newsletters Como reclamações de abuso afetam a entregabilidade de suas campanhas? Uma Maneira Simples de Resgatar Sua Estratégia de Email Marketing Como o Design Influencia na Entregabilidade Aplique esses princípios e compartilhe os resultados conosco! Queremos saber se essas dicas funcionaram para a sua estratégia de email marketing assim como funcionaram para a nossa. Ajude os outros a também aprender mais sobre as melhores práticas de marketing por email, compartilhando esse artigo em suas mídias sociais. E, se você tiver dúvidas, deixe um comentário abaixo e nós retornaremos para você. Aproveite o aprendizado com a Benchmark!


Ler Mais
Uma Maneira Simples de Resgatar Sua Estratégia de Email Marketing

Uma Maneira Simples de Resgatar Sua Estratégia de Email Marketing

Marketing na Prática • 29 de junho de 2017

Já vimos em artigos anteriores por que é tão importante construir sua própria lista de contatos, mas você sabia que também é extremamente importante que você a mantenha atualizada? Se a sua lista não estiver atualizada, você certamente terá problemas de entregabilidade e isso não significa apenas que você não verá tantas conversões quanto espera, mas também que corre o risco de seus emails serem marcados como spam. Continue a leitura para descobrir como obter melhores resultados para suas campanhas de email marketing. Gerencie sua lista para otimizar a entrega de seus emails Como dito acima, a primeira dica é: você precisa criar sua própria lista de contatos. Esqueça sobre comprar listas de milhares de assinantes. É muito melhor começar do zero e encorajar as pessoas a assinarem uma de cada vez do que comprar uma base ou colher endereços da internet. Enviar 100 emails para pessoas que lhe deram seus emails voluntariamente é muito mais efetivo do que enviar 1000 emails para pessoas que nunca ouviram falar de você. Para criar uma lista é necessário que você faça com que as pessoas se interessem o suficiente por você para lhe dar seus endereços de email. Para fazer isso é necessário pensar em uma estratégia para cada um dos diferentes canais nos quais pretende estar presente. Aqui vão algumas ideias que são 100% práticas e efetivas. Site: Você não só necessita de um formulário de inscrição como este deve estar visível e fácil de achar. Também deve informar que todos aqueles que lhe contatarem via este formulário estarão optando, também, por receber futuras informações e atualizações da sua parte. Blog: É recomendável que seu site tenha um link para o seu blog. Se este for o caso, assegure-se de que seu formulário pop-up aparece quando um leitor faz uma visita. Você pode persuadir as pessoas a ceder suas informações de contato a você ao fazer com que saibam que, ao inscreverem-se, elas receberão algo em troca, como ofertas, informações extras, etc.  Crie grupos em ferramentas como o Meetup e organize eventos com pessoas que tenham interessantes semelhantes aos seus. Organize cursos online e webinars onde todos os participantes devem se registrar com o email para poderem participar. Em suas landing pages ofereça ebooks, manuais ou qualquer outro conteúdo de valor que possa ser baixado quando o endereço de email é fornecido. Faça competições e distribua prêmios nas mídias sociais. Troque cartões de negócios com novos contatos em eventos, feiras e em outras oportunidades de networking. Assim que tiver assinantes, é muito importante que se comunique com eles de maneira que continuem a abrir seus emails, visitar seu site e clicar nos seus links. O Automation Pro facilita todo este processo. É uma ferramenta excelente para manter as pessoas engajadas e interessadas, já que te possibilita criar jornadas personalizadas para cada cliente baseado em como eles interagem - ou não - com sua campanha. Vamos dar uma olhada em como interagir com o cliente e mantê-lo engajado. Toda vez que uma campanha é enviada você deve ficar de olho em quem está e quem não está abrindo suas mensagens. Se você possui um grupo de pessoas que não abriu nenhuma de suas mensagens há algum tempo elas podem não estar mais interessadas em seu produto, ou talvez o endereço de email esteja inativo. Nestes casos, o risco de ser marcado como spam é maior. Aqui vão algumas dicas práticas a serem seguidas: Na Benchmark você possui a ferramenta de “limpar lista”. É muito importante que, a cada 3 ou 4 campanhas, você reveja a qualidade de sua lista e delete as rejeições duras e confirmadas. Se você possui uma alta taxa de pessoas que não abriram seus emails após várias campanhas você pode:  Deletá-las da lista. Elas não estão interessadas no que você tem a oferecer e deletá-las pode levar você a contratar um plano menor. Você não só estará economizando dinheiro como aumentando sua taxa de abertura, focando somente em seu assinante principal. Separá-las das pessoas que abrem seus emails. Com esta estratégia, você pode criar uma sub-conta onde colocará somente aqueles que não abriram seus emails. Para este grupo, pode enviar uma campanha de reengajamento. Aqueles que conseguir recuperar podem ser movidos de volta para a conta principal. Ao fazer isto você se certificará que sua conta principal terá uma excelente reputação e que você só realizará envios para os assinantes mais engajados.  Assegure-se também de que as campanhas enviadas para aqueles que não abrem seus emails seja para reengajamento especificamente. O email a ser enviado para alguém que está numa campanha de reengajamento deve ser diferente do email enviado para aqueles que já apresentam interesse nos seus envios. Considere criar segmentos também. Como você sabe, quanto mais personalizada e focada a campanha mais relevante ela será, assim como seu sucesso. Por último, lembre-se que, com sua conta da Benchmark, você possui acesso aos Emails de Engajamento. Use esta ferramenta à seu favor e crie listas com aqueles que abriram diversas campanhas ou campanhas específicas, aqueles que não abriram, aqueles que clicaram em algum link e muito mais. Você pode, por exemplo, descobrir o quão interessado seu assinante está em um determinado produto. Somente inclua os produtos em uma campanha e espere para ver quem irá clicar. Assim que enviar a campanha e obtiver os resultados, você poderá criar listas segmentadas baseado no interesse em cada produto. Isto não somente lhe dá mais informação de quem está interessado em quais itens como também lhe permitirá continuar o contato com futuras campanhas baseadas nestes interesses. Em nosso próximo artigo, veremos Como o Design Influencia na Entregabilidade. Siga-nos, inscreva-se e não perca! Ajude os outros a aprender as melhores práticas de email marketing compartilhando este post (e os outros da série) em suas redes sociais. E, caso tenha qualquer dúvida, é só deixar um comentário que retornaremos para você. Aproveite o aprendizado com a Benchmark!


Ler Mais
As vantagens de usar o IP Dedicado no Email Marketing

As vantagens de usar o IP Dedicado no Email Marketing

Marketing na Prática • 19 de junho de 2017

No segundo artigo da nossa série sobre entregabilidade vamos focar na importância de utilizar um IP dedicado. Se você não sabe o que é isto, ou observa que seus emails chegam muitas vezes à caixa de spam, se acomode, tome nota e prepare-se para pôr em prática mais um conselho de expert. Se você estiver cuidando de seu próprio negócio ou trabalhando em email marketing, você espera que seus e-mails cheguem com segurança na caixa de entrada do destinatário. O que você menos deseja, é claro, é que eles acabem na caixa de spam. Para reduzir a chance disto acontecer uma das coisas que você pode fazer é usar um IP dedicado. Aumentar suas chances de evitar a caixa de spam é somente uma das vantagens de usar um IP dedicado no seu email marketing. Vamos dar uma olhada em mais algumas. O que é um IP Dedicado? Vocês provavelmente já ouviram falar sobre o IP dedicado, mas pode não ter certeza sobre o que ele é de fato. Vamos imaginar então que um endereço de IP é uma estrada, em vez de carros, há muitos emails de pessoas utilizando-a. Este seria o IP compartilhado.  No entanto, um IP dedicado, é uma estrada privada, onde somente os emails de seu proprietário podem viajar. A vantagem de emails enviados através de um IP dedicado é que se movem mais rapidamente e não são afetados por eventuais “acidentes” de outros usuários ao longo do caminho. Um IP dedicado é para o seu próprio uso, e não para compartilhá-lo com outros, significando que não há a necessidade de se preocupar como a qualidade e a quantidade de envios de terceiros que podem te afetar negativamente. Por exemplo, se em um IP compartilhado um ou mais usuários enviar spam, todos usuários naquele grupo podem ser marcados como spammers. No caso de um IP dedicado, você é o único a usá-lo, portanto suas campanhas dependem de suas ações somente. Se você estiver utilizando ou optar pela Benchmark como sua especialista em email marketing, trabalharemos para proteger sua reputação, mesmo se optar por usar um IP compartilhado. Aplicamos um protocolo de qualificação que agrupa clientes de acordo com sua reputação. Então, para exemplificar, este protocolo pode classificar clientes como bons, médios ou ruins. Caso você tenha listas de boa qualidade, porém não pratica as melhores práticas de email marketing, então talvez você pertença ao grupo classificado como médio. Nós monitoramos esse comportamento constantemente, mas você também pode trabalhar para poder ter certeza de que estará sempre no melhor grupo possível. Você também precisater em mente que provedores de email (como o Gmail, Yahoo, Hotmail, etc) possuem listas de IP chamadas de blacklists (listas negras) e as usam para reduzir spam. Essas listas contém IPs que são conhecidos por mandar spam e são usadas para filtrar mensagens de email e categorizá-las como spam ou não. SPAMHAUS, Trend micro e spamcop.net são exemplos de organizações que compilam as ‘listas negras’ para ajudar a combater o spam. Naturalmente, maximizar as vantagens de se obter um IP dedicado exige que você siga as boas práticas de email marketing. Você não quer arriscar a reputação de seu IP ou até mesmo cair em uma lista negra. Algumas dessas boas práticas incluem: - Listas de boa qualidade: Você precisa ter a permissão de seus contatos. Contatos cadastrados através do double opt-in são os melhores. - Baixa denúncia de abuso: Quanto mais suas campanhas de email são marcadas como spam, mais sua reputação sofre. - Evite usar, como remetente, domínios públicos como @gmail, @hotmail, etc.: Usar um domínio privado (exemplo: empresa@meudominio.com), além de dar um aspecto mais profissional, também ajuda na sua reputação. Um domínio privado permite que adicione uma configuração SPF, uma autenticação a mais que não é possível de se obter com um domínio público. - Construção de lista: Não compre listas de email e evite usar listas que pertençam a terceiros. Mantenha-se ligado para futuros artigos dessa série para mais definições e dicas. Outras vantagens de IPs dedicados. IPs dedicados oferecem maior confiabilidade para promoções sensíveis a prazo. As campanhas que também requerem atenção especial irão se beneficiar da entrega rápida oferecida. Se você envia em alto volume, recomendamos a aquisição de vários IPs dedicados, além daqueles que configuraremos para você, para melhorar seu tempo de entrega. Na Benchmark, quando concluímos a configuração de um plano de alto volume, enviamos um máximo de 20.000 e-mails de cada vez para as suas primeiras 5 campanhas. Por quê? Porque os vários provedores de email não gostam de receber, subitamente, vários emails de endereços de IP sem histórico. Suas campanhas correriam o risco de cair na caixa de spam ou serem bloqueadas. E quanto aos IPs dedicados que não estão em planos de alto volume? Neste caso, \"aquecemos\" o IP para você de antemão e, em seguida, cabe a você construir a sua reputação e mantê-la o mais perto de 100% possível. Na verdade, você pode até manter um olho na reputação do seu IP em sites como https://senderscore.org/. Lembre-se de que seu IP dedicado com a Benchmark custa apenas R$ 85,20 / mês. Se você é um cliente com um plano de alto volume, entre em contato conosco para descobrir quantos IPs dedicados já está incluso em seu plano. Adicionar outro leva apenas 24 horas para configurar e aumentará a sua velocidade de envio. Gostou deste artigo? Você já encontrou algumas áreas de seu email marketing que pode melhorar? Este é o segundo artigo da nossa nova série sobre entregabilidade. Em seguida, \"Os 5 fatores que afetam a entregabilidade de suas newsletters.\" Siga nossos posts, inscreva-se e não perca! Ajude outras pessoas a aprenderem mais sobre as melhores práticas de email marketing compartilhando este post nas mídias sociais. E, se você tiver quaisquer perguntas para nós, basta deixar um comentário abaixo e nós responderemos. Aproveite o aprendizado com o Benchmark Email!


Ler Mais
Qual é a taxa de cliques esperada nas campanhas de email?

Qual é a taxa de cliques esperada nas campanhas de email?

Marketing na Prática • 19 de maio de 2017

Taxa de cliques não é a mesma coisa que taxa de abertura e ambas podem significar coisas diferentes para diferentes empresas. Por exemplo, para as empresas de varejo que promovem produtos via email, uma boa taxa de cliques pode significar compras ou conversões. Mas o que é considerada uma boa taxa de cliques? De acordo com a Hubspot, ao enviar 16-30 campanhas por mês, conseguiram atingir um máximo de 6,5%, com uma excelente taxa de abertura de 32,4%. Sua estratégia foi descobrir com que frequência de envio de emails eles poderiam obter as melhores taxas de cliques e abertura. Como isso se relaciona com você? Bem, o estudo também mostra que o tamanho de sua empresa e a frequência de envio de seus emails devem refletir o mesmo: Pequenas empresas com 1-10 funcionários se beneficiam com o envio constante de 16 a 30 campanhas por mês, obtendo uma taxa de cliques de 6,3%. Empresas médias com 11-25 empregados se beneficiam com o envio frequente de mais de 31 campanhas por mês, com um resultado de 6,7%. Grandes empresas, entretanto, se beneficiam com o envio regular. Isso significa 6-15 campanhas por mês, com uma taxa de cliques de 7,0%. A partir disso, podemos dizer definitivamente que maior nem sempre significa mais. Significa apenas que os emails devem ser enviados de maneira mais inteligente, ou seja, segmentando sua lista para certificar-se de que está enviando o conteúdo apropriado para seus assinantes. Para aumentar sua taxa de cliques, pode considerar estas dicas: Teste seus e-mails. Realize testes AB com seus emails para ver qual gráfico, botão ou qualquer outro elemento do email terá um melhor desempenho. Segmente sua lista. O mesmo pode ser aplicado também à taxa de abertura. Segmentar a sua lista de assinantes e focar neles com conteúdo específico é sempre muito eficaz. Envie consistentemente. Certifique-se de enviar emails dentro de um cronograma recorrente, para que seus assinantes saibam quando ele vai chegar, para assim abrirem o email.


Ler Mais
Discutindo sobre o marketing digital, email e engajamento com a Smart Insights

Discutindo sobre o marketing digital, email e engajamento com a Smart Insights

Além do Email • 15 de maio de 2017

A Smart Insights é famosa por oferecer recomendações especializadas e práticas sobre o marketing digital, então fiquei muito animada por ter tido o prazer de conversar com Robert Allen, Editor da Smart Insights, esta semana. Nós discutimos sobre tudo relacionado ao marketing digital e alguns dos destaques da nossa conversa estão logo abaixo. Ele oferece dicas sobre como escrever um bom texto, engajar uma comunidade e muito mais, então pegue um papel e uma caneta, você não vai querer perder nenhuma de suas dicas exclusivas! Rob, como editor da Smart Insights, você escreve sobre todos os tipos de tópicos relacionados ao marketing digital. Você tem uma área favorita ou tópico? O que você mais gosta no marketing digital? Boa pergunta. Tem muitas áreas que eu acho realmente interessantes, especialmente SEO. Eu tenho pesquisado muito sobre aprendizagem automática recentemente, que eu achei fascinante, mas acho que o que eu mais gosto mesmo é o material de estratégia como um todo: dar um passo para trás e pensar sobre os princípios fundamentais e, em seguida, aplicar isso aos objetivos e elaborar uma estratégia. É por isso que eu escrevi bastante sobre modelos de marketing e critiquei a \"taticalização\" do marketing, onde os profissionais de marketing se esquecem de formular estratégias eficazes e em vez disso se concentram em táticas. Como você começou no marketing digital? Eu comecei me voluntariando para executar o marketing digital de uma instituição de caridade enquanto estava na universidade. Eu aprendi tudo que precisava no próprio trabalho e, em seguida, ajudei no marketing de alguns outros projetos. Quando me formei fui direto trabalhar para uma pequena consultoria de marketing que cresceu muito durante minha estadia lá. Eu aprendi muito sobre marketing de mídia social, SEO, email marketing e marketing de conteúdo. Quando eu vi que o Smart Insights estava procurando alguém para cuidar do seu blog, eu pulei na chance de estar na vanguarda do marketing digital através da liderança elaborada, e eu estive lá desde então! Como editor e alguém que teve grande sucesso em contribuir para a criação de uma comunidade e manter essa comunidade engajada, quão importante você diria que é o engajamento como parte de uma estratégia digital? O engajamento é absolutamente essencial, mas é a parte final de um quebra-cabeça maior. Nós sempre usamos a estrutura AACE (RACE) ao planejar nosso marketing digital. Para aqueles que não estão familiarizados com a estrutura, ela significa alcançar, agir, converter e engajar (reach, act, convert, engage). O engajamento não é sobre a obtenção de novos leitores, é sobre a retenção de leitores já existentes. A chave para o engajamento eficaz é ser útil - você tem que fornecer ao seu público o que eles querem. Nós publicamos quatro artigos por dia e tentamos manter nossos leitores atualizados com todos os últimos desenvolvimentos em marketing. Realizamos uma pesquisa com nossos leitores e descobrimos que o que eles realmente queriam era um lugar para obter apenas as atualizações essenciais para que eles pudessem parar de perder tempo olhando em vários sites em busca de todos os principais desenvolvimentos. É por isso que criamos a seção \"What’s Hot\", traduzida para ‘O que está na moda’, para mostrar aos leitores apenas os principais desenvolvimentos da plataforma a cada mês. Você concorda que escrever um excelente texto é essencial para engajar leitores? Com certeza, e é importante saber que um excelente texto é uma arte que sempre pode ser melhorada. Eu sou apaixonado por escrever e passo horas e horas de noite e fins de semana lendo os trabalhos dos melhores no mercado. Você pode aprender muito com os estilos de escrita de grandes escritores. A escrita de Scott Alexander me ensinou muito sobre como explicar conceitos complexos em linguagem simples, enquanto eu amo o estilo conciso e energético de Mark Ritson e Bob Hoffman. Que conselho você ofereceria a alguém que está apenas começando com email marketing? Teste. É simples assim. Ninguém sabe realmente o que vai funcionar e o que não vai. Às vezes você trabalha duro para criar um newsletter brilhante e atraente e o teste mostra que uma lista simples poderia ser melhor e mais eficaz. Da mesma forma, às vezes frases bem descritivas de assunto de emails dão certo, enquanto para outros públicos é melhor tentar algo incomum. Por exemplo, uma vez testamos um email com o assunto \"Algo para o almoço?\". O email ofereceu a seleção usual de artigos da Smart Insights que sempre enviamos, mas o posicionamos como algo para ler durante o almoço. A taxa de abertura e cliques foi mais do que o dobro da norma! Não tenha medo de tentar todos os tipos de idéias diferentes, apenas certifique-se de testá-las e, em seguida, aplicar as lições aprendidas. Quais 3 dicas você daria a alguém para fazer seu email mais eficaz? É sempre tentador usar palavras da indústria ou da moda para tentar soar bem informado, mas acho que é melhor ficar com o famoso ditado de Einstein que você deve \"sempre fazer tudo tão simples quanto possível, e não mais simples\". Então, se você realmente precisa usar um termo da indústria para explicar algo, vá em frente, mas, sempre que possível, use linguagem simples e fácil de entender. Pense primeiro no seu objetivo e trabalhe de trás pra frente. O que é que você quer que seu público faça? Você apenas quer que eles cliquem em um link? Em seguida, use chamadas convincentes para a ação e mantenha o mais sucinto possível. Se você quiser atrair e informar, então use perguntas para atrair pessoas.    Repita em voz alta. Muitas vezes as pessoas escrevem frases excessivamente densas quando um estilo mais simples e sucinto seria mais envolvente. Sou tão culpado disso quanto qualquer outra pessoa. Eu amo uma boa vírgula. Você verá que ao repetir em voz alta, você vai adicionar pausas e terminar frases em pontos naturais. Você já viu um artigo de blog que fez você pensar \"uau! que grande idéia\"? O tempo todo! Eu não passo horas por dia lendo blogs à toa! Um grande exemplo é quando me deparei com um artigo de economia de 1970. O nome do artigo é \"o mercado para limões\" e eu o encontrei ao ler um blog de economia. Isso me fez perceber um princípio fundamental sobre como o algoritmo de classificação de conteúdo do Google tem que funcionar. O autor do artigo ganhou um prêmio Nobel. Eu ainda estou trabalhando nisso. Como você vê o papel do email evoluindo ao lado de outros canais digitais, mídias sociais ou até mesmo da inteligência artificial? Email permanece como um dos mais eficazes de todos os canais de marketing. Não vejo essa posição sendo ameaçada por novos desenvolvimentos tecnológicos, muito pelo contrário. Aprendizagem automática e inteligência artificial asseguram a possibilidade de personalização incrivelmente eficaz, que pode ser aplicada ao email marketing melhor do que a maioria dos outros canais. O que você acha que será um grande desenvolvimento para o email em 2017? Já mencionei a crescente capacidade dos profissionais de marketing de usar o aprendizado automático e a inteligência artificial para alcançar incríveis níveis de personalização. Acho que as grandes tendências para o email este ano serão sobre como usar o poder crescente dessas tecnologias em conjunto com o big data. Estes permitirão o envio de ofertas altamente relevantes adaptadas aos clientes individuais. Obrigado por tantas excelentes dicas e conselhos, Rob! Tenho certeza que este post te deixou com muita coisa para pensar. Certifique-se de aplicar essas dicas em suas estratégias de marketing digital e de email e manter os olhos abertos para mais artigos cheios de conselhos práticos. Você pode ajudar outros a aprenderem mais também, compartilhando nas mídias sociais. Caso tenha quaisquer perguntas para nós, basta deixar um comentário abaixo.


Ler Mais
Rebranding Benchmark: A Jornada de nossa Equipe interna de Design

Rebranding Benchmark: A Jornada de nossa Equipe interna de Design

Produto & Design • 12 de maio de 2017

Vamos voltar um pouco: A Benchmark começou lá em 2004 como um serviço de email marketing que era fácil de usar e acessível a qualquer um  que tinha a esperança de crescer seus negócios. Desde então, a companhia tem passado por mudanças significativas que resultaram na necessidade de nos reidentificarmos ao longo dos anos. Isto tem sido visto através de mudanças em nosso logo e marca, como um esforço para igualar nossa identidade versátil. inclusive reflete o porquê de termos alguns logos diferentes pelos anos, com o intuito de nos adequar à nossa identidade instável. then, the company has experienced significant changes resulting in the need to reidentify who we are over the years. This has been reflected in cycling through a few different logos and rebrands in an effort to match our shifting identity. Nosso Desafio   The product and design growth that we have experienced often happened out of necessity and somewhat unexpectedly. As a small company, time and resources are minimal and we have had to do our best within the reality of those limitations. We were able to maintain a fairly consistent identity. However, we lacked the opportunity to create a brand that fully embodied who Benchmark is and the direction that we are going. As the design team, this often left us in an awkward and unclear space, making it difficult to have excitement and ownership of our identity as the company continued. It was time for a change. It was the time that as a company we had something that could scale and something that could perform. One of the most fundamental parts of a brand identity has to do with the logo. This presented the first, and greatest, challenge. Our old logo had some major weaknesses. It consisted simply of our name written in a script typeface without a correlating mark.  When using our logo in small spaces, we did not have a mark or small version of the logo that functioned well.  We often ended up using the ‘B’ of ‘Benchmark’ for those situations, which was less than ideal. Another challenge was our primary brand color. As a dark navy blue, our brand looked far too similar to numerous other corporate enterprise software companies. Along with a generalized name like Benchmark, correlating to the mainstream tech market, there was a need to create a new brand identity that would stand out and demand attention. How Do You Rebrand a Company Anyway? When we began the process of creating a brand identity, we had no idea what we were doing. Identifying the challenges above was only one small step in the task before us, and we realized we had more questions than answers. How do you rebrand a company with offices in nine different countries and nine different languages? Where do you even start? Our small in-house design team sure as hell didn\'t know. We searched for every rebrand we could find on the internet, trying to dissect blog posts looking for any hints of how the process could work. Many companies that shared about their rebrands often mentioned only bits and pieces of the process. It was rare to find anyone that detailed each of the steps, but for those that did, we were extremely grateful. We also found a couple of books including Designing Brand Identity and Design Matters that guided our journey. For companies that willingly shared about their rebrand, it seemed that each one we found had a very different process. Some of the companies with greater resources utilized outside agencies to take on the rebranding task, not surprisingly creating stellar results. It became evident that there are many ways to rebrand, and we had to choose a way that was best for our company. Since our design team knew the uniqueness of Benchmark, understanding its quirks and functions, we felt the creative freedom to choose a path for rebranding that reflected our individualism. Finding Our Company Identity The initial Benchmark identity was conceptualized organically, without much thought or intentionality behind it. As the company shifted and grew, it became clear that having an identity with a purpose was a necessity in order to continue succeeding in a competitive and quickly changing market. 2016 was the year that marked large scale changes for our company and its identity development. As a whole, Benchmark dug deep to figure out exactly who we are, who we want to be and where we fit with the rest of the enterprise software world. This could not have been better timing for our design team as we began to take on the rebrand. Determining how to encompass the complexity of holding to our roots, while also having a better definition, required an assessment of the Benchmark of old and the Benchmark that was to be. This happened in a few different ways and contributed to the creation of our brand brief that we worked on with Curt and Denise Keller, the owners of Benchmark. Our CEO, Curt, chose the word ‘Benchmark’ and a navy blue back in 2004, from a desire to be a company that appeared corporate and professional. Curt has always had big dreams for Benchmark and envisioned it being a standard in the industry. The hope was that the company would be the rock, or benchmark, by which our clients would evaluate email marketing. The dream of Benchmark was still foundational, whereas the colors could use adjustment. Curt and Denise are very down to earth and practical. They have created an incredible company culture that is comfortable, casual and feels like a family. We love extending those same feelings and values to our customers through our products, and knew that this was vital to include in the rebrand. To evaluate our trajectory, including customer base and products, diverse teams were formed within the company. Using books like Traction, Scaling Up, Inside Advantage and 2-Second Lean, people on the teams helped to give input and perspective in defining the new company identity, and guiding the rebranding process. Step 1 - Define the Attributes Based on our conversations with the owners and the strong themes that emerged, we set out to define our brand attributes. The most obvious themes were that Benchmark is powerful and professional while simultaneously being friendly, approachable, and practical. That balance is our sweet spot. To coincide with these themes, we created a list of attributes, which would be a crucial part of the rebranding process. This list of attributes became the foundation for our visual ideas and was the system with which we ranked ideas and made decisions. No matter how great a concept was, if it failed to communicate the attributes of the company to our design team then inevitably it would fail to communicate our brand. To formulate our list of attributes, our design team did a word association exercise. We placed words from the brand brief in the center of giant posters, filling each one with any words that correlated with the one in the middle. We ended up with hundreds of words. We then highlighted all of the words that stuck out as strong attributes and had potential to give us visual ideas for the brand. From all of the highlighted words, we were able to narrow down to a final short list of attributes. Step 2 - Draft Out All Ideas From the list of visual attributes, we did quick sketch sessions of our raw ideas. This was by no means a visually stunning exercise, but it was extremely helpful to start the development of the logo mark. As we did this, we started to see strong visual themes emerge, some of which would end up being in the mix until the very end of the process. After flushing out some broad concepts, we honed in for some smaller sketches on the logo mark. To do this, we did an exercise where we created visual metaphor matrices, which helped us generate ideas by combing words on a matrix. We listed our attributes individually on one axis and then had simple words on the other axis. In trying to compare the combination of two of the words, it pushed us to come up with more ideas. Step 3 - Exercise and Iterate As the process continued, we went through hundreds of concepts. One thing we definitely learned is that we must iterate and be open to new exercises to keep moving and creating. Time after time, we found ourselves feeling as if we had no ideas left, but also recognizing that what we had generated so far was not yet right. Whenever we were stuck, we would try more exercises to keep pushing things further. Step 4 - Deciding on a Direction When we felt confident that all of the ideas had been explored, it was time to make the tough decision on the final direction of the logo mark. This was one of the most difficult moments in the process. We had a handful of logos that felt exciting to take to take to the next level. We also knew that we didn’t want to settle and desired to select something that would leave a lasting impression as a representation of the company. Ultimately, it came down to which one encompassed the most attributes. As a team, we selected our top picks, then did a silent vote and discussed the results. It was a relief to get past that stage and onto the next. Step 5 - Iterate Until It’s Right There was still much more work to do even after selecting the final direction. We continued to draft versions of the logo mark by doing exercises on both paper and in Adobe Illustrator. There reached a point after numerous iterations where we knew that we were close, but for some reason were having trouble finalizing the concept. Our team kept making attempts, creating and doing exercises, but nothing felt quite right. Finally, Kristen, one of our designers, started to see something happening in an old treatment of the logo from a previous exercise. As she had us gather around the mark that we had been adjusting for awhile, she began to explain what she was seeing, and as we listened, everything clicked into place. The center of the mark was where the magic was happening. It was about growth and transformation, about never being the same again and continuous improvement. Lines were moving forward from the left to the right, intersecting and communicating with the negative space. Once the lines pass through the center, they change position and continue to grow. This reflected not only our company story but the story we wished for our customers. Our new logo contained all of our attributes and then even a little bit more. Step 6 - Logotype and Typography For the logotype and typography, we decided to use a sans serif. Whenever we saw ‘Benchmark’ written in serif, it felt too serious and didn’t fit our attributes as well. After trying hundreds of sans serifs, we landed on a beautiful typeface from Luzi Type called Buenos Aires that paired beautifully with our finalized mark. Thinner weight sans serifs felt too weak to hold our company name, and heavier weights were too overpowering. We also wanted a typeface that was solid but still felt approachable and friendly. Interestingly enough, Luzi Type had another sans serif that we loved called Messina, which ended up being our main typeface apart from the logo. Step 7 - Identity System and Continuous Improvement Our design team is still in the beginning stages of creating our identity system and has started exploring ways to incorporate this motif into developing products. The hope is that the new motif translates growth, transformation and communication as it is implemented into the redesign of our application and our new CRM product that Benchmark is currently pre-releasing to a select group of users. You can continue to join us in our rebranding journey by subscribing to these posts and read stories on how we are learning to improve. Our Team A sincere thank you from all of us on the Benchmark brand team for taking the time to read about our labor of love. How About You? This was a really intense, but incredible process for our design team. There were many things that we learned from it, and looking back, we wish that we would have had more resources and guidance to help us not feel so alone on the journey. Our hope in sharing our process through this blog post is that it provides encouragement and offers direction to other designers embarking on a company rebrand. If you have questions, would like more resources, or have stories of your own rebrand, we would love to hear from you in the comments below or on social media! - Are you currently working on a brand or rebrand project? What is it? - Share your process! However simple or complex, it really helps others.


Ler Mais
Suas Perguntas Respondidas: Upload e Verificação de Listas

Suas Perguntas Respondidas: Upload e Verificação de Listas

Além do Email • 2 de maio de 2017

Sua lista de contatos é o recurso mais valioso no email marketing. Uma lista de boa qualidade desempenha um enorme papel no sucesso e entregabilidade de suas campanhas, por isso você deve fazer tudo que estiver ao seu alcance para enviar apenas para endereços de email válidos. Para ajudá-lo a entender sobre a qualidade de sua lista antes de enviar uma campanha e certificar-se de que não vai danificar a sua reputação, executamos verificações em cada lista enviada para nossa plataforma. O que isso significa para você? Leia mais para descobrir. Quais são os benefícios da verificação de listas? Taxas de rejeição mais baixas. Se você enviar um email para um endereço inválido, ele será rejeitado. Quanto mais rejeições houver, pior será a sua reputação de remetente, gerando um impacto muito negativo sobre sua entregabilidade (se seus emails chegam ou não na caixa de entrada). Você pode não ter considerado o quão importante é sua taxa de rejeição, mas os provedores de serviço de internet (ISP), grupos anti-spam e serviços de proteção de email corporativo utilizam o número de rejeições, reclamações de spam e solicitações de cancelamento de assinatura que um remetente possui  para priorizar os emails que vão para a caixa de entrada. Além disso, se você receber muitas rejeições, seu provedor de serviço de email marketing (ESP) poderá suspender sua conta. Melhor reputação do remetente. A reputação do remetente funciona como seu histórico de crédito. Se os resultados de uma campanha não forem muito positivos, isso deixará uma marca negativa no histórico do remetente. Além disso, assim como um histórico de crédito, uma vez que sua reputação cai, pode ser complicado reconquistá-la novamente. Resultados mais claros da campanha. Ao verificar sua lista, você não estará mais enviando emails que não chegam no destino apropriado. Com estes removidos, as taxas de abertura e de clique serão mais significativas. Economizar. Verificar sua lista pode reduzir o número de assinantes inscritos, mas os que permaneceram certamente serão de muito melhor qualidade. Ter menos pessoas em sua lista pode ajudá-lo a passar para um plano de email marketing menor com o seu ESP, cuja economia o ajudará a recuperar o investimento feito na verificação. O que acontece quando faço o upload de uma lista para a Benchmark? Quando você faz o upload de uma lista para a Benchmark, nosso software de validação de email analisa uma amostra estatisticamente significativa para entender a qualidade da lista. Desta amostra, os resultados são então agrupados em 4 categorias: Válido: os emails marcados como válidos têm uma conta válida associada a eles e é considerado seguro enviar campanhas a eles. Inválido: Não é possível enviar emails para estes endereços. Pode ser que o endereço não esteja mais em uso ou que ele tenha sido digitado de uma maneira incorreta. Aceitar Tudo: Enviar para endereços de email marcados como Aceitar Tudo é arriscado pois o servidor foi configurado para receber todos os emails enviados para um domínio específico, fazendo com que o endereço pareça válido inicialmente. A empresa possui um firewall ou outra ferramenta de filtragem de spam em seu lugar, o que pode fazer com que seus emails sejam rejeitados quando enviar sua campanha. Desconhecido: O email parece ok, mas o domínio não está respondendo. Não sabemos se não está respondendo devido a uma questão temporária ou permanente, portanto enviar para esses endereços também é considerado arriscado. Uma vez que colhemos a amostra, sua lista será aceita ou rejeitada com base nestes resultados. Se sua lista for rejeitada, será porque muitos dos endereços foram marcados como inválidos, arriscados ou ambos. Se a sua lista for rejeitada, não poderá utilizá-la sem a verificar primeiro, uma vez que, em seu estado atual, receberá uma quantidade de rejeições que prejudicaria a sua reputação de remetente. Como posso verificar minha lista? Todos os clientes em planos pagos podem verificar suas listas conosco. O processo é extremamente fácil e descomplicado. Tudo o que você deve fazer é enviar sua lista para o seu gerente da conta ou nossa equipe de suporte e faremos o resto para você. Se você não tiver uma conta paga, recomendamos que você entre em contato com nossa equipe por chat, telefone ou email para que possamos ajudá-lo. Você também pode usar o BriteVerify, Kickbox ou uma das muitas outras boas opções disponíveis para verificar sua lista gratuitamente. Existem muitas empresas que oferecem o serviço de validação de email, mas cuja qualidade da tecnologia utilizada para determinar o estado do endereço varia muito. Seu provedor determinará se a sintaxe do endereço de email está correta (por exemplo, nome@nomedaempresa.com.br) e, em seguida, verificará a validade do domínio do email. Finalmente, ele se conecta diretamente com o servidor de email para ver se o endereço de email existe no servidor. Quanto custa a verificação da lista? O preço que cobramos pela verificação da lista é muito acessível, custando apenas R$15 a cada 1.000 emails (nos planos gratuitos, a taxa mínima de pagamento é de R$100). Então é só verificar a lista uma vez e pronto? Não exatamente. Não é bom limpar sua lista uma vez e esquecer dela até que tenha uma taxa de rejeição alta novamente. Verifique sua lista pelo menos uma vez por ano e utilize as ferramentas de limpeza de lista de nossa plataforma pelo menos a cada 3 ou 4 campanhas. Nossa ferramenta de limpeza de lista está incluída em todas as contas e permite que você escolha o que deseja limpar: rejeições confirmadas ou pessoas que não abriram uma campanha sua dentro de um determinado número de envios, por exemplo. Para localizar esta ferramenta, clique na lista que você deseja limpar e clique em “Limpar Lista” como mostrado na imagem abaixo: A verificação de lista é fácil de ser feita, traz um ótimo retorno financeiro e é muito vantajoso para o email marketing. Espero que isso ajude a responder algumas das suas perguntas relacionadas à listas. Caso tiver outras, deixe um comentário abaixo ou entre em contato com seu Especialista em Marketing de Engajamento.


Ler Mais
Fuja destes Erros nas Automações de Email Marketing

Fuja destes Erros nas Automações de Email Marketing

Marketing na Prática • 25 de abril de 2017

Eu sou da primeira geração que realmente cresceu com telefones celulares. Na verdade, eu provavelmente sou um pouco mais velho do que essa geração, mas finja que faço parte para o bem da história a seguir (e meus sentimentos). Sou bastante familiarizado com o meu smartphone e sou muitas vezes culpado de deixá-lo quase que conectado às minhas mãos. Devido ao avanço da tecnologia e facilidade de uso, minha avó agora tem um smartphone também. No entanto, ela se convenceu de que não sabe como usá-lo e não quer aprender. Da última vez que estive na cidade, passei um tempo com ela para lhe mostrar como era fácil. Vendo por si mesma, ela finalmente admitiu que ela era totalmente capaz de usar seu smartphone. Ela tinha acumulado medos em sua cabeça que a impediu de usar seu telefone, mas ao vê-lo em ação, sentiu-se confiante o suficiente para usar seu telefone. Durante anos fui a exposições e eventos e conversei com empresários que se sentiam de forma semelhante sobre o email marketing e mídias sociais. Com o passar do tempo, esse medo diminuiu. Em seu lugar veio a automação de email marketing. A tecnologia tem chegado a um ponto em que qualquer profissional de email marketing pode executar com sucesso campanhas automatizadas. No entanto, precisamos quebrar as barreiras mentais que impedem os profissionais de marketing de tentar. Abaixo, compartilho o que não fazer, de modo que a única coisa que resta a fazer é configurar experiências automatizadas para seus assinantes. Aqui estão quatro erros a evitar na automação de email marketing: Erro número 1: Não fazer automação de email marketing Por que evitar algo que pode lhe poupar tempo, aumentar sua eficiência e torná-lo um profissional de marketing mais impactante? A automação também libera tempo para suas outras tarefas importantes. De fato, um profissional de marketing deve fazer o máximo possível por meio da automação. Talvez a razão pela qual você tenha evitado a automação até agora é que não sabe por onde começar. Bem, comece simples. Muitos profissionais de marketing configuram um email de boas-vindas para enviar assim que um assinante se inscreve para receber emails. Não faz mal começar com um conceito com o qual você já está familiarizado. Ao invés de o email de atração de leads ser um único email, tente torná-lo em uma jornada de três emails que ajudam a introduzir o assinante à sua marca. Digamos que você faz camisetas personalizadas para um time de esportes local e está tentando converter um novo visitante do site em um cliente. Use um formulário de inscrição que oferece um pequeno desconto para se inscrever em sua lista. Em seu primeiro email de boas-vindas, forneça o código promocional para o desconto que você prometeu no formulário de inscrição. O chamado à ação (CTA) deve ser comprar uma camiseta usando o código promocional. Três dias depois que a pessoa se inscrever, você pode fazer um acompanhamento com uma campanha de email que tenha depoimentos de clientes. Eles podem mencionar o quão confortáveis são as camisetas ou quantos elogios alguém conseguiu ao usar a camisa para o jogo recente da equipe. Mais uma vez, o CTA deve ser a compra de uma camiseta e um lembrete do código promocional. Para o seu terceiro email, sete dias após a inscrição, você pode compartilhar algumas de suas camisetas mais populares ou até mesmo os desenhos mais recentes. Um visitante do site pode ter gostado da aparência de sua página inicial e imaginou que estaria interessado em uma camiseta em algum ponto mais adiante, mas ainda não teve a chance de navegar em seu site. Ver as camisas em sua própria caixa de entrada pode ser o que o empurra para se converter. Não esqueça, adicione um CTA para comprar uma camiseta com um lembrete do código promocional. A Benchmark fornece um modelo dentro do Automation Pro para executar esta estratégia. Confira: Você não é o único a estar começando com a automação. De acordo com o Relatório de Maturidade de Marketing de 2016 da LeadMD, apenas 21% disseram ter um nível de maturidade de automação de marketing acima da média ou superior. Erro número 2: Não estabelecer uma meta É imperativo saber o motivo de cada jornada automatizada. A razão pela qual a automação é tão bem sucedida é que cada passo sucessivo da automatização deve se aproximar da meta final da conversão. Compreender o que é essa conversão, se é para se inscrever, comprar, baixar um estudo de caso, etc, é o primeiro passo para ter sucesso com a automação. Você trabalha de trás pra frente a partir daí. É importante ver as coisas da perspectiva de seus assinantes e clientes. Enquanto seu objetivo provavelmente vai ser de vender mais, eles estão buscando resolver um problema. O seu trabalho é conhecê-los em seu nível e explicar todas as maneiras que seus bens ou serviços podem ajudá-los com a resolução que buscam. Vejamos o exemplo anterior. Se estão visitando seu site, eles provavelmente querem apoiar a seu time de esportes local ou dar um presente para alguém. Oferecer um desconto incentiva o visitante a se inscrever, porque podem identificar o valor imediatamente ao fazê-lo. Se eles não comprarem uma camiseta até a hora que receberem o segundo email, os depoimentos podem ajudar a reduzir qualquer ansiedade que possam ter em comprar uma camiseta sua. Deixe seus clientes falarem sobre como o algodão é macio ou quantos elogios receberam pelo design da camiseta. Após uma semana, é possível que o novo assinante tenha se distraído ou se esqueceu de navegar em seu site. Acontece. Assim, quando o seu terceiro email é enviado automaticamente, você terá feito todo o trabalho para esse novo assinante, compartilhando alguns de seus itens mais populares. Erro número 3: Deixar de fazer listas segmentadas Eu recentemente contei a minha história de terror sobre automação e segmentação de listas e compartilhei algumas estratégias. Neste ponto, vou me concentrar neste erro e como superá-lo. Deixar de segmentar suas listas resultará em campanhas de email irrelevantes e mal direcionadas, sendo elas automatizadas ou não. A primeira solução para este erro é começar sua segmentação desde a inscrição. Isso pode ser através dos dados que você coletar ou permitindo que o novo assinante determine a qual lista ele ou ela gostaria de se aderir, tais como newsletters diárias, semanais ou mensais. A próxima solução é usar o engajamento do assinante para segmentar suas campanhas de email ou site. Se um assinante clicar consistentemente em um tipo de produtos ou serviços, você pode segmentá-lo em uma lista que continuará a fornecer informações sobre esses itens de interesse. Voltando ao nosso exemplo anterior, este poderia ser se um assinante que estava interessado nas camisetas de masculinas ou femininas, ou pode até mesmo segmentar pelo time de interesse. Outra solução é criar uma jornada que verifique se um assinante se converteu ou não. Dessa forma, você pode mover um lead para a lista de clientes uma vez que se converteram. Um modelo de estratégia de confirmação de compra está disponível para você no Automation Pro. Erro número 4: Enviar demais ou não o suficiente Como com qualquer email marketing, a frequência com que você envia seus emails é importante. Mantendo nosso exemplo da empresa de camisetas, a jornada detalhada acima faz um bom trabalho de servir o interesse do novo assinante, sem irritá-lo ou parecer desesperado. Por outro lado, você enviou os emails de maneira que o contato pode ter se esquecido de quem você é ou por que ele ou ela se inscreveu. Teste com suas campanhas de email simples, aquelas de apenas um email, e tenha uma idéia da frequência com que isto funciona com seu público-alvo. Uma vez que você tiver esse conhecimento, será mais fácil tomar uma decisão adequada quando se trata de desenvolver as jornadas de seus clientes e compreender quanto tempo de espera você deve colocar entre um email e outro na sequência de suas campanhas. Se aprender sobre os erros com a automatização do email marketing não foi o suficiente para amenizar suas preocupações e ajudá-lo a superar seus obstáculos, confira a longa lista que nosso amigo Jordie van Rijn montou com estatísticas de automação de marketing que deve convencê-lo a dar o salto para automatizar suas jornadas dos clientes. Quais os medos que impedem você de usar automações?


Ler Mais
5 hacks psicológicos para aumentar o impacto de suas campanhas de email

5 hacks psicológicos para aumentar o impacto de suas campanhas de email

Além do Email • 20 de abril de 2017

Nem sempre é possível sentar e pensar logicamente sobre cada decisão que tomamos, especialmente devido ao fato que tomamos centenas de decisões todos os dias. Portanto, usamos atalhos, confiamos em como nos sentimos para fazer muitas de nossas escolhas. Por exemplo, na sua caixa de entrada, você lê apenas os emails que chamam sua atenção e exclui o resto. Isto é uma escolha emocional. É por isso que a compreensão da psicologia e do comportamento de um consumidor é importante para um profissional de marketing. Você deve saber o que chama a atenção do consumidor e o que pode ser desinteressante para ele. Abaixo estão alguns desses fenômenos psicológicos que afetam a decisão de um consumidor: 1. Use o MDP (medo de perder) A maioria dos seres humanos tem uma aversão à perda; seu MDP muitas vezes os empurra para a ação. De fato, de acordo com um estudo realizado com britânicos, eles foram 39% mais propensos a abrir um email quando este prometia aliviar o medo de perder alguma oportunidade. Por exemplo, se em um email há menção de uma \"oferta de desconto especial de 50% apenas para você\", isto pode soar atraente, mas não o suficiente para obter uma resposta imediata. Se ao invés desta frase, substituir por: \"desconto especial de 50% apenas para você - expira em 1 hora\", há uma maior probabilidade de obter uma resposta instantânea. Este é um princípio que sites de eCommerce usam muito bem. Como já pode ter notado, embaixo de um produto à venda muitas vezes encontramos uma frase parecida com, \"último do estoque\". Isso desencadeia um sentimento de urgência que empurra o consumidor a agir com rapidez. Assim sendo, escassez e urgência são as chaves para obter ação. A escassez é também um princípio econômico em que quando a oferta de um bom produto é baixa, a demanda tende a ser alta e parece mais desejável. Você pode usar o MDP ao incluir palavras como \'expira\' na linha de assunto, para melhorar as taxas de abertura. Use o corpo do email para explicar melhor a escassez ou a urgência do produto e aumentar a taxa de cliques. 2. Escolha as cores certas para obter a resposta certa A psicologia das organizações estima que a cor pode representar até 60% do motivo para a aceitação ou rejeição de um produto ou serviço. A cor provoca respostas emocionais dos leitores, portanto escolha o esquema de cores dependendo da resposta emocional que você deseja desencadear em seu público alvo ao ler o email. Por exemplo, o vermelho é conhecido por infundir um sentimento de perigo ou urgência e pode aumentar a freqüência cardíaca, enquanto o laranja está associado à agressividade e pode empurrar os leitores a clicar na CTA (chamada à ação). Além disso, o azul representa confiabilidade e, portanto, serve bem para quando você está falando de segurança. Embora cada cor é conhecida por desencadear uma emoção muito específica, tenha em mente que a melhor maneira de descobrir a cor que provoca a melhor resposta é através da tentativa e erro. Além disso, ao escolher cores, não é suficiente apenas escolher uma cor para o tema do email e escolher aleatoriamente as cores dos demais componentes do email. De acordo com Three Deep, a cor da CTA, por exemplo, deve complementar o email para se obter os melhores resultados. 3. Guie usando uma imagem Assim como as cores, as imagens também provocam uma resposta emocional do leitor, por isto o famoso ditado, \"uma foto vale mais que mil palavras\". A verdade é que a maioria de seu público alvo não vai parar para ler cada palavra de seu email. Eles provavelmente vão apenas passar o olho para ver se há alguma coisa interessante e depois seguir em frente. Nesses casos, imagens poderosas podem agarrar a atenção do leitor. Ao escolher fotos para o seu email, use imagens de pessoas, especialmente de pessoas felizes, ao invés de imagens impessoais. Tais imagens terão mais êxito em chamar a atenção do leitor. Você pode também usar uma imagem para direcionar o leitor para um determinado espaço em seu email; por exemplo, o local onde fica a CTA. A imagem de uma pessoa sorrindo e apontando para o botão de inscrição pode ser bastante eficaz. 4. Use o conteúdo para construir um relacionamento profundo com o cliente Para a maioria das empresas, seu escopo de personalização não vai além de adicionar o nome do destinatário no topo do email. Você precisa entender que a razão por trás da personalização é muito psicológica. De acordo com um estudo feito pela Universidade do Texas, desejamos experiências personalizadas devido a duas principais razões: o nosso desejo de controle e sobrecarga de informações. Mesmo que o leitor não tenha controle literal sobre o email, ao perceber que ele foi pessoalmente adaptado e é exclusivo para o indivíduo, ele cria uma ilusão de controle. Além disso, numa era de tanta informação chegando ao mesmo tempo, a única maneira de agarrar a atenção do seu leitor é falar com eles sobre eles e não falar para eles! O uso da personalização é um meio de estabelecer um importante vínculo com seus clientes, entendendo quem eles são e o que eles querem, e usando esses dados para compor seu email. Você pode infundir a personalização em suas campanhas de email de várias maneiras. Por exemplo, digamos que sua empresa é uma startup que faz entregas de compras de supermercado e você sabe que está chovendo fortemente no local em que está situado seu cliente. Poderia enviar um email personalizado para tirar proveito desta situação, dizendo: \'E aí, a chuva atrapalhou? Deixe-nos fazer o trabalho para você!’ Usando fatores simples para segmentar, como a idade, sexo e localização do cliente pode ajudá-lo a personalizar de maneira eficaz. Se seu negócio ainda é pequeno ou está em fase de crescimento, não precisa investir em ferramentas caras de última geração para fazer isso. Ferramentas como rótulos compartilhados e regras ou filtros para segmentar sua base de clientes é uma alternativa inteligente e com boa relação custo-benefício. 5. Convença melhor usando evidências sociais A influência social é outro fenômeno psicológico importante que afeta o comportamento do consumidor, já que eles olham para as ações de outros consumidores para tomar sua decisão sobre um produto ou serviço. De fato, um estudo mostrou que 63% dos consumidores indicaram serem mais propensos a comprar algo quando um site possui avaliações sobre o produto. Podemos inferir a partir destes dados que um email que contém alguma evidência social será mais eficaz do que um que não a possui. Não é necessário incluir páginas e páginas de depoimentos para impressionar seu público-alvo; às vezes uma breve frase de um cliente sobre o seu produto será mais que o suficiente. Outra idéia é incluir um link para sua página de depoimentos e opiniões. Na realidade, você pode ser criativo nesta parte e encontrar outras formas inteligentes de apresentar evidências sociais sem ser muito explícito, como compartilhar o número de visualizações do seu vídeo no Youtube ou o número de clientes satisfeitos que possui. Conclusão Os dados são certamente importantes ao tomar suas decisões sobre email marketing, mas lembre-se de que o marketing é tanto uma ciência quanto uma arte. Você deve entender as mentes dos consumidores para realizar campanhas realmente eficazes; às vezes a melhor maneira de fazer isso é experimentar de pouco a pouco para assim descobrir o que está funcionando. A lista acima oferece boas dicas para começar.


Ler Mais
 
1 2 3 4 5 6 21