一般資料保護規則

Além do Email - Tempo de leitura: 6 Minutos

Regulamentação Geral sobre a Proteção de Dados: Tudo o que Você Precisa Saber

Ler Mais

Últimos Posts

“The Life-Changing Magic of Tidying Up”: Tidying Your Content Strategy

“Mudando sua vida através da mágica da organização”: organizando sua estratégia de conteúdo

Além do Email • 17 de maio de 2016

Como um estrategista de conteúdo experiente, é sempre renovador me deparar com uma nova inspiração de conteúdo que pode despertar uma forma de pensar diferente. Quando estava dando uma olhada no livro The Life-Changing Magic of Tidying Up (\"Mudando sua vida através da mágica da organização\"), fiquei surpreso ao encontrar a minha mais nova fonte de inspiração de conteúdo: organização. E ainda que eu ame organizar coisas, eu realmente não tenho alegria nenhuma em limpá-las. Eu vejo isso mais como um fardo anual necessário. Mas a leitura das páginas sobre como arrumar o armário, me fez imediatamente começar a pensar em conteúdo. Quando se trata de roupas, o livro lança um princípio que serve como uma espécie de ponto de partida para cada peça de roupa. A ideia é que a roupa deve inspirar alegria. A maioria das minhas roupas falhariam no teste. Roupa é apenas roupa para mim. Mas... quando se trata de conteúdo a história é diferente. Ao olhar para o meu conteúdo eu pensei \"Qual dessas peças inspira alegria?\" Qual peça, mesmo após anos desde que pensei nela pela primeira vez, ainda me inspira alegria. Ainda que você não possa descartar conteúdos só por serem antigos como você faria com uma roupa, você pode usá-los como um guia para chegar no que realmente te inspira paixão. Existe algum tema em execução que \"conversa\" melhor com você? Como foi o processo de criação dessa peça? O que fez dela tão agradável e como é que você gostaria de reviver isso? Você pode descobrir que talvez a colaboração no conteúdo foi a causa da alegria. Ou que talvez você prefira criações técnicas e não criativas. Assim como com roupas, isso cabe ao indivíduo, mas de qualquer forma você deve começar a descobrir um padrão no que te traz alegria. E, por outro lado, uma vez que você está repassando conteúdos, você poderia muito bem eliminar o conteúdo desatualizados. Há uma razão muito boa porque você pode querer fazer isso. Conforme sua produção de conteúdo cresce, você descobre que sua \"voz\" mudou, juntamente com seu perfil de escritor ou sua equipe de conteúdo. Algumas peças podem não caber mais, e então você pode descartá-las e seguir em frente com o conteúdo que reflita você enquanto uma marca. Uma terceira opção é atualizar peças. Você pode odiar um casaco, mas pode adorar ver que essa jaqueta se transformou em um colete. O mesmo vale para o seu conteúdo. Você pode estar no caminho certo com um pedaço do conteúdo, mas o trabalho que você colocou nele não está a par com o que você quer transmitir agora. Em vez de simplesmente excluí-lo, você pode editá-lo. Se você seguir esse caminho, certifique-se de indicar que o item foi editado. Você já depositou tanto tempo e esforço em um conteúdo que em algum momento foi importante para você, então ao invés de apenas excluí-lo, basta respirar um pouco de vida nova para que ele ainda seja um reflexo da sua marca. Uma vez que o tempo média de criação de uma peça seja de 4-6 horas, seria um baita desperdício jogar todo o valor depositado nele fora.


Ler Mais
“The Life-Changing Magic of Tidying Up”: 3 Rules You Should Ditch

“Mudando sua vida através da mágica da organização”: 3 regras que você deveria explorar

Além do Email • 17 de maio de 2016

Quando peguei o livro The Magic Life-Mudando de Tidying Up (algo como, \"Mudando sua vida através da mágica da organização\"), eu o li com a intenção de aplicá-lo ao meu espaço pessoal, mas acabei descobrindo que muitas das dicas poderiam ser usadas em meu ambiente profissional também. Mas notei outra coisa além disso: algumas regras foram excelentes um espaço de trabalho, mas outras foram completamente o oposto. Portanto, se você leu meu outro post sobre como aplicar estas regras, então saiba que este post é sobre o que não fazer. Anteriormente, falamos sobre as regras a seguir, e elas incluíam visualizar onde você deseja chegar e também ficar confortável com o descarte do que não funciona. Agora, aqui vão duas regras de The Life-Changing Magic of Tidying Up que você definitivamente não deve ser aplicar ao seu negócio. A primeira regra é evitar \"visualizar o seu destino.\" Você deve estar um pouco confuso. Como pode esta regra ser incluída aqui uma vez que a mencionamos no post anterior? É simples. A ideia de um destino é problemática para algumas pessoas. Alguns de nós podemos imaginar um quadro aproximado de onde queremos chegar e ir adaptando ele à medida que avançamos. E então há o resto de nós. Enquanto alguns são flexíveis, outros possuem dificuldade de encontrar flexibilidade. Digamos que você está organizando seu espaço, tanto fisicamente quanto digitalmente, e você acha que algo não funciona mais. Você pode ter um plano, um destino visualizado, mas conforme você está passa por arquivos antigos e pensa sobre o seu trabalho, você percebe que pode ter uma nova ideia. Uma nova maneira de fazer algo simples ou pode ser ainda um projeto paralelo que você deseja explorar. Seja o que for, ser flexível oferece a oportunidade de explorar isso. A mentalidade fixa definitivamente não é algo que você deve querer; você quer uma mentalidade de crescimento. Isto é muito importante para os negócios e para o desenvolvimento pessoal. Isso nos leva ao nosso segundo ponto: visar a perfeição. Você definitivamente não quer visar para a perfeição. Isso porque a perfeição não existe. Quando você estiver visando a perfeição, tente no lugar disso buscar um controle de qualidade que defina alguns padrões. O terceiro conselho é a respeito de \"não alterar o método de acordo com sua personalidade.\" Você com certeza deve alterar o método para que ele atenda as suas necessidades, afinal de contas, seu negócio trata de você. Se no ano passado algo não funcionou para você, por que você continuaria com isso? O que não ajudou seu negócio no passado precisa dar espaço a novas inspirações, novos processos e novas formas de explorar seu negócio. Se você já leu The Life-Changing Magic of Tidying Up sabe nos dizer outras dicas que você acredita serem boas para um ambiente de trabalho? Estamos curiosos para saber suas ideias!


Ler Mais
“The Life-Changing Magic of Tidying Up”: 2 Rules You Should Follow

“Mudando sua vida através da mágica da organização”: 2 regras que você deveria seguir

Além do Email • 17 de maio de 2016

Em um dia qualquer, estou trabalhando em pelo menos três projetos diferentes a partir da minha casa - e também realizando trabalho remoto. Com isso, limpar o seu espaço de trabalho ganhou um novo significado para mim. Recentemente, ouvi sobre o livro The Life-Changing Magic of Tidying Up (algo como, \"Mudando sua vida através da mágica da organização\") que apresenta os princípios japoneses do reducionismo e como aplicá-lo em sua vida. É claro que o cenário é um pouco diferente uma vez que eu não estou tentando resolver o meu dia-a-dia em casa; mas as regras ainda podem ser aplicadas na vida profissional. Antes de começar, visualize onde quer chegar Um dos conselhos dados pelo livro é projetar seu destino. Quando você limpa a sua casa - como quase todo mundo - você  imagina como você quer que fique. O mesmo vale para o seu espaço de trabalho, mas isso deve ir mais além de apenas como deseja que fique. Você deve considerar emoção e estética. Pergunte a si mesmo como você quer se sentir quando estiver no escritório e o que você quer ser capaz de fazer melhor. Uma mudança no espaço vai representar aparência, sentimentos, funcionalidade, ou todos ao mesmo tempo? Pessoalmente, quando estou no meu espaço me preocupo também com função. Para mim, isso significa adicionar algumas ferramentas de organização que ajudam meu processo fluir melhor no dia-a-dia, como por exemplo, mais espaço de armazenamento digital para que eu possa arquivar tudo o que preciso digitalmente. Descarte primeiro Visualizar o seu destino também pode envolver a forma com que você faz negócios. Você está tentando melhorar a produtividade ou a eficiência? Se esse for o caso, então dicas e processos que não funcionam para você precisam ser descartados. Isto é mais fácil para start-ups e mais difícil quando começam a se tornar empresas. No entanto, mesmo a nível empresarial, você ainda deve ser flexível o bastante para experimentar novas formas de fazer as coisas. Jogue fora o que não funciona, então você terá espaço suficiente para tentar algo novo. Um dos princípios-chave que o livro apresenta é trazer mais alegria para a vida. O mesmo deve valer para o seu local de trabalho. E se esse for o caso, se livre do que não te dá alegria. Se por algum motivo esse aspecto triste do negócio precisa estar presente, então encontre uma maneira de torná-lo um pouco mais divertido e pessoal. O livro menciona que não conseguirá se organizar caso não saiba como fazer isso. Se este for o seu caso, comece pequeno. E se esse não é o seu caso, então saiba que manter o processo de descarte como uma atividade regular em seu negócio é algo que vai ajudá-lo a permanecer flexível. Quando se trata de arrumar o seu próprio negócio, faça o que funciona para você - e curta este processo. O importante é você e o que você deseja dali em diante.


Ler Mais
Conversion Heuristics Applied to Email Marketing

Como conversões heurísticas se aplicam ao email marketing de conteúdo

Além do Email • 17 de maio de 2016

Earlier this month, we introduced a new marketing formula introduced at the 2016 MarketingSherpa Summit. It’s called Conversion Heuristics, and it’s defined by the end goal: conversion. C = 4m + 3v + 2(i-f) – 2a A melhor maneira de compreender a fórmula no entanto não é pelo \"C\" de conversão - mas sim pelo sentido contrário; 2a é onde a fórmula começa, e \"a\" significa ansiedade. Então o que ansiedade significa exatamente? Quando se trata de email marketing, é impossível vender um produto no email, você pode apenas vender um clique. Quando um consumidor está na sua campanha de email, deve haver um sentido. Todos os esforços devem ser direcionados para a conversão. E no email marketing, o grande \"C\" é visto diferente do que, por exemplo, na sua página da web. Quando o leitor está no email lendo sua mensagem, o objetivo não é que ele compre o produto. Para comprar o produto ele deve estar no seu website, inserir produtos no \"carrinho\" e então por fim te contatar para realizar a transição. No website a conversão é o ponto final antes que o consumidor realmente invista na sua marca. Já em uma campanha de email marketing, você não está vendendo o ponto final desta conversão. Em uma campanha de email marketing, você está vendendo o clique para uma landing page, que por sua vez pode ser seu website, ou qualquer página do funil de conversão. Seja o que for, você está vendendo um clique. A próxima questão é: o que seria a ansiedade em uma campanha de email marketing? No cenário do email marketing, a ansiedade vem na forma de um clique. O termo \"heurística\" em \"conversão heurística\" é definido como uma permissão para que uma pessoa descubra ou aprenda algo por si mesma e seja guiada no processo para chegar ao seu final. Por este raciocínio, cada símbolo na equação tem a função de guiar os marqueteiros a checar todos os elementos de decisão antes da conversão. Não fazer isso significa que seu leitor está atingindo (ou já atingiu) um ponto de ansiedade - em outras palavras. A ansiedade pode ser causa de uma série de fatores. O fator mais comum para a ansiedade em uma campanha de email é o conteúdo. As pessoas pensam que se trata do design ou da marca, mas não, é o conteúdo. Primeiro e mais importante, o seu conteúdo não deve precisar de um Sherlock Holmes para ter sua mensagem central decifrada. O seu conteúdo deve ser claro e conciso, respondendo questões como O Que, Porquê e Quem. E enquanto algumas empresas respondem estas questões, elas perdem toda a imaginação no caminho. O email marketing não é diferente dos outros tipos de marketing quando o assunto é entregabilidade - isso significa que as pessoas querem ser cortejadas. Você deve despejar a informação em um prato e empurre para o seu leitor, seja através de um tom que evoque preguiça ou pânico. Nem é atraente, mas ambos desencadeiam ansiedade. Mantenha sua mensagem curta e gentil, e deixe o template, gráficos e o design falar melhor sobre o \"Quem\". Tudo o que você precisa se preocupar é com \"O Que\" e \"Porquê\". Se o seu conteúdo é maior do que o email habitual, então ofereça ao leitor uma URL direta em cima de tudo para que o mesmo possa visitar a página ou visitá-la em uma próxima leitura. Ofereça uma lista de itens na parte superior da mensagem que definam os pontos-chave da peça. A ideia é que, não é só porque você captou a atenção do seu leitor que você não precisa ter a cortesia de tratá-lo como um convidado (só que no espaço virtual). Valorize a sua presença e seu tempo dedicado para reduzir qualquer possível atrito entre a experiência de compra e a sua marca.


Ler Mais
Checklist: How to Filter Your Entire Marketing Department Through Conversion Heuristics

Checklist: Como filtrar seu departamento de marketing inteiro através da conversão heurística

Além do Email • 17 de maio de 2016

A Conversão Heurística - a nova fórmula do marketing - soa como uma típica experiência de marketing cujo objetivo é conduzir à conversão. Mas se você está no marketing, deve saber que o buraco é mais embaixo. Seu dia-a-dia não gira em torno apenas do ponto de conversão, mas sim, das disputas presentes no departamento de marketing. Portanto a questão é como você pode aplicar a geniosidade da conversão heurística à todo seu departamento de marketing. Ao contrário do que falamos sobre conversão heurística até agora, quando se trata de um departamento de marketing, você não deve olhar para fórmula inteira, mas sim para partes dela, com o \"a\" e o \"f\" divididos por outras variáveis para se chegar ao \"c\". Sendo assim, há um pouco de álgebra e remanejamento de valores, mas os valores ainda são os mesmos. Bem, agora temos a ansiedade e o fricção (entenda por atrito se preferir) como as primeiras figuras a enfrentar. A questão é: como você lida com isso no seu departamento? No que se refere ao consumidor, \"a ansiedade é definida como qualquer desconforto psicológico que um usuário passa quando ele está visitando um site em qualquer fase do ciclo de compra. A ansiedade não resulta em nenhuma ação de conversão\". Seu departamento pode ser visto como um consumidor, no sentido de que os membros da equipe estão consumindo o que há por trás da sua marca - e essa marca é definida pelo dia-a-dia do negócio. Eu trabalhei em pelo menos 3 agências de marketing diferentes e eu diria que o desconforto psicológico é um fator bem grande em qualquer departamento de marketing disfuncional. Isso não quer dizer que o sentimento reflete na sua marca, empresa, valores ou mesmo capacidade. Isso significa que se sua equipe de marketing está sofrendo psicologicamente - através de stress, insegurança, desorientação, etc. - então você tem um problema de ansiedade. Ansiedade é o sintoma de um problema maior, e esse grande problema é a fricção. Se o seu departamento de marketing sofre de fricção (atrito), então você vai ter mais do que apenas a ansiedade para lidar. Outros resultados da fricção neste departamento incluem a redução das vendas, clientes insatisfeitos e menor produtividade. Os departamentos de marketing são as \"mitocôndrias\" de qualquer negócio; se ela sofre, o mesmo acontece com o resto da célula. Então o que exatamente provoca fricção em um departamento de marketing? Felizmente, a resposta para isso é bastante simples: processos. Processos (uma estrutura necessária mesmo nos ambientes mais criativos) permitem a comunicação contínua entre as diferentes partes. As pessoas sabem o que esperar, como se comportar, a quem recorrer. Um processo é um guia ou um modelo de comportamento que realmente conduz a suposição e comunicação frenética - e erros subsequentes - para fora da equação. Você sabe onde você pode ser criativo no marketing, e é em fazer o trabalho e trazer ideias. Mas a maior parte do trabalho de marketing não se trata de ser criativo - se trata de como gerenciar a criatividade e expectativas, e é aí que os processos de entrar. Ter um processo reduz muito da ansiedade entre os membros de um departamento de marketing. Provavelmente, você tem uma equipe altamente talentosa, mas a ansiedade em seu departamento está segurando seu potencial. Combata a fricção (ou atrito) e com isso você enfrenta a ansiedade.


Ler Mais

Novas integrações por templates: eBay, Etsy, LinkedIn, Twitter, Pinterest, Facebook Eventos

Pensando Lean Produto & Design • 16 de maio de 2016

Muitas vezes, iniciantes no mundo do marketing  se questionam algo do tipo \"eu deveria estar fazendo A ou B em meus esforços de marketing?\" Não importa o que A ou B representa, a resposta nunca é ou um ou outro, mas sim tudo. Todos os canais de marketing são mais fortes quando usados em conjunto, um com o outro. As integrações por templates da Benchmark Email fazem isso de uma forma incrivelmente simples. Estamos animados em anunciar novas integrações por templates para o eBay, Etsy, LinkedIn, Twitter, Pinterest e Eventos do Facebook. eBay Chame mais atenção aos seus itens à venda no eBay. Promova um ou vários itens com a integração por template do eBay. Isso significa que você não está limitado a apenas sua audiência do eBay, mas pode também anunciar a clientes, assinantes e muito mais. Etsy Compartilhe os itens de sua loja Etsy com seus assinantes. Promova até 15 de suas ofertas mais recentes com esta integração por template da Etsy. Atraia mais olhares para sua loja na Etsy e com isso venda muito mais. LinkedIn Transforme seus assinantes em seus seguidores no LinkedIn compartilhando atualizações recentes. Informações da sua empresa e as três atualizações mais recentes estão inclusas nesta integração por template do LinkedIn. Seus seguidores do LinkedIn nem sempre são seus assinantes e vice-versa. Essa integração ajuda a preencher essa lacuna. Twitter Converta seus assinantes de e-mail em seguidores do Twitter compartilhando tweets recentes. Até cinco dos tweets mais recentes da sua empresa estão inclusos na integração por template do Twitter. Mesmo que seus assinantes já te sigam no Twitter, eles podem não ver seus tweets. Certifique-se de que suas mensagens sejam visualizadas com a ajuda desta integração. Pinterest Transforme seus assinantes em seguidores no Pinterest compartilhando suas imagens. Atraia mais olhares para o conteúdo de seu Pinterest e expanda seu alcance para além da plataforma. Eventos do Facebook Aumente a participação nos seus Eventos do Facebook promovendo-os através do e-mail marketing. Anuncie um ou mais eventos no Facebook com a integração por template do Eventos do Facebook. Além disso, você tem a vantagem adicional de ter relatórios em tempo real da Benchmark Email. Dessa forma, você será capaz de aumentar o  interesse em seus eventos.


Ler Mais
 
1 3 4 5 6