Tags: deliverability

Uma Maneira Simples de Resgatar Sua Estratégia de Email Marketing

Uma Maneira Simples de Resgatar Sua Estratégia de Email Marketing

Marketing na Prática • 29 de junho de 2017

Já vimos em artigos anteriores por que é tão importante construir sua própria lista de contatos, mas você sabia que também é extremamente importante que você a mantenha atualizada? Se a sua lista não estiver atualizada, você certamente terá problemas de entregabilidade e isso não significa apenas que você não verá tantas conversões quanto espera, mas também que corre o risco de seus emails serem marcados como spam. Continue a leitura para descobrir como obter melhores resultados para suas campanhas de email marketing. Gerencie sua lista para otimizar a entrega de seus emails Como dito acima, a primeira dica é: você precisa criar sua própria lista de contatos. Esqueça sobre comprar listas de milhares de assinantes. É muito melhor começar do zero e encorajar as pessoas a assinarem uma de cada vez do que comprar uma base ou colher endereços da internet. Enviar 100 emails para pessoas que lhe deram seus emails voluntariamente é muito mais efetivo do que enviar 1000 emails para pessoas que nunca ouviram falar de você. Para criar uma lista é necessário que você faça com que as pessoas se interessem o suficiente por você para lhe dar seus endereços de email. Para fazer isso é necessário pensar em uma estratégia para cada um dos diferentes canais nos quais pretende estar presente. Aqui vão algumas ideias que são 100% práticas e efetivas. Site: Você não só necessita de um formulário de inscrição como este deve estar visível e fácil de achar. Também deve informar que todos aqueles que lhe contatarem via este formulário estarão optando, também, por receber futuras informações e atualizações da sua parte. Blog: É recomendável que seu site tenha um link para o seu blog. Se este for o caso, assegure-se de que seu formulário pop-up aparece quando um leitor faz uma visita. Você pode persuadir as pessoas a ceder suas informações de contato a você ao fazer com que saibam que, ao inscreverem-se, elas receberão algo em troca, como ofertas, informações extras, etc.  Crie grupos em ferramentas como o Meetup e organize eventos com pessoas que tenham interessantes semelhantes aos seus. Organize cursos online e webinars onde todos os participantes devem se registrar com o email para poderem participar. Em suas landing pages ofereça ebooks, manuais ou qualquer outro conteúdo de valor que possa ser baixado quando o endereço de email é fornecido. Faça competições e distribua prêmios nas mídias sociais. Troque cartões de negócios com novos contatos em eventos, feiras e em outras oportunidades de networking. Assim que tiver assinantes, é muito importante que se comunique com eles de maneira que continuem a abrir seus emails, visitar seu site e clicar nos seus links. O Automation Pro facilita todo este processo. É uma ferramenta excelente para manter as pessoas engajadas e interessadas, já que te possibilita criar jornadas personalizadas para cada cliente baseado em como eles interagem - ou não - com sua campanha. Vamos dar uma olhada em como interagir com o cliente e mantê-lo engajado. Toda vez que uma campanha é enviada você deve ficar de olho em quem está e quem não está abrindo suas mensagens. Se você possui um grupo de pessoas que não abriu nenhuma de suas mensagens há algum tempo elas podem não estar mais interessadas em seu produto, ou talvez o endereço de email esteja inativo. Nestes casos, o risco de ser marcado como spam é maior. Aqui vão algumas dicas práticas a serem seguidas: Na Benchmark você possui a ferramenta de “limpar lista”. É muito importante que, a cada 3 ou 4 campanhas, você reveja a qualidade de sua lista e delete as rejeições duras e confirmadas. Se você possui uma alta taxa de pessoas que não abriram seus emails após várias campanhas você pode:  Deletá-las da lista. Elas não estão interessadas no que você tem a oferecer e deletá-las pode levar você a contratar um plano menor. Você não só estará economizando dinheiro como aumentando sua taxa de abertura, focando somente em seu assinante principal. Separá-las das pessoas que abrem seus emails. Com esta estratégia, você pode criar uma sub-conta onde colocará somente aqueles que não abriram seus emails. Para este grupo, pode enviar uma campanha de reengajamento. Aqueles que conseguir recuperar podem ser movidos de volta para a conta principal. Ao fazer isto você se certificará que sua conta principal terá uma excelente reputação e que você só realizará envios para os assinantes mais engajados.  Assegure-se também de que as campanhas enviadas para aqueles que não abrem seus emails seja para reengajamento especificamente. O email a ser enviado para alguém que está numa campanha de reengajamento deve ser diferente do email enviado para aqueles que já apresentam interesse nos seus envios. Considere criar segmentos também. Como você sabe, quanto mais personalizada e focada a campanha mais relevante ela será, assim como seu sucesso. Por último, lembre-se que, com sua conta da Benchmark, você possui acesso aos Emails de Engajamento. Use esta ferramenta à seu favor e crie listas com aqueles que abriram diversas campanhas ou campanhas específicas, aqueles que não abriram, aqueles que clicaram em algum link e muito mais. Você pode, por exemplo, descobrir o quão interessado seu assinante está em um determinado produto. Somente inclua os produtos em uma campanha e espere para ver quem irá clicar. Assim que enviar a campanha e obtiver os resultados, você poderá criar listas segmentadas baseado no interesse em cada produto. Isto não somente lhe dá mais informação de quem está interessado em quais itens como também lhe permitirá continuar o contato com futuras campanhas baseadas nestes interesses. Em nosso próximo artigo, veremos Como o Design Influencia na Entregabilidade. Siga-nos, inscreva-se e não perca! Ajude os outros a aprender as melhores práticas de email marketing compartilhando este post (e os outros da série) em suas redes sociais. E, caso tenha qualquer dúvida, é só deixar um comentário que retornaremos para você. Aproveite o aprendizado com a Benchmark!


Ler Mais
Como reclamações de abuso afetam a entregabilidade de suas campanhas?

Como reclamações de abuso afetam a entregabilidade de suas campanhas?

Marketing na Prática • 5 de abril de 2017

Nos artigos anteriores demos uma olhada na definição de entregabilidade, fatores-chave e as vantagens de ter um IP Dedicado. Nesta parte, vamos examinar as queixas de abuso, pois este é outro aspecto do email marketing que, quando não tratado corretamente, pode impactar negativamente a reputação do remetente e, portanto, a sua capacidade de entrega. Infelizmente ser marcado como spam é tão ruim quanto cair em armadilhas de spam. Mas o que é uma reclamação de abuso? Se você está usando a Benchmark, uma reclamação de abuso pode ser feita de duas maneiras:  Quando um cliente marca um email como spam usando o botão da caixa de entrada. Esta é a mais séria delas pois serão os provedores (Gmail, Yahoo, Hotmail, etc.) que irão receber a reclamação diretamente e tomar medidas contra os seus emails. Quando um cliente marca um email como spam usando o botão da Benchmark. Se o recipiente usar este botão os provedores não irão receber a reclamação diretamente, o que nos dá tempo para resolver o problema. Entretanto, isto não significa que não seja algo grave. Na Benchmark tratamos reclamações de abuso muito seriamente, e apesar de trabalharmos para ajudar você a resolver o problema, caso a taxa de reclamações de abuso de um cliente for maior do que 0.05% a conta será encerrada. Para colocar este número em perspectiva, isto significa que aceitamos uma reclamação de abuso para cada 2.000 emails enviados. O que faz meu email ser marcado como spam? Esta é uma pergunta muito boa. Muitos fatores podem estar por trás do seu destinatário te marcar como spam. Por exemplo: A lista de contatos que você está usando é muito antiga. Uma lista de contatos antiga pode significar que a informação que você está enviando não é mais relevante ou que os contatos não se lembram mais de terem se inscrito nos seus emails. As informações que você está enviando não são de interesse para seus assinantes, portanto, eles incorretamente marcam você como spam em vez de cancelar sua inscrição. Você está enviando muitos emails e seus destinatários estão cansados ​​de recebê-los. Se você acha que este poderia ser o caso, é hora de parar e rever a sua estratégia. Você está enviando emails para pessoas que não se inscreveram. Esta não é apenas uma prática ruim de email marketing, mas também é ilegal e pode ter consequências negativas muito maiores do que apenas gerar resultados ruins de campanha. Você está enviando conteúdo para pessoas que solicitaram/esperavam informações sobre outra coisa quando se inscreveram. Por exemplo, se eles se inscreveram para receber uma série de webinars em carpintaria, não os envie um de alta gastronomia. As pessoas ficarão felizes em receber mais informações relacionadas ao que originalmente se inscreveram, mas não ofertas sobre outros assuntos. O destinatário estava simplesmente tendo um dia ruim e decidiu que não estava interessado ​​em seus emails, marcando-os como spam. Isso acontece raramente, mas você aprenderá mais sobre como resolver isso abaixo. Você viu até agora, então, que existem vários fatores que podem estar por trás de uma queixa de abuso e, já que não pretendemos aqui oferecer uma lista exaustiva, você deve perguntar-se se você é culpado por qualquer um dos itens acima já que sua taxa de denúncias é algo que você pode controlar. Na Benchmark, quando você envia uma campanha, você pode ver se recebeu uma reclamação de abuso em seus relatórios: Não se esqueça de que você só pode controlar suas reclamações de abuso se você adicionar o link \"Reportar abuso\" à sua campanha. Se você não usar este link, o destinatário só poderá se queixar diretamente ao provedor de caixa de entrada e isto prejudicará seriamente a sua reputação de remetente. Como evitar ser marcado como spam Já vimos alguns dos motivos pelos quais podemos ser marcados como spam, então vamos dar uma olhada em algumas soluções possíveis: Se a lista de contatos estiver antiga, envie apenas para aqueles que abrem seus emails. Por que pagar por um plano grande se não estiver sendo efetivo? Muitas vezes pensamos que o que estamos enviando é muito interessante e relevante, mas você está completamente seguro? Leve um minuto agora para ver a taxa de cliques de sua última campanha. Você está satisfeito? Se você não estiver, considere mudar seu conteúdo para que realmente seja algo que provoque o envolvimento de seus assinantes. Dica: nossos \"mapas de calor de clique\" em seus relatórios de email podem lhe dar algumas informações valiosas sobre o tipo de conteúdo que seus destinatários estão interessados. Crie uma estratégia em torno dos emails que você envia. Considere o seu conteúdo e a melhor hora e dia para enviar cada campanha. Além disso, nunca envie o mesmo conteúdo duas vezes na mesma semana. Menos é mais. Não envie spam. Certifique-se de que você apenas está enviando para pessoas que optaram por receber notícias vindas de você. Segmente os seus clientes pelo tipo de conteúdo que eles desejam receber. Isso aumentará a relevância de seus emails. Se um destinatário o marcou como spam, reveja seus relatórios e entre em contato com eles pessoalmente para descobrir por que eles fizeram isso e entender quais ações você precisa tomar. Recomendações finais: - Lembre-se de adicionar o link de “Reportar abuso” em suas campanhas - Sempre analise seus relatórios - Ouça os seus destinatários e aprenda a partir de suas ações Em nosso próximo artigo vamos discutir a importância de manter sua lista de contatos atualizada. Siga-nos, inscreva-se e não perca! Ajude os outros a aprender mais sobre as melhores práticas de email marketing, compartilhando nas mídias sociais. E, se você tiver alguma dúvida, deixe um comentário abaixo e nós retornaremos para você. Aproveite o aprendizado com a Benchmark Email!


Ler Mais
Os 5 Fatores que Afetam a Entregabilidade de suas Newsletters

Os 5 Fatores que Afetam a Entregabilidade de suas Newsletters

Marketing na Prática • 29 de março de 2017

Você pode passar horas planejando e criando a newsletter perfeita, ajustando-a até que esteja certo de que vai ajudar a trazer novos clientes e aumentar os lucros, mas não importa o quão bem pensada ou bem concebida seja, se não chegar a seus destinatários, ela não vai cumprir seus objetivos. É por isso que garantir que o email chegue até a caixa de entrada precisa ser sua prioridade número um. Entregabilidade se trata de chegar à caixa de entrada, evitando a pasta de spam. Basicamente, se você não cuidar de sua entregabilidade, é provável que seus emails acabem na pasta de spam. A consequência disso geralmente é que seus destinatários comecem a pensar na sua empresa como \"aquela empresa que envia spam\". Este não é apenas um problema para o seu marketing, mas também pode trazer problemas legais, ser adicionado a uma lista negra (blacklist) ou o caso de sua conta ser permanentemente bloqueada. Ignorar a entregabilidade, ou não trabalhar ativamente para melhorar ou mantê-la, não é uma opção para quem trabalha em email marketing. Há 5 fatores que podem afetar a entregabilidade de uma campanha. Cada um precisa ser considerado e otimizado, já que a entregabilidade pode ser negativamente impactada com o descuido de qualquer um deles. O Gerente de Email Marketing A pessoa que decide o conteúdo da campanha de email. Ela vai escolher a linha de assunto, o layout de imagens, texto, etc. Também terá a palavra final sobre quantos emails enviar e com qual frequência. Ela é responsável por garantir que a lista esteja atualizada, correta e limpa de endereços antigos que já não existem, endereços de email genéricos e armadilhas de spam. Domínio do Remetente Por remetente, queremos dizer o nome, endereço e o domínio usado para enviar a campanha. Enquanto o nome e o endereço têm o maior impacto sobre se o email vai ser aberto ou não, o domínio pode ser fundamental para garantir a boa entregabilidade, já que é a primeira coisa que as diferentes organizações e filtros analisarão para classificarem a newsletter. A reputação do domínio, bem como não ter sido classificado como spam anteriormente, é essencial para o sucesso de sua campanha. Como regra geral, é recomendável que utilize um domínio público como o Gmail, Yahoo ou Hotmail. Em vez disso, opte por usar um domínio privado que, por si só, não contenha expressões que possam ser interpretadas como spam. Você também precisa ter certeza de que não está em nenhuma lista negra (blacklist). Configurar o registro SPF que fornecemos também é uma boa prática, pois ajuda a provar que temos permissão para enviar campanhas em seu nome. Sem desculpas! É rápido, fácil e gratuito para fazê-lo. Caso não tiver certeza de como o fazer, entre em contato com seu representante Benchmark que terá o maior prazer em ajudá-lo. Plataforma de Email Marketing A plataforma escolhida tem um impacto decisivo na entregabilidade. Ela deve ter uma boa infra-estrutura para o envio de campanhas de email em massa e também deve fornecer estatísticas sobre cada um que enviar. Verifique se eles podem mostrar  o número de queixas, rejeições, cliques, e outras informações relevantes você recebe, pois elas o ajudarão a otimizar seu banco de dados e sua estratégia para as próximas campanhas. Ter um bom atendimento ao cliente é também muito útil, no caso de um dia precisar acioná-lo. O Destinatário A pessoa que recebe seu email também tem uma parte relevante a desempenhar na sua entregabilidade, já que ela tem o poder de configurar o filtro anti-spam de sua conta. Não só isso, mas sua caixa de entrada vai aprender e monitorar suas ações. Eles abrem seus e-mails? Eles interagem com eles? Eles o marcam como spam? O ISP vai aprender e filtrar os emails em conformidade com suas ações. Sugira aos seus destinatários que o adicionem à lista segura e que removam seus emails da pasta de spam, caso tenham parado lá. Dessa forma, os filtros da caixa de entrada entenderão que é um bom remetente. Também é importante que o destinatário interaja com seus emails e isso só pode ser alcançado com um conteúdo relevante e design atencioso. Não se esqueça de que, mesmo antes de abrir o email, a linha de assunto deve atraí-los, por isso tome o tempo necessário para pensar sobre isso e tornar seu email interessante e atraente. Você também pode usar nossa ferramenta de email direcionado para criar segmentos de clientes com base no comportamento de abertura e cliques de cada um. Além disso, verificadores de caixa de entrada são outra ótima maneira de verificar sua campanha antes de ser enviada. Utilize-os para ver o aspecto do seu email em diferentes dispositivos e navegadores afim de evitar surpresas depois de ter enviado a campanha. Filtros de Spam É quem decide se o destinatário recebe ou não o email. Nós não temos controle sobre ele, mas o filtro vai analisar os fatores que temos discutido neste artigo. Agora que acabamos de ver os 5 principais fatores no processo de email marketing, considere como sua entregabilidade está sendo influenciada por cada um e certifique-se de otimizar cada área para o sucesso da campanha. Gostou deste artigo? Já notou alguma área da entregabilidade de seu email marketing que pode melhorar? Este é o terceiro artigo da nossa nova série sobre entregabilidade. O próximo será sobre como as queixas afetam sua entregabilidade. Nos acompanhe nas redes sociais e inscreva-se! Ajude os outros a aprenderem mais sobre as melhores práticas de email marketing compartilhando nas mídias sociais. Se tiver qualquer pergunta para nós, basta deixar um comentário abaixo e nós entraremos em contato com você. Divirta-se ao aprender com a Benchmark Email!


Ler Mais
Os Princípios Básicos da Entregabilidade no Email Marketing

Os Princípios Básicos da Entregabilidade no Email Marketing

Além do Email • 15 de março de 2017

Este parágrafo marca o primeiro em nossa nova série dedicada à entregabilidade. Use esta série para colocar seus resultados de e-mail marketing de volta nos trilhos (ou evitar que esse problema antes mesmo dele descarrilar!). Vamos guiá-lo com dicas, truques e o know-how necessário para te ajudar a extrair o máximo de sua conta da Benchmark. O artigo de hoje é uma introdução geral ao conceito de entregabilidade com alguns pontos chaves a ser considerados. Email marketing: um canal essencial de marketing on-line Vamos usar um exemplo para ilustrar o conceito de entregabilidade. Imagine uma empresa cuja equipe de marketing passou alguns bons meses ignorando os alertas e mensagens de sua plataforma de email marketing. Agora, infelizmente, o Gerente de Marketing está dando uma olhada nos relatórios trimestrais que ele recebeu de sua equipe e ele está preocupado. A última campanha parecia promissora. Oferecia um bom produto, possuía uma mensagem clara, era bem focada no público-alvo, tinha um plano estruturado, o design era atraente e os horários tinham sido otimizados. Infelizmente, porém, os números não são satisfatórios. O que deu errado? Todos os canais obtiveram os resultados esperados, exceto o de email marketing A quantidade de leads gerados através deste canal estava em declínio constante nos últimos 6 meses. Ele tinha sido o canal estrela, um aspecto-chave do funil de vendas, mas as coisas definitivamente mudaram, e para pior. Vamos tentar entender o porquê. Analisando a capacidade de entrega de suas mensagens É uma história comum e você provavelmente já viu uma situação semelhante antes. A equipe precisa de soluções rápidas. Felizmente, depois de analisar os relatórios, um dos membros da equipe ofereceu algumas idéias interessantes que ele acha que poderiam trazer a equipe de volta ao caminho certo: ele acha que essa queda pode ter algo a ver com a entregabilidade de suas mensagens de e-mail marketing. Acredite quando dizemos que o conceito entregabilidade é ao mesmo tempo complexo e fascinante de se trabalhar... mas afinal, o que é entregabilidade? Resumidamente, trata-se de otimizar a taxa em que seu e-mail chega na caixa de entrada, independente de quem é seu público-alvo ou qual ISP (Sigla em inglês para provedor de serviço de internet) ele usa. Em nossa empresa imaginária, ninguém tem avaliado nem mesmo os componentes mais básicos. A taxa de denúncias de abuso de spam e as rejeições são muito altas e as listas não foram suficientemente segmentadas. A conseqüência de tudo isso é uma má reputação que prejudica os resultados. 1º Fator chave: Sua reputação de remetente A reputação do remetente de uma marca está intrinsecamente ligada à sua Domain Authority e cada ISP mantém um registro da atividade do remetente. Ao avaliar sua reputação de remetente, pergunte a si mesmo: Temos muitas ou poucas reclamações de spam? Qual é a nossa taxa média de abertura? Os destinatários interagem com nossas campanhas e nosso conteúdo? Tenha em mente essas questões, reveja os dados e aja para melhorar em cada um desses pontos. Para obter mais detalhes sobre como fazer isso, mantenha-se atento pois teremos novos artigos desta série. 2º Fator chave: uma lista limpa Não importa quantas campanhas você planeje se suas listas não estiverem em plena forma. Se suas listas estão cheias de erros ortográficos, se você não excluir aqueles que deixaram de assinar ou se você continuar enviando para endereços de e-mail expirados (rejeições duras), você não estará ajudando a sua entregabilidade. O uso de opt-in duplo para inscrições é vital para confirmar que os endereços de email estão corretos e que de fato existem. Para isso, você deve manter uma segmentação adequada. Isso tudo anda de mãos dadas com uma análise e estudo apropriados das taxas de abertura e de rejeição, que te permitirá avaliar quão engajado cada um de seus contatos está com seu conteúdo. Por exemplo, um segmento pode ser composto por aqueles que sempre abrem e leem suas campanhas ou pelos que o fizeram nos últimos X meses. Estes serão os que estão mais interessados ​​em ler seus emails promocionais. Você precisa desse nível de planejamento e preparação para se certificar de que apenas o conteúdo relevante atinja cada um de seus inscritos, te dando o tipo de impacto e retorno esperado. 3º Fator-chave: Qualidade do software de e-mail marketing Agora que você já viu algumas dicas e compreendeu um pouco mais sobre a entregabilidade, precisamos olhar para além das ações da equipe de marketing isoladamente. Nada disso será suficiente se você não escolher uma plataforma de email marketing de qualidade a partir da qual enviará suas campanhas cuidadosamente planejadas. Como escolher? Em primeiro lugar, você precisa ter certeza de que seu provedor de serviços de email marketing é dedicado a fornecer uma infra-estrutura correta para você. Isso envolve manter no topo a reputação de seus servidores e manter seus sistemas atualizados enquanto trabalha com você para otimizar a sua reputação de remetente. Com as ferramentas certas, conteúdos relevantes e listas limpas, sua estratégia de email marketing estará no caminho certo para o sucesso. Na Benchmark Email garantimos que iremos oferecer a infra-estrutura certa para o seu sucesso no email marketing. Nós sempre seguimos as melhores práticas de email marketing para garantir as melhores taxas de entrega possíveis: nós verificamos listas e novos clientes e estamos sempre de olho nas campanhas que estão sendo enviadas também. Tudo isso ajuda a manter a reputação de remetente alta e garante que os emails cheguemm ao seu destino. Experimente por si mesmo. Abra uma conta conosco e explore a nossa plataforma gratuitamente! Este é o primeiro artigo da nossa nova série sobre entregabilidade. Em seguida, publicaremos \"As Vantagens de Usar um IP Dedicado no Email Marketing\". Siga-nos, inscreva-se e não perca! Ajude os outros a aprender mais sobre as melhores práticas de email marketing compartilhando esse conteúdo em suas mídias sociais. E, se tiver dúvidas, deixe um comentário abaixo e nós responderemos. Aproveite essa experiência de aprendizado com a Benchmark Email!


Ler Mais
Como posso melhorar minha entrega de emails?

Como posso melhorar minha entrega de emails?

Marketing na Prática • 31 de outubro de 2016

Ao se inscrever em um serviço de email marketing, você acaba eliminando muitos aspectos técnicos de enviar emails para seus assinantes. A despeito do tipo de serviço a que se inscrever, ele não pode garantir que o email seja entregue com 100% de certeza. Devido à existência de inúmeras variáveis tanto no lado técnico quanto no lado do remetente, 100% de entrega é quase impossível de ser alcançada. Portanto, a grande questão é, como posso melhorar minha entrega de emails? A entrega de email é um processo complexo, que leva muitos testes e controles da parte do remetente. Quando se inscreve para um serviço como o Benchmark Email, ou serviços similares, os próprios serviços cuidam de alguns aspectos técnicos de envio, tais como pontuação de envio, autenticação, ciclo de feedback, entre outros. Existem muitas coisas no lado do remetente que podem ajudar a melhorar e entrega de email. Checar a pontuação de envio é importante. Sei que mencionei anteriormente que prestadores de serviço checam isso, o que permanece verdade. Serviços básicos fornecerão endereços de IP que poderão ser compartilhados com outros usuários do mesmo nível de serviço, e a pontuação é gerida pelo próprio serviço. Isto pode variar de diferentes maneiras dependendo do serviço. Endereços de IP dedicados, ou remetentes usando sua própria tecnologia, devem checar isto regularmente. Pode checar sua pontuação de envio com o programa Return Path, que mede as pontuações pelo seu histórico de email. O desempenho de seus emails é crucial para sua pontuação de envio, o que nos leva ao próximo tópico, que é sua lista. Sua lista de contatos é o recurso mais importante dentro do email marketing. Não é somente o número de contatos que possui, mas sim o engajamento deles é o que realmente importa. Sabemos que a pontuação de envio depende no desempenho de seus emails, então faz sentido começar com seus assinantes. Ter contatos que não recebem ou não abrem os emails é como um câncer para sua lista. Eles diminuem sua pontuação de envio até que pare de enviar emails a eles. Uma vez que sua lista estiver limpa de tais contatos, busque filtrar aqueles que não se engajam com seus emails. Formulários de inscrição são uma excelente forma de identificar os assinantes que fazem parte da lista apenas por causa de algum prêmio ou concurso, por exemplo. Tendo filtrado a lista, os contatos devem ser segmentados para receber emails diária, semanal ou mensalmente; manter uma comunicação regular é muito importante. Esta dica é para aqueles usuários que compram endereços de IP dedicados ou até mesmo que possuem sua própria tecnologia para enviar emails. Quando compra um endereço de IP novo ou começa do zero, é importante enviar emails gradualmente. Isto é importante já que endereços de IP novos ainda não tem uma reputação estabelecida. Assim como em uma corrida de carro, precisa dar algumas voltas antes da corrida iniciar. Comece a enviar emails a seus contatos de pouco a pouco. Uma vez construída sua reputação, pode enviar emails mais regularmente. Se os emails começarem a ser rejeitados ou diferidos, você provavelmente deve desacelerar os envios já que os servidores podem estar rejeitando os emails por serem rápidos demais. Isto pode ser visto como log de rejeições. Por último, mas não menos importante, é a utilização do Sender Policy Framework, ou mais comumente conhecida como registro SPF. O registro SPF afirma que tal servidor de email ou endereço de IP estará enviando emails no lugar de outro domínio. Isto é muito útil caso esteja usando um serviço para enviar seus emails. Alguns serviços podem não mencionar isto, enquanto outros o requerem. É difícil completar já que envolve tanto seu website quanto o servidor DNS. Ao fazer isto, ele autoriza os servidores de email de seu prestador de serviço a enviar emails em lugar de seu domínio. Se tiver dificuldades em publicar um registro SPF, fale com seu webmaster ou o serviço de hospedagem de seu site, como o GoDaddy.


Ler Mais