Tags: escrita .html

Campanhas de e-mail e newsletters: 4 dicas para um bom texto

Campanhas de e-mail e newsletters: 4 dicas para um bom texto

Além do Email • 24 de junho de 2009

Quando você senta para escrever suas campanhas de e-mail e newsletters você sabe se está apelando para o lado emocional ou racional dos seus clientes? Você escreve em voz passiva ou ativa? Você utiliza técnicas básicas de escrita no marketing que, devido à sua eficiência, sobreviveram o passar dos anos? Se você não consegue responder estas perguntas, você deveria utilizar as 4 dicas abaixo para ter certeza que você está extraindo o melhor do seu e-mail marketing.   Direcione sua escrita aos desejos e necessidades emocionais do seu destinatário. É um fato: pessoas realizam compras com base na emoção, e não em fatos racionais e planilhas. Por exemplo: qual das situações abaixo soa mais convincente para se conseguir vender um sorvete? “Feito com morangos naturais, baixa quantidade de açúcar e de lactose, este sorvete é uma delícia e fácil de digerir.” Ou “Em um dia quente de verão nada melhor do que o sabor doce e cremoso do morango e do creme fresco.” Se você escolheu a segunda, você acertou. Busque na sua redação maneiras para melhorar a vida do seu cliente. Não se preocupe em montar uma lista de fatos pouco interessantes, ao contrário, montre-o como sua vida pode ser mais divertida e simples ao comprar o seu produto.   Faça uso da voz ativa. Usar a voz ativa significa eliminar palavras que tendem a diminuir a intensidade do que você tem a dizer e que tornam seu texto mais passivo. A voz ativa é como ir do ponto A direto ao ponto B, ao invés de passar pelo ponto C no caminho. Por exemplo: Voz Passiva O bilhete comprado permite o ingresso ao trem. O trem, por sua vez, irá levá-lo para Coney Island. Voz Ativa Compre um bilhete e pegue o trem para Coney Island. A segunda frase elimina as palavras que estendem o que você tem a dizer e que não acrescentam informações. Use a voz ativa em suas campanhas de e-mail e nas newsletters para manter seu cliente interessado. Quer mais um ponto positivo? Você também economizará espaço.   Defina o perfil de seu público alvo e escreva para ele Nem todos os destinatários são iguais, mas a maioria deles em qualquer lista possui características em comum. Faça uma lista destes atributos e escreva de uma maneira a atingir todos eles. Aqui vão alguns exemplos de possíveis atributos: Prático Prudente Atarefado Esperto Sábio Seus e-mails vão chamar mais atenção e gerar mais dinheiro se você escrever para o perfil dos seus clientes. Se você aproveitar essa habilidade, você certamente notará uma vantagem nas vendas.   Economize palavras. Para praticar a economia de palavras, escreva sua redação e analise-a de modo geral. Você pode eliminar determinadas palavras e ainda assim preservar o objetivo da mensagem? Você pode reorganizar frases para economizar espaço e tempo? Você está demorando para ir direto ao ponto? Tenha estas questões em mente quando escrever sua campanha. Faça uma revisão do seu texto com estas perguntas na cabeça. Faça alterações em seu texto para torná-lo mais objetivo e então você terá retorno dos seus investimentos e notará vantagens nas vendas.


Ler Mais