Tags: marketing

Email Marketing vs Marketing de Automação: Tudo o que Você Precisa Saber

Email Marketing vs Marketing de Automação: Tudo o que Você Precisa Saber

Além do Email • 20 de agosto de 2018

Muitas pessoas se perguntam o que é o email marketing e como ele se difere do marketing de automação. Eles são a mesma coisa? Muitos também querem saber se sua empresa está pronta para mudar de um para o outro. Esses são os problemas que os donos de empresas enfrentam atualmente. E este blog tentará dar a solução esses problemas. A maioria de nós entende o quão útil é o email marketing como uma ferramenta de publicidade. No entanto, a realização do marketing de automação pode melhorar significativamente o desempenho da estratégia de email marketing que você executa atualmente. Existem algumas distinções entre o email marketing e o marketing de automação. Um provedor de email lhe dará a capacidade de enviar emails em massa e rastrear as taxas de abertura. No entanto, isso não é escalável. Com o marketing de automação, você pode ter acesso a funções eficazes como o envio de campanhas múltiplas, a análise de leads e scoring dos contatos. Esses recursos são úteis para tornar sua estratégia de email muito mais precisa. Nesse caso, se você depender exclusivamente do email marketing sem o marketing de automação, você não conseguirá atingir suas expectativas. Você provavelmente enfrentará alguns obstáculos, especialmente à medida que se expande. Quais Dificuldades Você Enfrenta Tendo Apenas o Email Marketing? Leva Tempo Um simples provedor de email é incapaz de automatizar ou ajustar suas campanhas. Você precisa fazer um grande trabalho manual para garantir que o seu público-alvo receba seus mails no momento correto. Dentro do marketing de automação, você pode se concentrar na criação de campanhas digitais omnichannel para dar suporte aos seus leads enquanto realiza vários outros trabalhos paralelos. De fato, 75% dos profissionais de marketing online concordam que a vantagem mais significativa de ter o marketing de automação é a economia de tempo. Isso é bem evidente quando se está fazendo marketing para imobiliárias. Você pode usá-lo para aumentar a retenção de seus inquilinos e, ao mesmo tempo, reduzir sua carga de trabalho. Com o marketing de automação, você pode configurar mensagens automatizadas e perfeitamente cronometradas para criar melhores conexões com seus locatários. Não Saber Quais Leads Deve Acompanhar Isso ocorre porque o email marketing não pode fornecer leads prontos para se tornarem oportunidades de negócio para suas equipes de vendas. Depois de enviar um email em massa, seu acompanhamento passa a ser com taxas de cliques e abertura, e quando seus grupos de vendas começam a entrar em contato com estas pessoas, eles não conseguem obter resultados tão bons porque os leads que você está recebendo não estão prontos para a conversão. Para um representante de vendas, não há coisa pior do que a correr atrás de um lead que não esteja pronto para se converter. Isso é porque apenas 25% dos leads são legítimos. E 50% dos seus leads não estão prontos para comprar. Se você optar pelo marketing de automação, poderá garantir que as vendas acompanhem os leads. Além disso, os sistemas de marketing de automação podem avaliar seus leads com base em como eles interagem com suas campanhas ou conteúdo. De acordo com um estudo, quatro dentre cinco usuários melhoraram seus leads através de um software de marketing de automação. E 77% desses usuários viram um aumento nas conversões. Não Conseguir Manter Leads que Estejam Engajados com seus Meios de Comunicação Pode ser que você tenha uma enorme base de dados de leads que não consegue utilizar e está tendo dificuldades para garantir que eles se engajem com seu conteúdo. Você envia um número de emails por mês. No entanto, você não tem ideia de onde está seu público-alvo no ciclo de compras ou se o conteúdo está chamando sua atenção. Demora muito tempo para desenvolver uma estratégia de email que funcione, então como você pode ter certeza de que a que você tem implementada está te trazendo sucesso? O marketing de automação permite a você segmentar sua base de dados, desenvolvendo campanhas automáticas que manterão seus leads engajados. Dificuldade de Escalabilidade Depender do email marketing padrão não é algo escalável se você for uma empresa em expansão. Quanto mais leads você tiver em sua base de dados ou campanhas que pretende executar, mais demorado acaba sendo o desenvolvimento do processo de vendas. No entanto, se você integrar o marketing de automação com suas campanhas de marketing, esse problema será diminuído de forma significativa. Você pode executar inúmeras campanhas, produzir programas de incentivo, marcar seus leads e atribuir lucros diretamente a todos os programas de marketing. Incapacidade de Associar o Faturamento com as Iniciativas de Email Marketing Você quer saber como o marketing aumenta sua lucratividade. Da mesma forma, você deseja saber como pode impulsionar seu método e suas estratégias cada vez que produzir uma campanha. Se você está contando apenas com o email marketing, é mais provável que você tenha dificuldades para associar seus programas aos seus lucros. O marketing de automação oferece a funcionalidade de monitorar suas iniciativas e fornece análises detalhadas para cada campanha. Você também pode sincronizar seu sistema de automação de publicidade com o seu CRM para obteruma métrica mais abrangente. Com todos esses problemas, sua empresa deve usar o marketing de automação também? Se ainda não está claro se é hora de usar o sistema de marketing de automação, dê uma olhada em sua organização e seus métodos de marketing. Você deve considerar se o processo de compra do consumidor dura mais do que uma semana. Se o envio de emails por si só não parecer impulsionar as vendas, o marketing de automação deve ser implementado. Sua empresa também pode se beneficiar caso seu pessoal de marketing exija um meio menos complicado de desenvolver e enviar campanhas direcionadas com um toque pessoal. Se a sua equipe de marketing não tiver tempo suficiente para fazer o que for necessário para conseguir isso com os recursos existentes, o marketing de automação é necessário. O marketing de automação também é vital se você comercializar vários produtos para diferentes grupos demográficos ou se desejar enviar mensagens distintas para setores diferentes. Você também precisa do marketing de automação caso seu time de vendas estiver reclamando sobre a qualidade dos leads que o seu departamento de marketing está fornecendo. Outra coisa a considerar é se você deseja saber qual campanha é mais confiável. E caso não saiba dizer se precisa investir mais dinheiro em marketing, precisa usar o marketing de automação. Benefícios do Marketing de Automação Esse sistema permite que os profissionais de marketing digital preparem comunicações com o consumidor sem precisar de intervenção manual. As empresas de marketing de automação, como a Benchmark, permitem que você construa séries de emails pré-programados de uma maneira mais inteligente. Se o consumidor abrir e ler uma mensagem de email, ele será colocado em um funil personalizado para quem abriu os emails. Por outro lado, caso o cliente ignorar ou excluir a mensagem, ele cairá em outro funil personalizado. Assim como a ação de abrir o email, as atividades do inscrito como clicar em um link, provavelmente em uma página da internet, classificam imediatamente os consumidores em séries projetadas para gerar comunicações em várias etapas. Embora as ferramentas de email marketing possam desenvolver essa primeira comunicação, elas geralmente são criadas para direcionar as pessoas para um banco de dados de clientes, ao invés de canalizá-las e continuar interagindo com elas durante todo o processo de vendas. Aumenta o Engajamento Outra distinção entre os dois permanece em como as comunicações são desenvolvidas. No email marketing, você pode usar layouts para ajudar no seu estilo e expressar suas interações. As ferramentas de marketing de automação, por outro lado, oferecem ferramentas de desenvolvimento. Mas essas ferramentas levam a comunicação um passo adiante. A série de discussões ou workflows podem ser personalizados. Nesse caso, você pode determinar quem recebe qual email e quando, baseando-se no engajamento de cada cliente. O email pode ser desenvolvido utilizando-se layouts pré-desenvolvidos. Você pode pré-instalar layouts de workflows que mapeiam as ações de um cliente desde a abertura de um email seu até a sua primeira compra e mais adiante para uma segunda oferta enviada. Os modelos de design de workflows consistem em convites e acompanhamento de eventos, acompanhamentos de carrinhos abandonados e cumprimentos anuais de aniversário, ou séries para educar o cliente que ampliam a profundidade dos detalhes fornecidos a eles sobre seu negócio, especificamente benéficos para as vendas B2B. Tenha em mente que mais de 50% das empresas que usam o marketing de automação superaram sua concorrência. Mumsnet, que é um dos maiores sites para pais e gestantes do Reino Unido, utiliza o marketing de automação para personalizar as mensagens para cada inscrito. Os contatos que se inscreverem em sua lista receberão newsletters durante a gravidez. Eles usam a data provável de parto como um gatilho para o envio de emails. Esse método leva o engajamento com cada inscrito um passo adiante desde o momento em que ele se inscreve. Segmentação de Leads As ferramentas de marketing de automação podem rastrear e reconhecer como os clientes interagem com seus emails. Elas realizam determinadas funções que as ferramentas de email marketing não podem fornecer ou fazer. Com o  marketing de automação, por exemplo, você consegue designar pontos a cada um de seus contatos para classificar quão responsiva cada pessoa é aos seus emails. Com esses scores, você pode segmentar os clientes em grupos diferentes. Os leads com os scores mais altos podem ser organizados em listas que receberão ofertas mais regularmentes. Isso pode parecer uma vantagem adicional. No entanto, à medida que sua lista de emails se expande, você deve contar muito mais com a automação para classificar e enviar suas mensagens para seus contatos. Quanto mais inteligente for sua pontuação, mais oportunos serão os seus emails. A capacidade de enviar uma mensagem segmentada com base no que você entende sobre um indivíduo é excelente para clientes, leads e para seu negócio como um todo. Se uma pessoa, por exemplo, tiver uma chance menor de comprar seu produto ou serviço por ter um orçamento reduzido, você poderá evitar pressioná-la ao deixar de enviar muitos emails falando sobre vendas. A Kissmetrics forneceu exemplos de marketing de automação através da segmentação de leads. Oportunidades de Melhorar À medida que seu sistema de automação fornecer mais dados sobre como os clientes se engajam com suas mensagens, você poderá usar essas informações para ajustar sua estratégia.. Se uma pessoa tiver o hábito de abrir mensagens à meia-noite da quarta-feira, seus dados o aconselharão a enviar um email a essa hora. Veja um guia sobre como entender seus relatórios para saber se seu público está ou não se engajando com suas mensagens. Conclusão O marketing de automação incentiva a comunicação através de vários canais. Esses canais de comunicações estão aumentando a cada dia. Um deles é o seu site, onde você pode liberar conteúdo para diferentes visitantes baseado em contexto. Você também pode se comunicar por email, por exemplo. Se você deseja ter uma estratégia omnichannel que lhe permita ver essas coisas, então o marketing de automação é a sua melhor aposta. O que você acha do marketing de automação e do email marketing? Qual dos dois você usaria para suas campanhas?


Ler Mais
Marketing de Automação: Promoção e Follow-up

Marketing de Automação: Promoção e Follow-up

Marketing na Prática • 27 de abril de 2018

Se você estiver usando um serviço de email marketing, você está promovendo algo. Pode ser um boletim informativo, a última postagem em seu blog, atualizações sobre sua empresa e atualizações de serviços ou produtos que você oferece. Email Marketing é a ferramenta perfeita para anunciar, promover e manter sua base atualizada sobre tudo. O truque é enviar o email certo, para a pessoa certa, na hora certa. Com o Marketing de Automação e o Automation Pro você pode fazer exatamente isso! Digamos que você esteja envolvido com uma organização local sem fins lucrativos e é solicitado que você crie uma campanha para arrecadar fundos no futuro. Seria incrível se você pudesse enviar apenas um email e ter doações fluindo sem precisar fazer outra arrecadação mais para a frente, não é mesmo? Bem, pode ser que isso aconteça, mas é muito improvável que apenas um email cause tamanho impacto. Ao administrar um evento de arrecadação de fundos (ou em qualquer divulgação), você precisa enviar várias mensagens através do máximo número possível de canais. Não é porque seus seguidores não se preocupam com a sua causa ou divulgação, mas para evitar o contato com eles em um momento ruim ou até mesmo que sua mensagem seja apresentada de uma maneira que não se relacione com eles. É por isso que é importante alcançar seu público através de diversos canais e com mensagens diferentes. Crie uma lista de motivos convincentes pelos quais seus inscritos podem se relacionar e promova-os por meio de vários canais seguindo um enredo coeso. Vamos dar uma olhada em uma das campanhas de arrecadação de fundos de maior sucesso: as Campanhas do ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Ao longo de seus dois mandatos, a administração de Obama conseguiu arrecadar US$ 1,4 bilhões, tendo email e mídias sociais como seus principais canais de divulgação. Isso não aconteceu por acidente ou por pura sorte. Este foi o resultado de muito trabalho e planejamento. De landing pages personalizadas a linhas de assunto intrigantes e baseadas na ação, eles criaram uma receita para o sucesso, efetuando incontáveis testes para encontrar maneiras eficazes de se relacionar com seus doadores. Estratégia de Email Marketing Falando apenas sobre o emai, o Marketing Sherpa entrevistou Toby Fallsgraff, Diretor de Email da campanha \"Obama for America\". Toby e sua equipe ajudaram a arrecadar US$ 690 milhões somente para a campanha de 2012, com mais de 4,5 milhões de pessoas doando uma média de US$ 53. Muitas delas doaram mais de uma vez. O governo Obama tinha quatro segmentos principais: Doadores anteriores, que já haviam doado em 2012. Doadores Rápidos, que doaram e salvaram suas informações de pagamento. Não-doadores, assinantes que ainda não doaram. Doadores indecisos, que doaram em 2008 mas ainda não em 2012. Mantendo um segmento simples de quatro categorias, eles conseguiram enviar mensagens claras e diretas para cada público, mantendo seu foco principal. Assim que encontraram padrões, ficava fácil automatizar. Um exemplo de automação de email que eles usaram foi o link para \"doadores rápidos\". Doadores rápidos eram as pessoas que salvavam suas informações de pagamento no momento da doação. Toby e sua equipe incentivaram esse comportamento enviando adesivos grátis e outros brindes. Isso permitiu que aproveitassem essa oportunidade simplesmente adicionando um link de \"doação rápida\" aos emails de agradecimento após a doação de uma pessoa. Como o doador salvaria suas informações de pagamento, a equipe de Toby incluiria a opção de doar novamente com um simples clique. Nada de formulários para preencher ou tempo perdido, apenas o trabalho de dar um clique. Ao fazer isso, eles viram um aumento de 300% nas conversões. Nesse caso, eles usaram o poder da automação de email para garantir que a mensagem de agradecimento fosse enviada imediatamente, com os links de acompanhamento corretos para receber mais doações. Eles escolheram esses segmentos principais pois seus estudos indicaram que o envio de emails de follow-up baseados no comportamento era a estratégia com maior índice de sucesso, e portanto a que deveria ser implementada. Landing Pages Quando se trata de landing pages, a Kissmetrics fez um estudo sobre como elas se relacionavam com as mensagens. O que encontraram foi muita personalização! De landing pages personalizadas relacionadas as suas campanhas (Obama participou de uma sessão no Reddit de “Pergunte-me Qualquer Coisa” por 30 minutos): À inclusão do estado onde moravam os visitantes do site no momento da inscrição:   Estes pequenos detalhes podem fazer uma grande diferença! A equipe de Obama realizou centenas de testes para garantir que a estratégia mais efetiva fosse implementada e descobriu que a personalização e os follow-ups comportamentais eram essenciais para uma campanha de divulgação bem-sucedida. A boa notícia é que tudo isso anda de mãos dadas com o marketing de automação. O marketing de automação por email pode parecer intimidante ou algo que consumirá muito de seu tempo, mas na realidade não precisa ser assim. A campanha \"Obama for America\" conseguiu arrecadar mais de US$ 690 milhões em menos de seis meses, com apenas quatro segmentos principais de sua lista. Nada muito louco ou super complicado: eles apenas enviaram as mensagens certas, para as pessoas certas e na hora certa. Então, o que isso significa para você? Você vai atingir esses resultados? Eu certamente espero que sim! Para começar, incentivamos você a usar o Automation Pro com nossos novos templates. Com o Automation Pro, você pode facilmente criar follow-ups baseados em comportamento a partir do engajamento das pessoas com emails anteriores ou com seu site, permitindo que automatize mensagens com base em determinadas páginas que seus assinantes visitam ou com base na abertura de um email. Para promover algo, criamos quatro modelos principais no Automation Pro. Promover e Focar em Aberturas. Esse template é focado em promover algo e atingir seus emails abertos/não abertos para acompanhamento. Observe que após o envio do email, temos uma condição para verificar se ele foi aberto. Em seguida, enviamos os assinantes que abriram ou não o email para listas separadas, para fazer um follow-up no futuro. Promover e Focar em Cliques. Permite promover algo e focar em seus cliques para acompanhamento. Parece o mesmo que o modelo de \"aberturas\", mas se concentra no engajamento por meio de cliques. Nesse modelo, após o envio de um email, temos uma condição para verificar os cliques. Em seguida, enviamos os inscritos que clicaram e os que não clicaram para listas separadas para um follow-up no futuro.      3. Promover e Focar em Aberturas, Cliques e Engajamento do Site. Permite promover algo e focar em contatos que cumpriram com todos os requisitos: realizar o acompanhamento baseado em emails abertos/não-abertos, clicados/não-clicados e visitas ao site. Aqui, após o envio do email, temos uma condição para verificar se houve aberturas, cliques e engajamento com o site. Em seguida, colocamos cada grupo de inscritos em listas separadas para futuros acompanhamentos.      4. Série de Follow-up. Esse template é usado para acompanhar automaticamente cada um dos grupos-alvo (Aberto ou Não Aberto, Visitou o Site ou Não Visitou o Site, etc.). Já que uma automação pode ser engatilhada assim que alguém for adicionado a uma lista, uma vez que você envie uma campanha e separe os inscritos engajados dos não-engajados, você pode usar esse modelo para criar uma nova automação e fazer o follow-up com esses assinantes à medida que eles forem adicionados à lista. Criamos estes quatro templates para permitir que você comece com o que se sentir mais confortável. Se você é novo no universo do marketing de automação, comece apenas com o template de Promover e Focar em Aberturas. Depois de pegar o jeito, você irá rapidamente passar para o próximo. (Cuidado, pode ser viciante!) Veja quais são os conhecimentos principais que eu gostaria que todos saíssem desse blog carregando consigo: Identifique o que funciona, ou em outras palavras, seu “processo comprovado”. Você faz isso através da criação de um plano, \"brainstorming\" e então testando. Teste o máximo possível e comece a automatizar o que puder conforme for identificando padrões. Comece pequeno. Certifique-se de começar com automações simples com as quais se sinta confortável. Crie uma Série de Boas-Vindas (artigo em inglês) ou uma divulgação que tenha um follow-up simples dos emails não-abertos. Mantenha sua automação curta. Não há problema em ter um processo de vendas completamente automatizado, mas não faça tudo com uma única automação. Defina metas curtas e faça com que cada automação se integre com outra. Como exemplo, a campanha de Obama poderia ter um envio de automação uma vez por semana para aqueles que não doaram. Depois de doar uma vez, eles podem tentar salvar as informações de pagamento para promover o email automático de \"Doação Rápida\". Aprenda a ouvir seus inscritos e crie campanhas atraentes com as quais seus seguidores podem se relacionar. Adote os follow-ups baseados no comportamento! Obrigado pela leitura! Espero que tenha gostado deste blog e que ele lhe seja útil! Se você tem ideias de automações para implementar ou histórias de sucesso para compartilhar, gostaríamos de te ouvir! Comente abaixo e conte-nos como você automatiza seu email marketing.


Ler Mais
3 características sobre os pais da geração Y

3 características sobre os pais da geração Y

Além do Email • 16 de junho de 2016

Já falamos em nosso blog sobre o marketing voltado para as mães da geração Y, e agora chegou a vez de analisarmos também os pais: Os pais da geração Y fogem às regras quando o assunto é estereótipos de gênero para homens. Eles desafiam o mito mais comum para os homens nos dias de hoje, e sendo assim, analisemos outras verdades que precisamos de compreender sobre os homens. Homens são emocionais. O primeiro fato é que, ao contrário do que muitos pensam, os homens sentem emoções. Este mito da ausência emocional decorre da ideia de que os homens não têm sentimentos; e isso vem do patriarcado. Mas há uma diferença entre ter sentimentos e mostrar sentimentos. As gerações mais velhas foram ensinadas a não demonstrar qualquer emoção, mas isso não significa que eles não as tenham. Na verdade, pode-se argumentar que o cenário emocional de um homem é provavelmente ainda mais frágil do que o de uma mulher porque ele raramente é posto à prova. Há algo que devemos falar sobre os homens e suas emoções. Podemos argumentar que por serem menos explorados, os homens também possuem menos conflitos quando têm que lidar com problemas, e assim distinguem emoções de fatos facilmente. É por isso que muitas pessoas acreditam que homens buscam soluções enquanto as mulheres buscam discussões. Mas é claro que não há divisões rígidas quando se trata de gêneros, alguns homens são mais emocionais e algumas mulheres mais racionais, naturalmente. Sendo assim, quando se trata do seu marketing, lembre-se que os homens são criaturas focadas e fortemente atraídas por recursos visuais. Você conseguirá mais atenção deles com visuais específicos e até mesmo vídeos. Aproveite isso. Mantenha o conteúdo escrito de seu email curto e conciso, de modo que sua chamada para ação ganhe mais destaque na mensagem. Homens são tão importantes quanto as mulheres na criação dos filhos. Homens desempenham, na verdade, um papel duplo quando a paternidade é iminente. Eles se deparam com pensamentos sobre como serem mais seguros e fornecerem essa segurança também à suas famílias, sendo ainda uma fonte de suporte para as mães de seus filhos. E tem mais. A LiveScience mostra que o \"cérebro masculino torna-se especialmente preparado para a cooperação nos meses anteriores de se tornar um pai. Futuros pais passam por mudanças hormonais... o que provavelmente incentiva o comportamento paternal \". Beyond that, fathers question their significance as parents. Many don’t know that the type of paternal play fathers engage in (spontaneous interaction and rough housing) is important for building confidence in a child’s early development. Neste anúncio da Coca-Cola vemos que se trata de manter o bebê vivo. Quase que literalmente, essa é a prioridade número 1 para um pai. Mas eles são mais do que isso. Alguns papais não percebem que seu papel paternal é crítico para o desenvolvimento de uma criança. Este vai ser o trabalho do seu departamento de marketing: mostrar dois valores: valor de um pai para seu cônjuge e o valor de um pai para a criança. O comercial da Coca-Cola reflete muito bem o pai moderno: [embed]https://www.youtube.com/watch?v=yRqUTA6AegA[/embed] Nenhum homem é - ou deseja ser - isolado. O pequeno detalhe interessante sobre os homens é que eles tendem a não ser tão competitivos com os outros como as mulheres, especialmente conforme envelhecem. Nesse sentido os homens são mais propensos a ajuda e cooperação, mas ainda assim têm de se esforçar para iniciar isso. E quando se trata do seu marketing, seu objetivo será o de imitar essa cooperação.


Ler Mais
Poder de compra das mães: porque investir em mães é uma ótima ideia?

Poder de compra das mães: porque investir em mães é uma ótima ideia?

Além do Email • 8 de junho de 2016

Vamos ser sinceros, as mães são as grandes decisoras de compras quando o assunto é produtos para casa ou para família. E isso inclui também os homens da família, uma vez que as mulheres são suscetíveis a influenciar (ou até controlar) o que eles compram. Na verdade, há inclusive um termo em inglês para isso: she-economy. Um relatório da Greenfield de insights sobre as mulheres apresentou alguns fatos incríveis sobre o poder de compra delas em diversos os setores. Para começar, as mulheres são as decisoras em 91% das compras de novos imóveis. Outras indústrias e porcentagens de mulheres como decisoras de compra incluem: 66% Computadores 92% Férias 80% Cuidados de Saúde 65% Carros Novos 89% Contas Bancárias 93% Alimentos 93 % Produtos Farmacêuticos OTC 58% Do Total de Gastos Online O investimento total destas mães a nível global chega a 20 trilhões de dólares, mas há muito mais do que isso. As mulheres estão esperando mais tempo para ter filhos, e por isso o grupo demográfico de mães com mais influência corresponde às mulheres mais velhas ou mães mais maduras na casa dos 30 anos ou mais. A razão para isso é que, nessa idade, elas têm muita mais liberdade de decisão sobre suas rendas. Já quitaram as contas estudantis e provavelmente estão em carreiras estáveis com salários estáveis. Bom, agora você sabe que as mães têm um grande poder de compra em termos de autonomia e de capital. A próxima pergunta portanto é: você está investindo nelas? Há uma boa chance de você estar passando reto por elas de alguma forma. Um levantamento de 5330 mães realizado em março de 2015 pela FanFinder mostrou que: 35% das mães se sentem \'rotuladas\' pelas marcas 46% acreditam que o marketing as pressiona e tem ideias irreais 28% acreditam que o marketing voltado para mães é machista 32% acreditam que o marketing voltado para mães é paternalista 87% acreditam que as marcas deviam incorporar os pais mais no marketing As mães têm uma coisa em comum: elas querem ser compreendidas. Sendo assim, quando planejar o marketing para este grupo comece olhando para que tipo de mãe você está lidando: Mães trabalhadoras Mães donas de casa Mães da geração Y Mães da geração X Se você está voltado para as mães que trabalham, não descarte que haja uma boa chance de que ela seja o principal \"ganha-pão\" da casa e talvez até mesmo uma mãe solteira. Mães trabalhadoras são geralmente motivadas por duas coisas: a culpa e eficiência. Há sempre um nível de culpa de que elas não estão lá o suficiente para os seus filhos, então elas vão ser motivadas por decisões que ajudam a enriquecer a vida de seus filhos e pelas decisões que podem ser feitas de forma simples. Estas mães são muito parecidas com as mães da geração X (nascidos entre 1965 e 1980), que usam a tecnologia para buscar um equilíbrio. Isto significa que este grupo irá responder mais favoravelmente à campanhas personalizadas de email marketing. Mães que ficam em casa, por outro lado, vão se preocupar mais com a \"barganha\". Com uma renda menor, elas estão motivadas por barganhas e além disso não têm a pressão de seus escritórios como as mães trabalhadoras. Isto significa que ainda que ambos os tipos de mães tenham pratos cheios, mães que ficam em casa têm mais tempo para negociar e buscar produtos. Normalmente elas vão atrás disso pelos canais sociais de uma marca. Mães que ficam em casa e mães da geração Y têm isso em comum; elas são usuárias ávidas das mídias sociais.


Ler Mais
Checklist: Como filtrar seu departamento de marketing inteiro através da conversão heurística

Checklist: Como filtrar seu departamento de marketing inteiro através da conversão heurística

Além do Email • 23 de maio de 2016

A Conversão Heurística - a nova fórmula do marketing - soa como uma típica experiência de marketing cujo objetivo é conduzir à conversão. Mas se você está no marketing, deve saber que o buraco é mais embaixo. Seu dia-a-dia não gira em torno apenas do ponto de conversão, mas sim, das disputas presentes no departamento de marketing. Portanto a questão é como você pode aplicar a geniosidade da conversão heurística à todo seu departamento de marketing. Ao contrário do que falamos sobre conversão heurística até agora, quando se trata de um departamento de marketing, você não deve olhar para fórmula inteira, mas sim para partes dela, com o \"a\" e o \"f\" divididos por outras variáveis para se chegar ao \"c\". Sendo assim, há um pouco de álgebra e remanejamento de valores, mas os valores ainda são os mesmos. Bem, agora temos a ansiedade e o fricção (entenda por atrito se preferir) como as primeiras figuras a enfrentar. A questão é: como você lida com isso no seu departamento? No que se refere ao consumidor, \"a ansiedade é definida como qualquer desconforto psicológico que um usuário passa quando ele está visitando um site em qualquer fase do ciclo de compra. A ansiedade não resulta em nenhuma ação de conversão\". Seu departamento pode ser visto como um consumidor, no sentido de que os membros da equipe estão consumindo o que há por trás da sua marca - e essa marca é definida pelo dia-a-dia do negócio. Eu trabalhei em pelo menos 3 agências de marketing diferentes e eu diria que o desconforto psicológico é um fator bem grande em qualquer departamento de marketing disfuncional. Isso não quer dizer que o sentimento reflete na sua marca, empresa, valores ou mesmo capacidade. Isso significa que se sua equipe de marketing está sofrendo psicologicamente - através de stress, insegurança, desorientação, etc. - então você tem um problema de ansiedade. Ansiedade é o sintoma de um problema maior, e esse grande problema é a fricção. Se o seu departamento de marketing sofre de fricção (atrito), então você vai ter mais do que apenas a ansiedade para lidar. Outros resultados da fricção neste departamento incluem a redução das vendas, clientes insatisfeitos e menor produtividade. Os departamentos de marketing são as \"mitocôndrias\" de qualquer negócio; se ela sofre, o mesmo acontece com o resto da célula. Então o que exatamente provoca fricção em um departamento de marketing? Felizmente, a resposta para isso é bastante simples: processos. Processos (uma estrutura necessária mesmo nos ambientes mais criativos) permitem a comunicação contínua entre as diferentes partes. As pessoas sabem o que esperar, como se comportar, a quem recorrer. Um processo é um guia ou um modelo de comportamento que realmente conduz a suposição e comunicação frenética - e erros subsequentes - para fora da equação. Você sabe onde você pode ser criativo no marketing, e é em fazer o trabalho e trazer ideias. Mas a maior parte do trabalho de marketing não se trata de ser criativo - se trata de como gerenciar a criatividade e expectativas, e é aí que os processos de entrar. Ter um processo reduz muito da ansiedade entre os membros de um departamento de marketing. Provavelmente, você tem uma equipe altamente talentosa, mas a ansiedade em seu departamento está segurando seu potencial. Combata a fricção (ou atrito) e com isso você enfrenta a ansiedade.


Ler Mais
Taxa de Entregabilidade em 2015: Análise Detalhada

Taxa de Entregabilidade em 2015: Análise Detalhada

Além do Email • 31 de dezembro de 2015

Um ponto fraco comum à maioria dos marqueteiros é o porquê de que suas campanhas não terem êxito. Essa falta de consciência se mostra no universo do e-mail marketing na forma de taxas de abertura baixas e ROI reduzido. A cada ano a Return Path faz uma análise da taxa de entregabilidade, ela mede a porcentagem de e-mails que são recebidos na caixa de entrada do e-mail, no spam, e os que não são entregues. Segundo o \"Relatório de Entregabilidade da Benchmark de 2015\", publicado pela Return Path, 1 a cada 5 mensagens enviadas não conseguiu chegar à caixa de entrada. O volume de e-mails aumentou em 7% com relação ao ano passado, mas apenas 79% dos e-mails chegam à caixa de entrada. Além disso, a taxa de entregabilidade caiu em 4% em comparação com 2014, em outras palavras, há mais e-mails sendo enviados mas poucos chegando ao destino final. Taxa de entregabilidade por país A menor taxa de capacidade de entrega é nos EUA, onde a taxa de entregabilidade caiu para 76% em comparação com os 87% de 2014. Não chegar à caixa de entrada significa que 1 a cada 4 e-mails ou vai para a caixa de spam ou é bloqueado pelo provedor de e-mail. O Brasil apresentou uma melhora significativa na taxa de entregabilidade com uma média de 74% em comparação aos 60% de 2014. Entre os países europeus, apenas a Itália apresentou aumento (2% em relação ao ano passado). Houve uma queda significativa na taxa de entregabilidade tanto na Alemanha quanto na França e Reino Unido, no entanto na Espanha a taxa permaneceu inalterada. Os australianos tiveram a maior taxa de entregabilidade, chegando aos 88% em 2015. Taxa de entregabilidade por indústria Este relatório também forneceu estatísticas por indústria, e a maioria das indústrias mostram uma queda nas taxas de entregabilidade. No entanto, as indústrias baseadas em relacionamentos, como saúde & vestuário, alimentos & bebidas e seguros têm mantido boas taxas de entregabilidade com cerca de 90%. Enquanto isso, a indústria manufatureira, de softwares e de internet também apresentaram alguma melhoria. Com base no provedor de e-mail Curiosamente, o relatório também revelou que a capacidade de entrega é particularmente pior através do Yahoo Mail. Estas taxas de entregabilidade caíram em 13% em 2015, e os marqueteiros encontraram obstáculos para alcançar seus assinantes. O Gmail tem mantido a mesma taxa de e-mails que são encaminhados para a aba de Promoção. As campanhas que tentaram driblar a aba de Promoção muitas vezes acabaram na pasta de spam. É recomendado portanto não tentar driblar essa aba, visto que na mesma as taxas de abertura aumentaram em 20% este ano. Porque os marqueteiros não conseguem chegar à caixa de entrada? A análise mostrou que a maioria dos marqueteiros não estão cientes das novas métricas dos provedores de e-mail. Para obter melhores taxas de entregabilidade eles devem considerar as novas regras. A baixa taxa de leitura no receptor de e-mails (26% das campanhas afetadas) tem indicado que a decisão de filtro de mensagens depende da percentagem de pessoas que leem seu e-mail. Enviar e-mails para assinantes que não são engajados pode, portanto, causar problemas na entrega. Reclamações de spam (21%) - Esta é a métrica mais antiga, é usada há anos e ainda não mudou nada. Uma reclamação é registrada cada vez que um usuário marca um e-mail como spam. Os provedores de e-mail ficam de olho nas reclamações e em dados de feedbacks de reputações da Microsoft (SRD). Enviar e-mails para caixas de entrada abandonadas - De acordo com o relatório, cerca de 19% das campanhas enfrentam este problema. Se você enviar mensagens para contas inativas, será enviado um sinal negativo para os provedores de e-mail e com isso você tende a cair nos algoritmos de filtro de spam. As taxas de entregabilidade cairam em 2015 com relação a 2014, possivelmente porque os marqueteiros têm ignorado estas recentes evoluções. O primeiro passo para a realização de qualquer análise de desempenho de campanha é saber quantos e-mails nunca chegaram a caixa de entrada. Ao monitorar sua taxa de entregabilidade você vai obter um melhor entendimento de suas campanhas de e-mail e assim poderá otimizar seu envio de mensagens.


Ler Mais
Dicas de marketing para a época de férias

Dicas de marketing para a época de férias

Além do Email • 22 de dezembro de 2015

Para a maioria das empresas o envio de uma campanha de e-mail em época de férias é um feito e tanto. Pode ser um grande desafio ter que organizar os esforços de marketing interno em torno dos feriados, quando o fluxo de negócios tende a ser mais elevado do que no resto do ano. Com as vendas aumentando e clientes tentando maximizar os serviços disponíveis, a última coisa que passa na mente do departamento de marketing é realizar campanhas de email marketing. Da mesma forma que maximiza seu negócio frente aos clientes, esta é também uma ótima época para aumentar sua visibilidade, e, tomar essa iniciativa através do e-mail marketing pode fazer toda a diferença. Não há nenhuma época do ano tão boa quanto as férias, visto que a mesma oferece a oportunidade de conteúdos variados. Quer você esteja criando peças informativas, resumos de fim de ano, ou oferecendo um recurso ou encontro de caridade, há grandes oportunidades a serem exploradas no marketing férias, incluindo as dicas abaixo. Email Marketing Segmentado Esta é uma regra padrão do e-mail marketing que a maioria dos departamentos de marketing em crescimento não tiram proveito, principalmente porque requer um pouco de trabalho para desenvolver o conteúdo do segmento. Mas isso não precisa ser complicado. Ao criar campanhas segmentadas de marketing de férias, você não de uma \"prancheta de desenho\" para cada campanha. Você pode usar o mesmo modelo (e poupar tempo e custo com o designer). A única coisa que você realmente precisa alterar é o conteúdo. Considere o seu público: que tipo de conteúdo será melhor para cada um? Como você pode personalizar suas mensagens ou produtos para atender a cada um? Considere Datas Chaves Férias não são só Natal e Ano Novo. Considere os outros tipos de datas especiais que se enquadram nestes meses. Há a \"giving tuesday\", a primeira terça-feira do mês voltada à caridade, que é uma opção muito boa. Ainda que sua empresa não seja uma organização de caridade, você pode aproveitar o espírito de doação deste dia e chamar atenção para uma instituição de caridade que você aprecia. De fato, doação de caridade é algo que muitas empresas não saber lidar, e várias grandes empresas contratam consultores para orientá-los neste quesito. Além de da \"giving tuesday\", fique atento a outras celebrações religiosas e culturais deste mês. Oportunidades locais Se você possui uma organização fixa em uma localização, tire proveito da comunidade local durante esta temporada. As férias são uma época em que as comunidades se aproximam. Para as empresas, isso significa cultivar uma boa comunicação, aumentando o reconhecimento local da sua marca e conhecendo as pessoas cara a cara. Portanto se envolva. Veja o que está acontecendo em sua comunidade local e estenda a mão no que seu negócio puder ajudar. Questionário Anual Conforme o Ano Novo se aproxima, há um muitas coisas acontecendo internamente com a sua empresa e com os seus clientes para se refletir. Este é um grande momento para chegar ao seu público-alvo e pedir que te contem sobre suas percepções. Usando o Survey Monkey, faça questionários pequenos e agradáveis, e deixe a opção de que possa ser preenchido com comentários adicionais para caso alguém queira compartilhar mais pensamentos. Se você ainda está preso pensando em que campanhas criar nesta temporada, leva em consideração o que a sua empresa tem feito nos outros anos durante esta época em que é esperado um grande destaque.


Ler Mais
Principais medidas para melhorar a reputação do remetente e a entregabilidade do e-mail

Principais medidas para melhorar a reputação do remetente e a entregabilidade do e-mail

Além do Email • 29 de novembro de 2015

O e-mail marketing é uma das técnicas mais eficazes para impulsionar as vendas e gerar novos leads. Seu sucesso depende da sua capacidade de atingir a caixa de entrada do seu cliente. Depois de clicar “enviar”, seus e-mails passam por vários testes. Quanto melhor for a sua reputação como remetente, mais e-mails serão entregues nas caixas de entrada. Gerenciar sua reputação é vital para garantir que suas mensagens sejam entregues de forma confiável. A entregabilidade do email é um problema enfrentado por muitas empresas que dependem do e-mail para enviar mensagens importantes para seus clientes. Mais de 20% dos e-mails aceitáveis (incluindo e-mails de confirmações e redefinições de senha) nunca chegam a caixa de entrada do destinatário. Vejamos alguns fatores importantes que são responsáveis pela reputação do remetente: Reclamações Reclamações ocorrerem quando o assinante marca um e-mail como spam ou o direciona para sua pasta de lixo eletrônico. Uma taxa de reclamação alta pode bloquear seus e-mails e pode causar uma má reputação de envio. Ela é calculada através da divisão do número de reclamações pelo número de mensagens enviadas. Como reduzir a sua taxa de reclamação? Atenha-se ao tipo de conteúdo que seus assinantes optaram por receber. Segmente seus assinantes com base em seus interesses. Eles são suscetíveis a cancelar a inscrição caso o e-mail não traga algo de valor para eles. Envie e-mails com uma frequência certa uma vez que clientes esquecidos tendem a cancelar a inscrição. Verifique as práticas de permissão para que seus clientes se inscrevam voluntariamente (opt-in). Torne o processo de cancelamento de inscrição mais fácil para evitar reclamações. Algumas das reclamações não irão prejudicar sua reputação uma vez que podem ser cancelamentos simples. A Return Path fornece dados comparativos para o ISP (Provedor de Serviço Internet) para saber o limite aceitável de reclamações. Usuários desconhecidos Enviar e-mail marketing para usuários não-existentes não faz sentido e também contribui para sua taxa de rejeição. Um usuário desconhecido é gerado quando você envia um email para um destinatário que nunca existiu, está inativo ou para um endereço abandonado pelo assinante. Cheque sua lista de e-mail regularmente para verificar erros ortográficos, endereços de email inativos e para filtrar todos os usuários inativos. Você também pode encontrar usuários desconhecidos identificando os códigos de erro SMTP. Mantenha essa taxa baixa para construir sua credibilidade. Como evitar isso? Remova as rejeições duras de sua lista e acompanhe regularmente as rejeições suaves. Reveja o processo de coleta de e-mail e peça aos usuários para confirmarem seu endereço de e-mail. Monitore os loops de feedback e analise os erros de SMTP. Os principais ISPs (Provedores de Serviço Internet) fornecem loops de feedback em que o remetente pode obter informações dos destinatários que se queixaram do e-mail enviado. Armadilhas de spam Armadilhas de spam são endereços de email que são criados especificamente com a finalidade de detectar spammers. Estes não devem estar em nenhuma de suas listas opt-in. Travis Wetherbee descreveu uma armadilha de spam como \"uma das ferramentas de gerenciamento de fraude mais amplamente exploradas utilizadas pelos ISPs (Provedores de serviço internet).\" Existem dois principais tipos de armadilhas de spam usadas pelos ISPs que causam impacto na reputação do remetente: armadilhas de spam puros e armadilhas de spam reciclados. Armadilhas de spam puros são os endereços criados com o único propósito de capturar spammers. Eles nunca foram usados como um endereço de e-mail ativo e podem criar problemas de entregabilidade. Armadilhas de spam reciclados são os endereços de e-mail que antes eram de propriedade de indivíduos. Após um período de inatividade, o ISP desliga a conta e retorna as rejeições duras ou os erros de SMTP. Alguns endereços são reativados por ISPs para armadilhas de spam. Como você pode evitar armadilhas de spam? Não compre listas de e-mail. Remova assinantes não-engajados - monitore endereços de e-mail que se tornaram inativos. Evite enviar mensagens para contas de cargos (ou seja sales@company.com, customerservice@company.com). Remova eficientemente as “rejeições duras” e utilizar listas de supressão para cada campanha. Volume de e-mails enviados Volume é um outro fator na melhoria da pontuação do remetente. De acordo com a Return Path, \"Volume se refere ao número de e-mails vistos pela rede de reputação ao longo dos últimos sete dias e se concentra no envio de padrões, consistência e cadência.\" Portanto, você deve evitar os picos incomuns em seu tráfego de e-mail. Por exemplo, se um endereço IP envia 1 milhão de e-mails a cada mês e, de repente, o número aumenta para 12 milhões, isso pode prejudicar a sua reputação. A reputação está ligada ao seu endereço IP de envio ou ao seu domínio? Atualmente, a maioria dos ISPs (Provedores de Serviço Internet) estão usando endereços IP, mas em um futuro próximo pode mudar para um emparelhamento de IP ou de domínio. A autenticação vai ajudar os ISPs a atribuir reputações mais precisamente, ligando esta reputação aos endereços IP e domínios de remetentes. O e-mail marketing pode fazer maravilhas para o seu negócio apenas quando esses e-mails são entregues. Sua reputação é o elemento principal na entrega às caixas de entrada.


Ler Mais
Marketing Mania: Pantufas da Lego

Marketing Mania: Pantufas da Lego

Além do Email • 26 de novembro de 2015

Há muitas coisas neste mundo que podem nos causar dor física, e pisar com os pés descalços em uma peça de Lego certamente está no topo da escala de avaliação de dor. Bem, agora pais e filhos podem finalmente se tranquilizar porque a Lego Company ouviu seus gritos de dor e criaram as primeiras pantufas da empresa. Elas vêm equipados com um estofamento extra grande nas palmilhas para proteger a sola dos pés. É a maior novidades dos últimos 80 anos da Lega, não acham? Bom, mas não se animem tanto assim. Estas belas pantufas são apenas uma edição limitada de 1.500 pares, e foram criadas para uma promoção especial de fim de ano. Aqueles que desejam ter um par devem visitar o site da Lego França e criar a sua própria lista de desejos, para assim tentar ganhar. Sim, isso significa que é necessário morar na França também. De qualquer forma, essa é uma promoção e tanto! Foram realizados diversos passos na estratégia de marketing.Primeiro, foi levantado um problema universal que atormenta muitos dos consumidores de Lego há um bom tempo e então foi encontrada uma solução para ele. É isso que os consumidores esperam de um produto ou serviço - que ele possa resolver um problema ou desejo seu. As pantufas da Lego permitem que você caminhe por todo o ambiente sem ter que se preocupar em ser incomodado pelas peças no chão. Logo, a exclusividade. Se você quer que seu produto seja muito procurado, ele tem que ser super especial e em ter uma quantidade limitada. Isso é comum em muitas lojas de varejos durante a limpeza de estoque, \"Última chance… restam apenas 4!\". Isso gera um senso de urgência no consumidor e faz com que o mesmo sinta que deve consumir na mesma hora. Por fim, o segredo é amarrar o produto à marca. O conceito das pantufas da Lego é excelente, mas lembre-se que elas não são o propósito da empresa. O objetivo final é vender mais Legos! É por isso que parte da promoção consiste na visita ao site e na criação de uma lista de pedidos para o Natal. Ter que navegar na página da Lego é um lembrete de que os pais devem realizar as compras de Natal, e opa, eles já estão no site! Hora de comprar algum Lego!


Ler Mais
Como o marketing de eventos pode impulsionar suas vendas

Como o marketing de eventos pode impulsionar suas vendas

Além do Email • 18 de setembro de 2015

As empresas sabem que para maximizar os lucros é necessário um marketing inteligente. No entanto, é um desafio para algumas empresas saber quanto tempo dedicar com marketing. A fim de ajudar nessas situações, este post vai apresentar algumas estratégias de marketing de eventos para orientar sua empresa a ganhar mais clientes fiéis e maximizar sua rentabilidade. Não importa se você está lançando um novo produto ou serviço, promovendo uma oferta por tempo limitado ou apenas visando aumentar a visibilidade do seu negócio, incorporar as melhores estratégias do marketing de eventos pode ajudá-lo a maximizar o crescimento do seu negócio e se beneficiar da atividade promocional. Cada empresa tem estratégias de vendas voltadas para mercados ou públicos com potencial de se tornar clientes. O marketing de eventos pode ser alcançado de 2 maneiras: Como participante Como patrocinador Uma empresa que implementa as melhores práticas de marketing de eventos pode aumentar o seu awareness e familiarizar-se com os possíveis clientes que podem ser benéficos para negócio. O marketing de eventos é uma técnica poderosa usada pelas empresas hoje para aumentar o engajamento dos clientes e as vendas dentro e fora do evento, e também para criar grandes oportunidades para criação de conteúdo. O marketing de eventos ajuda as empresas a realizar vendas em grupo, uma vez que os produtos ou serviços são apresentados ara várias pessoas num mesmo lugar em um mesmo momento. Aqui vão algumas dicas para te ajudar a aumentar as vendas através de marketing de evento: Para entender o que um bom evento pode fazer pela sua empresa, o primeiro passo é criar um plano de marketing eficaz para o evento. O plano de marketing ajuda a empresa a prestar mais atenção em aspectos essenciais e importantes. Crie um evento dentro de um evento ao oferecer uma experiência qualitativa tanto para o cliente individual quanto para uma grande multidão. Isto proporciona a oportunidade de educar os clientes sobre a qualidade do produto através de uma interação direta com eles. Otimize o uso das redes sociais para promover seu evento - crie uma hashtag memorável porém simples, desenvolva um plano de divulgação eficaz para as redes sociais como o Twitter, LinkedIn. Facebook, Pinterest e Instagram, atualize seu status no dia do evento e faça uso de anúncios pagos. Todas essas estratégias são consideradas métodos eficazes para engajar diretamente seus clientes através das redes sociais de uma forma mutuamente benéfica. Independentemente de ter especialistas em design para criar um espaço ideal, de colaborar com outra marca para ter uma “promoção cruzada”, não hesite em contratar ajuda externa. As empresas que utilizam recursos externos podem agregar valor aos seus produtos ou serviços com uma perspectiva diferente e criativa. Então o que você está esperando? Utilize a Benchmark Eventos para criar e gerenciar seus eventos de forma gratuita. Traga clientes para o seu negócio e mostre sua boa vontade para deixar uma imagem positiva e uma impressão favorável a sua marca no consumidor.


Ler Mais
1 2 3