Tags: Spam

Qual É a Taxa de Abertura Esperada para o Meu Mercado?

Qual É a Taxa de Abertura Esperada para o Meu Mercado?

Marketing na Prática • 9 de novembro de 2016

Uma taxa de abertura depende de diversas coisas quando se trata de email marketing. Nem todos vão abrir seu email, então você não deve esperar uma taxa de abertura de 100% ao lançar uma campanha. Não é impossível obter 100%, mas você precisaria ser praticamente um vidente. Então qual é a taxa de abertura esperada para uma campanha de e-mail? Alguns ficariam surpresos ao ver que a média, em todos os mercados, é de 15 a 20%. Já que a média é em todos os mercados, vamos analisar alguns deles, que foram avaliados durante o curso de um ano, de acordo com pesquisas feitas pela Smart Insights: Automóvel: 24,9% Engenharia da Computação: 22,1% Serviços de Alimentação: 22% Seguros: 29,7% Educação: 27,9% Podemos ver que a média, quando separada em diferentes mercados, é melhor. Não se preocupe se você não está atingindo esses números! Há algumas ferramentas e dicas que você pode colocar em prática para aumentar sua taxa de abertura, mesmo que seja só um pouquinho. Segmente sua lista. Criar uma lista segmentada, mais focalizada, vai melhorar sua taxa de abertura. No mercado de varejo, você pode tentar monitorar em quais produtos seus assinantes se interessam e então divulgar produtos similares. Higienize a lista. Quando as pessoas ouvem falar de higienização de listas, elas pensam: “Apagar contatos? NÃO!” Porém, apagar contatos que não leem ou abrem seu email é benéfico, se você parar para pensar. Você reduz o total de emails que você envia, economizando dinheiro. Você também reduz o número de greymail e de possíveis denúncias de abuso, aumentando sua capacidade de entrega. Pré-visualize o Texto. Esta é uma ferramenta que alguns consideram avançada. Ela permite aos usuários que controlem o que os assinantes veem antes mesmo de abrir o email, incentivando os usuários a abri-lo para enxergar além da linha do assunto. Lembre-se de não mentir ou enganar quanto a isso também.


Ler Mais
Dicas para evitar que seu email fique preso nos filtros de provedores: Envio

Dicas para evitar que seu email fique preso nos filtros de provedores: Envio

Marketing na Prática • 15 de junho de 2016

Nos últimos posts, compartilhamos algumas dicas de design e de conteúdo para desviar dos filtros, e agora chegou a vez de compreendermos como garantir que seu envio de email marketing não seja usado contra você mesmo. Você já se perguntou por que suas campanhas podem ser classificadas como spam? Veja abaixo alguns motivos: Limpe suas listas frequentemente Estatísticas apontam que mais de 30% dos endereços de emails são mudados por ano. Sendo assim, para garantir que sua reputação nos servidores seja boa e se manter longe dos filtros de spams, é necessário que você fique de olho aos emails desativados ou inválidos. A prática de envio para tais endereços é muito comum aos spammers, e por isso é recomendado que as listas de contatos sejam \"limpas\" frequentemente, isto é, que estes endereços não usados (chamados de bounces) sejam eliminados. Clique aqui  para saber como fazer isso. Ajuste a frequência de envio Não é preciso conhecer filosofia aristotélica para saber que os extremos devem ser evitados, certo? A doutrina do meio-termo serve também para o envio de email marketing. Enviar muitos emails aos seus assinantes pode irritá-los, e enviar poucos pode fazer com que não se lembrem quem você é. Sendo assim, a regra é: nem demais, e nem de menos. O ideal é manter uma constância no envio de emails. Recomendamos não mandar mais de dois emails por semana, e nem menos de um por mês. Além da frequência, é importante também ter em mente quais são os melhores horários para se comunicar com seu público. Jamais compre listas Se há uma prática no universo do email marketing que é abominada, esta certamente é a compra ou aluguel de listas de contatos. Enviar campanhas de emails à usuários que não deram permissão para receber mensagens em suas caixas de entradas pode ser decisivo para que você entre em uma lista negra. Além de ter sua reputação indo por água abaixo, através desta prática você ainda está sujeito à enviar mensagens para endereços de emails que funcionam como armadilhas de spammers. Não faça isso. A melhor forma de construir sua própria lista é através de um sistema Opt-In, isto é, onde usuários optem por receber seu conteúdo. Há diferenças maneiras de conseguir estes contatos, como por exemplo, utilizando formulários de inscrição. Com o tempo, você descobrirá diversas formas eficazes de crescer suas listas de contato Opt-In. Bem, com todas estas dicas de design, conteúdo e envio, você certamente estará melhor preparado para realizar campanhas de email marketing de sucesso, ainda assim, tenha em mente que todos estes fatores podem ser melhor trabalhados com o suporte de uma excelente ferramenta de email marketing. A Benchmark Email conta com inúmeros recursos para turbinar suas campanhas e um premiado suporte técnico em português, faça um plano gratuito e descubra estes e outros benefícios!


Ler Mais
Dicas para evitar que seu email fique preso nos filtros de provedores: Conteúdo

Dicas para evitar que seu email fique preso nos filtros de provedores: Conteúdo

Marketing na Prática • 15 de junho de 2016

Agora que já passamos pela etapa do design, vamos tomar decisões sobre o conteúdo. Aqui vai um apanhado de dicas sobre como criar um bom conteúdo que faça sua newsletter passar reto pelos filtros de spam, se destacar na caixa de entrada de seus consumidores e motivá-los a fazer mais negócios com sua empresa. Conteúdos pertinentes Uma vez que você já sabe como preparar o design de sua campanha, você está pronto para partir para o conteúdo em si! Neste momento é importante ter em mente que seus usuários se inscreveram voluntariamente à sua lista e, por isso, esperam conteúdos que sejam de seus interesses. Uma das melhores formas de garantir que seus assinantes recebam mensagens que lhes interessem é personalizar os conteúdos de acordo com as segmentações de listas, isso é, segmentá-los de acordo com suas necessidades específicas. Você pode criar grupos organizados por, por exemplo, localização, aniversários, idades, sexo, e até mesmo comportamentos de consumo. Que tal enviar promoções de videogames para aqueles clientes que já compraram ou demonstram interesses em jogos? Ou enviar novidades de cosméticos para mulheres de 30 à 50 anos? Com este recurso, facilmente encontrado em uma boa ferramenta de email marketing como a Benchmark, você pode enviar conteúdos pertinentes para cada tipo de assinante. E por que não segmentá-los por comportamento de email também? Há sempre aqueles que preferem receber emails de promoções e outros gostam de novidades, por exemplo. O importante aqui é oferecer ao seu assinantes aquilo que ele busca receber. Indústrias Proibidas Existem algumas categorias de empresas cuja divulgação de comércio não é permitida em campanhas de email. Tal proibição costuma ser transversal a qualquer ferramenta de email marketing. A fim de garantir aos clientes bons resultados e melhores práticas de email, plataformas como a Benchmark seguem firmemente algumas diretrizes, dentre elas a Lei CAN-SPAM. Se a sua mensagem fala sobre qualquer um dos seguintes temas ela está vulnerável à sinalização vermelha: Ofertas farmacêuticas; Dicas de dieta; Fique rico rapidamente; Serviços \"adultos\"; Jogos de azar; Hipotecas de alto risco, etc. Você pode conferir em nossas FAQs outros fatores que influenciam na pontuação de spam. A Linha de Assunto Essa pequena frase de alguns poucos caracteres pode fazer (e provavelmente fará) a diferença no sucesso de sua campanha de email. Isso porque antes mesmo de seus assinantes chegarem ao conteúdo da mensagem eles devem antes serem convencidos a abrir a mesma, e esse é justamente o grande papel de uma linha de assunto: fazer seu assinantes decidir abrir sua mensagem! Em outras palavras podemos dizer que no universo do email marketing o livro é sempre julgado pela capa. Cabe aqui, portanto, você não apenas utilizar frases convincentes, mas também evitar que sua linha de assunto seja motivo para seu email ficar preso em um filtro de spam. Evite usar CAIXA ALTA em suas linhas de assunto e também pontuações desnecessárias. O motivo é bem simples, pense você mesmo, qual destas frases soa mais como um spam para você: \"!! $$$ @ PRODUTO GRATIS CONFIRA @ $$$ !!\" ou \"O melhor de nossa empresa: as ofertas que nos enchem de orgulho!\"? Evite palavras suspeitas Existem algumas palavras que de tanto usadas por spammers já denunciam de cara as mensagens que são lixos eletrônicos, e por isso mesmo você deve evitá-las! Palavras como \"Economize\", \"Grátis\", \"Ganhe dinheiro\", \"Elimine dívidas\", entre outras, irão fazer com que você alguns pontos na classificação de seu email (e isso não é nada bom). Sim, há uma pontuação em jogo, mas ela é responsável por sua reputação, e quanto mais \"pontos\" seu IP tiver, maiores são suas chances de ficar preso em um verificador de spam. Mas lembre-se, há sempre uma forma diferença de dizer o que você deseja. Por que não utilizar sinônimos como por exemplo \"Cortesia\", \"Na conta da casa\", \"Sem custos\"? ;) Em nosso próximo post iremos apresentar por fim algumas dicas de envio para evitar que seu email fique preso nos filtros de provedores, portanto fique de olho. Não deixe de conferir também nossos incríveis recursos para turbinar os conteúdos de suas campanhas.


Ler Mais
Dicas para evitar que seu email fique preso nos filtros de provedores: Design

Dicas para evitar que seu email fique preso nos filtros de provedores: Design

Marketing na Prática • 15 de junho de 2016

Muitas vezes quando criamos uma campanha de email marketing levamos em consideração apenas o aspecto estético do design, no entanto, esquecemos que muitas vezes há uma série de detalhes \"técnicos\" no desenho da campanha que podem influenciar a análise de aprovação nas plataformas de email marketing e também prejudicar seu envio no filtro dos provedores. É normal que uma pequena porcentagem dos emails enviados acabe presa em algum filtro de spam, portanto se isso acontecer com você, não se desespere. Ainda assim, é sempre bom evitar ao máximo que isso aconteça. Já mencionamos no blog dicas sobre linhas de assuntos e palavras que devem ser evitadas, agora confira algumas dicas de design para evitar que seu email seja classificado como spam. Resolução e Proporção Ao criar seu email, leve em consideração a resolução e as proporções das imagens utilizadas, isso porque de nada adianta criar uma ilustração grande e repleta de detalhes correndo o risco de ter a imagem presa em um filtro de spam. Imagens pesadas são um dos elementos que fazem os filtros de spam levantarem uma sobrancelha para sua campanha. Além disso, tenha em mente que quanto mais \"pesada\" for a imagem mais tempo ela levará para abrir no dispositivo do destinatário, e, levando em consideração que hoje em dia uma boa porcentagem das aberturas de email são realizadas em smartphones, tenha sempre muita atenção ao tamanho de suas imagens. Código HTML Além das imagens, outro fator de risco para \"designers de emails\" são os códigos HTML utilizados. Procure diminuir o peso de suas mensagens através do uso de códigos HTML o mais limpos possível. Além disso, procure utilizar ferramentas de confiança como Adobe Dreamweaver e Sublime Text para gerar códigos HTML, isso porque caso seu código não siga os padrões da web, as chances de seu email parar em algum filtro de spam aumentam consideravelmente. Cores e Contrastes Muito mais do que ser esteticamente agradável, utilizar as cores e os contrastes errados pode fazer com que o leitor canse a vista e desista de ler seu conteúdo. Mas além disso, é importante tomar conhecimento de que utilizar cores que \"incomodam\" o leitor pode ser também um fator para que sua campanha gere desconfiança na análise da campanha pelas plataformas de email. Afinal de contas ninguém merece ler um texto branco num fundo verde limão, não é verdade? Imagem e Texto Outra característica de grande importância em campanhas de email é o equilíbrio entre a quantidade de conteúdo visual com o conteúdo escrito. Lembre-se sempre de balancear a quantidade de imagens e de texto para criar uma mensagem harmoniosa e que não desperte desconfianças dos filtros de spam. Além disso, caso deseje saber qual parte do seu texto leva vantagem quando um leitor bate o olho na campanha, confira nosso relatório de eyetracking. Não deixe de conferir também em nosso blog as dicas sobre conteúdo para evitar que seu email fique preso nos filtros de provedores. E caso queira saber dicas sobre um design esteticamente agradável aos olhos (para aliar com as dicas funcionais aos filtros de provedores) confira nossos posts sobre neuromarketing e sobre como as cores influenciam nossas tomadas de decisões.


Ler Mais